15 de dezembro de 2016

Algumas cartas tiveram seus efeitos mudados e saíram da Banlist (OCG)


A Banlist do OCG trouxe consigo surpresas. E uma delas foi a errata no efeito de algumas cartas, que acabou trazendo-as de volta pro jogo.


Ontem saiu a Banlist do OCG. Caso não tenha visto, nossa página anunciou em primeira mão, clique aqui para ver. Sim, 6 cartas que anteriormente estavam na Banlist (algumas com efeitos absurdos), tiveram seus efeitos alterados. Com isso, depois de tanto tempo eles voltam pra game. Vamos conferir quais cartas são e como ficou o novo efeito delas:


Efeito antigo: You can send this face-up card to the Graveyard to Special Summon 2 Level 3 or lower Beast-Type monsters from your Deck. Those monsters are destroyed during the End Phase.

Efeito novo (Errata): You can only use the effect of “Rescue Cat” once per turn.

(1) You can send this card to the Graveyard; Special Summon 2 Level 3 or lower Beast-Type monsters from your Deck, but their effects are negated, also they are destroyed during the End Phase.



Com a errata, não será possível abusar tanto do efeito Rescue Cat como era feito antigamente. Os monstros invocados terão seus feitos negados, então o máximo que pode ser feito serão uns Synchros ou uns Xyz. Vale ressaltar que antes não havia limite de quantas vezes se podia usar o efeito do Rescue, e agora é só 1 vez por turno.


Efeito antigo: You can discard any number of cards to the Graveyard to target the same number of cards on the field; return those targets to the hand.

Efeito novo (Errata): You can only use the effect of “Brionac, Dragon of the Ice Barrier” once per turn. (1)You can discard to the Graveyard any number of cards, then target that many cards your opponent controls; return them to the hand.

Antes, o efeito do Brionac era usado para a criação de várias jogadas absurdas, incluindo loops, FTK, etc. Olhando para o seu efeito antigo, dá pra imaginar que ele podia voltar suas próprias cartas, e isso abria brechas para várias coisas. Com a errata, Brionac poderá voltar só cartas do oponente, e assim como aconteceu com o Rescue Cat, o efeito poderá ser usado apenas uma vez por turno. Nada de loop.


Synchro Material antigo1 Tuner + 1 or more non-Tuner monsters

Synchro Material novo (Errata)1 EARTH Tuner + 1 or more non-Tuner monsters

Talvez a mudança mais criticada pelos jogadores, Goyo Guardian não teve seu efeito alterado, mas sim os materiais necessários para invocá-lo. Se antes Goyo Guardian era um Synchro genérico que necessitava de apenas 1 Tuner e 1 ou mais non-Tuner para ser invocado, agora é preciso que o monstro Tuner seja do atributo Earth.


Efeito antigoPay 800 Life Points, then target 1 face-up monster your opponent controls; take control of that target until the End Phase.

Efeito novo (Errata): Pay 800 LP, then target 1 face-up monster your opponent controls that can be Normal Summoned/Set; take control of that target until the End Phase.


Com a mágica Brain Control, você pagava 800 de LP para escolher um monstro face-up do oponente e tomar o controle dele até o fim do turno. Era magnifico roubar aquele monstro tão forte que o oponente sofria pra colocar. Agora com a errata, o efeito da Brain Control só te permite roubar monstros do oponente que possam ser invocados Normalmente/Set. Como assim? Sabe aqueles monstros (geralmente bosses) que possuem na descrição do efeito "This card cannot be Normal Summoned or Set"? Então, monstros assim não poderão mais serem roubados com essa mágica.


Efeito antigo: Negate all Spell Card effects on the field. During each of your Standby Phases, pay 700 Life Points or destroy this card.



Efeito novo (Errata): You must pay 700 LP during each player’s Standby Phase. If you cannot pay 700 LP, destroy this card. (1) While this card is in the Spell & Trap Zone, negate all Spell Effects on the field.

Seu efeito antigo era usado muito na malandragem. É uma Trap Contínua que nega todas as Spell Cards (ativadas ou no campo). Durante cada SP sua, você pagava 700 de LP, ou se preferisse, não pagava e a carta era destruída. Resumindo, você a usava no turno do oponente, o deixava doido negando todas as Spells dele, e durante sua vez, você podia simplesmente não pagar o custo, a carta era destruída, e você podia usar Spells livremente. Com a nova errata, essa moleza toda acaba. A primeira mudança no efeito é que você deve pagar o custo de 700 LP durante cada SP, sua e do oponente. A segunda mudança é que o efeito de pagar o custo da carta agora é mandatório, ou seja, você não escolhe mais se vai pagar ou não. Enquanto ela estiver lá, você continuará pagando 700 LP durante cada SP. Caso você possua menos que 700 de LP, e não puder pagar, a carta será destruída.


Efeito antigo: Reveal 1 Fusion Monster in your Extra Deck and send, from your Main Deck to the Graveyard, the Fusion Material Monsters that are listed on that Fusion Monster Card. During your 2nd Standby Phase after this card's activation, Special Summon 1 of that Fusion Monster from your Extra Deck and target it with this card. (This Special Summon is treated as a Fusion Summon.) When this card leaves the field, destroy that target. When that target is destroyed, destroy this card.



Efeito novo (Errata): (1) During your next Standby Phase after this card’s activation: Reveal 1 Fusion Monster in your Extra Deck, and if you do, send the Fusion Materials for that Fusion Monster from your Deck to the Graveyard.

(2) During your 2nd Standby Phase after this card’s activation: Fusion Summon 1 Fusion Monster with the same name as the monster you revealed with this card’s (1) effect from your Extra Deck. When this card leaves the field, destroy that monster. When that monster is destroyed, destroy this card.


O efeito antigo da Future Fusion te permitia revelar uma Fusão do seu Extra Deck e enviar os materiais usados naquela Fusão do seu Main Deck pro cemitério. Uma forma simples de abusar do cemitério, enviando quaisquer monstros que você desejasse pra lá, criando combos absurdos. Durante a 2nd SP depois da ativação, o monstro Fusão revelado era invocado. Mas essa parte não era relevante. O importante era enviar os monstros do deck para o cemitério. Com a mudança no efeito, você só revela a Fusão e envia os materiais do Deck para o cemitério na sua próxima SP depois da ativação da carta. Resumindo, seu oponente terá um 1 turno inteiro para lidar com a Future Fusion no seu campo antes de você enviar as cartas no seu próximo turno, além de ser uma forma de desacelerar as jogadas causadas por essa carta.


Lembrando que essas mudanças aconteceram no OCG, e ninguém sabe se o mesmo acontecerá aqui no TCG, mas é bem provável que sim. O que acharam das mudanças? Gostaram? Acharam que a Konami não deve ficar mudando o efeito das cartas ou ela acertou nas decisões? Comentem aí o que acham.

É isso pessoal, espero que tenham gostado. Agradecer ao Joey pelo ótimo banner como sempre. Agradecer a todos vocês que leram até aqui e sempre estão conosco. Lamentar pelas pessoas infantis e de mau caráter que surgiram ao longo da caminhada. Não esqueçam de curtir, comentar, mostrar pros amigos desavisados, e até a próxima, bjo do #JL ;)

Comentários
5 Comentários

5 Comentários:

Jose Roberto Amaral disse:
15 de dezembro de 2016 12:58

No geral, eu não gostei muito não. As cartas que tomaram errata por ser consideradas muito fortes, mas ficaram extremamente fracas pro game atual.
Uma coisa que eu percebi é que Imperial Order vai cair muito bem com os decks DDD, pode ser um pouco lento, porém Imperial Order com Dark Contract with Errors é dar um lockdown sem necessidade do Number 38.

Kimer disse:
16 de dezembro de 2016 00:25

Errata em card game é uma porcaria, excluindo aquelas de Problem-Solve Card Text. O problema da Konami é que ela não consegue (ou não quer) achar um meio termo entre o absurdo e o fraco. As cartas que antes eram absurdas, agora se tornam inúteis. Goyo Guardian, que não faz nada neste lado do planeta, agora exigir um Tuner EARTH para invocá-lo? Sério isso?

Ronaldo Silva disse:
17 de dezembro de 2016 18:00

Errata é uma desgraça. Pra que ficar mexendo nos efeitos das cartas, se pode fazer cartas com o efeito desejável?. Deixa do jeito que está, se for absurdamente poderosa, deixa banida pra sempre.

Rafael Matias disse:
18 de dezembro de 2016 07:55

Odeio erratas. Prefiro as cartas em suas versões originais. :(

João Braga disse:
6 de janeiro de 2017 16:55

Só considero erratas válidas num TCG apenas as que melhorem o efeito da carta e NÃO a tornem mais fraca. Lamentável essa decisão da Konami. Parece que fazem de tudo para enfraquecer seu próprio TCG. Espero que essa decisão não venha para o ocidente.