21 de julho de 2017

Nextory #8: Colossus de Pedra


Uma avalanche está chegando ;)

Olha o Nextory aí gente! Hello my friends, como estão? Eu estou aqui, passando por alguns problemas com meu PC (na verdade uma placa mãe quebrada mesmo), e estou tendo que usar o PC da minha mãe para postar, por isso a ausência de posts como Nextory ou Fanfic por essas últimas semanas, além disso, vocês sabem que mãe e Yu-Gi-Oh! não combina né xD. Deixando tudo isso de lado, eu estava em dúvida sobre qual arquétipo trazer para o quadro, mas aproveitando a vibe da recém anunciada carta pros Subterrors no OCG eu resolvi fazer um Nextory especial para eles, falando um pouco mais da sua inspiração. Então senta que lá vem história!


O arquétipo "Subterror" são um grupo de monstros de TERRA, que vieram como 1 dos 2 arquétipos exclusivos do TCG na coleção The Dark Illusion e receberão eventual suporte no Extra Pack 2017 do OCG. Todos os monstros possuem um Level e um Tipo único. Possuem monstros de Level alto, que fazem parte do sub-arquétipo "Subterror Behemoth". São compostos por monstros baseados em bestas colossais e anomalias rochosas. Os monstros "Subterror" por suas vez são humanos, que caçam essas bestas.


Para começar com os caçadores de bestas, temos a Subterror Fiendess que é baseada na criatura mitológica chamada Súcubo. A Súcubo, ou do latim Succubus é um demônio em forma feminina que invade o sonho dos homens a fim de ter relações sexuais com eles para roubar a sua energia vital. Além da energia vital, a súcubo se alimenta do esperma do homem para engravidar a si mesma ou a outras súcubos. Quando uma súcubo invade o sonho do homem ela toma a forma do seu desejo sexual e suga a energia proveniente do prazer que o homem tem (aquilo mesmo que você pensou). Elas tendem a ser mais fortes em noites de lua cheia, ficando mais descontroladas e sedentas. Estão associados a casos de doenças e tormentos psicológicos de origem sexual, pois após os ataques se seguiam pesadelos e poluções (ejaculações) noturnas nas vítimas. De acordo com a mitologia, são seres que podem viver aproximadamente 750 anos.

Por outro lado temos o Subterror Nemesis Defender que tem uma inspiração totalmente diferente da Súcubo. Ele é baseado no Defender (ou Zagueiro) de diferentes esportes, assim como a sua função no Deck. Em sua artwork podemos ver um grande escudo em suas costas (que provavelmente faz referência a uma tartaruga e seu caso), na sua mão vemos um grande martelo e ele usa roupas de guerra, que também é uma referência ao serviço militar dos Estados Unidos, além disso, ele também tem uma pequena inspiração no Nêmesis.



Tanto a Subterror Nemesis Archer quanto o Subterror Nemesis Warrior também são baseados no Nêmesis (porém de uma forma muito mais abrangente que o Defender), mas cada um com o seu significado. A primeira é baseada na deusa da vingança da mitologia grega, de mesmo nome. Nêmesis seria uma das filhas da deusa Nix (noite), porém outras versões a colocaram como filha de Zeus. Apesar de Nêmesis ter nascido na família da maioria dos deuses trevosos, vivia no monte Olimpo e figurava a vingança divina. Nêmesis era também chamada "a inevitável", e era representada como uma bela mulher alada. Era as vezes fundida com Têmis, deusa da justiça, e com Afrodite quando está se vingou de Narciso por ter ferido o coração de várias meninas. Sua aparência também e similar a de várias outras deusas como Deméter e Ártemis, o que significa que Nêmesis, como outros deuses que apenas personificam conceitos abstratos, não recebia culto individual.

Por outro lado, o segundo monstro teve inspiração em um guerreiro do apocalipse. De acordo com o dicionário, Nêmesis também significa "alguém que exige ou inflige retaliação", que seria a função estipulada para ele. Como um caçador nato ele causaria o pânico e a dor em suas vitimas, retaliando a dor sofrida pelos seus companheiros em batalha, ou seja, o termo "vingança" também pode ser aplicado nesse monstro, mesmo que a sua real inspiração não seja mitológica.



Começando a falar dos Subterror Behemoth temos o Subterror Behemoth Stygokraken. Que é baseada no Kraken e em aquíferos subterrâneos, chamados de Stygofauna. O Kraken era uma espécie de lula, que ameaçava os navios no folclore nórdico. Este cefalópode tinha o tamanho de uma ilha e cem tentáculos, acreditava-se que habitava as águas profundas do Mar da Noruega, que separa a Islândia das terras Escandinavas, mas poderia migrar por todo o Atlântico Norte. O Kraken tinha fama de destruir navios. Já a Stygofauna é qualquer fauna que viva em sistemas de águas subterrâneas ou aquíferos, como cavernas, fissuras e pequenos lagos. Em contrapartida da Stygofauna existe a Troglofauna que são os dois tipos de fauna subterrânea (baseadas na história da vida). A Stygofauna está associada com a água, e a Troglofauna com cavernas e espaços acima dos lençóis freáticos. Os animais da Stygofauna podem viver em aquíferos de água doce e dentro dos espaços de poros de calcário ou laterita, enquanto animais maiores podem ser encontrados em águas e poços de cavernas.

Agora começa a doideira com selo Konami de qualidade. Um monstro que é inspirado num Dragão, tem cara de Dragão e é Zumbi (WTF!?). Isso faria um pouco de sentido, já que a outra inspiração por trás da cartas são os ossários, que é uma espécie de depósito encontrados em Cemitérios, onde são guardados os ossos de humanos e animais em uma forma de um rito funerário (não a toa, na arte do monstro existem ossos). Esse ossários existem a mais de 3000 anos na Pérsia. Esses lugares eram simples buracos no chão onde os ossos eram guardados, e que eram chamados de "astudan", que literalmente se traduzido significa "um lugar para se guardar ossos".




Mudando um pouco o rumo da nossa história temos o Subterror Behemoth Umastryx, que é baseado no lagarto Uromastyx, que é encontrado na África e na Ásia. São uma espécie rara de lagartos e são, na grande maioria, herbívoros, mas podem se alimentar de pequenos insetos ou outros lagartos pequenos (lagarbalismo!). Pertencem ao reino animalia, ao filo chordata e a classe reptilia. Normalmente são inofensivos e passam maior parte do tempo no ar livre, mas ao pressentirem o perigo muitos deles correm para cavernas para se proteger (talvez por isso a arte do monstro se pareça com uma caverna).

Se alguns de vocês já ouviu falar sobre a tabela periódica, com toda certeza deve saber o que é o elemento químico (p). Sim! A inspiração por trás do Subterror Behemoth Phospheroglacier é o fósforo. O fósforo é um elemento químico de número atômico 15 e massa atômica igual a 30,973762(2) u. Seu nome vem do latim "phosphorus", que significa "portador da luz" (e por isso que conseguimos criar fogo usando palitos de fósforo). O fósforo pode ser encontrado em duas formas na natureza, o fósforo vermelho e o fósforo branco, que é a inspiração para o nosso monstro. Além disso, o Phospheroglacier também é inspirado em geleiras, e por isso tem o corpo feito de gelo.


Todos nós precisamos de energia para viver, e o Subterror  Behemoth Voltelluric também! Não a toa esse monstro é baseado na unidade de tensão chamada volt, e também na corrente telúrica. O Volt é o potencial de transmissão de energia, em Joules, por carga elétrica, em Coulombs, entre dois pontos distintos no espaço. Dizer que a tensão existente entre dois pontos corresponde a um volt, é o mesmo que dizer que cada carga de um Coulomb que se movimenta entre tais pontos, transmite um Joule de energia. Uma corrente telúrica (do latim Tellus, "terra") é uma corrente elétrica que se move no subsolo ou através do mar. As correntes telúricas são resultado de causas naturais e tem um padrão complexo. Estas correntes tem uma frequência extremamente baixa e propagam-se em grandes áreas ou perto da superfície da Terra. Geralmente acontecem grandes manifestações telúricas antes de fortes movimentos da crosta terrestre, tais como terremotos. Geralmente as correntes telúricas encontram-se mais relacionadas com o vulcanismo. Mas também podem se relacionar ao movimento das placas tectónicas, que também pode desencadear fortes cargas.

Em contrapartida ao Voltelluric, o Subterror Behemoth Stalagmo é baseado nas estalagmites encontradas em cavernas e formações rochosas. Estalagmites são formações que crescem a partir do chão e que vão em direção ao teto, formadas pela precipitação de carbonato de cálcio arrastado pela água que goteja de uma superfície superior. São frequentemente vistas em cavernas e grutas, porém, podem ser encontradas em imóveis que possuem cálcio na composição do material construtivo. Embora sejam formações rochosas diferentes, as palavras estalagmite e estalactite derivam da mesma palavra grega "stalassein", que significa "pingar". 


Uma das mais inúmeras ciências existentes é a espeleologia, que, além de ser uma das inspirações para a criação do Subterror Behemoth Speleogeist, também é a ciência que estuda a formação de grutas e cavernas naturais. Vem do latim spelaeum e do grego σπήλαιον, e significa "caverna". Além disso, também é responsável pelo estudo de fenômenos cársticos e naturais nas vertentes da sua formação, constituição, características físicas, formas de vida, e sua evolução ao longo do tempo. Além disso, a outra inspiração, e principal para a criação do monstro é o Geist, que seria uma criatura mitológica do folclore alemão, sendo um fantasma europeu, do gênero masculino e que assombraria os reinos europeus.

E agora é hora de falar do último monstro de Main Deck (até o momento). O Subterror Behemoth Ultramafus é baseado nas rochas ultramáficas, que possuem um baixo valor de sílica. São rochas formadas do resfriamento da lava e do magma das erupções vulcânicas e são bastante raras.

SubterrorBehemothFiendess-EP17-JP-OP

E para fechar a remessa de monstros, o monstro OCG-exclusive do Extra Pack 2017, Subterror Behemoth Apparition. Esse monstro, que mais parece um Dark Rebellion misturado com um Shaddoll, não tem nada a ver com isso. A inspiração por trás desse monstro é um evento de mesmo nome: apparition. Esse evento mitológico, tem a ver com coisas sobrenaturais como alucinações, fantasmas, aparições de espíritos ou da santa maria, e é muito usado no Japão. Embora fuja um pouco da ideia dos monstros do TCG, ainda assim é bastante interessante.



Terminando de falar sobre os monstros, temos agora as Magias e Armadilhas do Arquétipo. Começando por The Hidden City, essa carta que é essencial para o Deck possui uma inspiração no Reino de Shambala. De acordo com o budismo tibetano, o Reino de Shambala é um reino oculto, encontrado em outra dimensão, localizado entre a região do Himalaia e o Deserto de Gobi. Também é considerada a capital do Reino de Agartha, constituído, segundo as cosmologias do taoísmo, hinduísmo e budismo. O nome Shambala significa "lugar de paz". Segundo a lenda, diz-se que Shambala tem um reino físico (construído em uma ilha no Mar de Gobi), porém só aqueles escolhidos e que possuem um carma podem desfrutar do reino espiritual. A sua localização real porém, embora teorizada, ainda permanece um mistério. Ao longo da história, ninguém nunca conseguiu provar a existência do Reino de Shambala, porém muitas expedições sempre saem a procura desse reino, que chegou a ser chamado de "Reino Invisível". Para se ter ideia de quão procurado o reino era (e continua sendo), até mesmo expedições nazistas foram em busca desse reino, a comando de Adolf Hitler.

Já a arte da Subterror Cave Slash mostra uma batalha feroz entre os monstros "Subterror Nemesis" e o Subterror Behemoth Stalagmo, mostrando, mais uma vez que, os monstros Nemesis estariam em busca de justiça e vingança, porém, os Subterror Behemoths seriam a pedra nos seus sapatos... pedra, Subterror, caverna, sapato... entenderam a piada?




E para terminar de escavar o Arquétipo, vou falar da Subterror Behemoth Burrowing (Burrowing em inglês é escavação, sacou? Mas também pode ser asa de burro, porque se pegar o burro e separar da palavra wing fica assim, entendeu? xD... tá tá, parei com as piadas do Nível prassódia). A arte da carta mostra o Subterror Nemesis Warrior procurando alguma coisa (pedras preciosas provavelmente), e quando chega lá em baixo, depois de fazer uma escavação, encontra o Subterror Behemoth Voltelluric protegendo a região. Não sei se vocês lembram, mas ele é baseado em correntes elétricas subterrâneas, viram só como as cartas se conectam?

E por último, uma carta que mais parece os Power Rangers enfileirados com os seus Zords atrás, mas não é! A Subterror Final Battle mostra a batalha final (não diga xD) entre os Subterrors Nemesis e os Subterrors Behemoth pelo domínio do Reino de Shambala. Essa pode ser uma representação do Armageddon, já que o Subterror Nemesis Warrior que é o guerreiro do apocalipse está liderando o grupo.

Bem pessoas, por hoje foi isso. Espero que tenham gostado do post tanto quanto eu. Não deixem de deixar suas sugestões ai nos comentários sobre qual Nextory vocês gostariam de ver. Em relação a Fanfic, ela está temporariamente interrompida, até que os meus problemas pessoais sejam resolvidos. Espero que entendam e sejam compreensivos, a kiss and a cheese e até a próxima. 

Comentários
0 Comentários

0 Comentários: