15 de abril de 2016

Pendulum Solutions #1: A polêmica por trás do Pêndulo

Quanto mais rápido um Pêndulo balança, mais forte ele ficará
Muitas coisas num jogo geram polêmicas, sejam elas grandes ou pequenas. Agradar a todos é algo muito difícil. Ao passar do tempo, algo que parecia simples e inofensivo começou a ganhar espaço no coração de todos, seja para o ódio ou para o amor, os Pendulum Monsters. Afinal, eles são roubados e não deveriam existir, ou são somente uma mecânica que como qualquer outra pode ser parada? As respostas, você encontra aqui.

Em meados de 2014, com o início do anime Yu-Gi-Oh! ARC-V e o lançamento do Duelist Alliance, os Pendulum Monsters foram introduzidos ao jogo, com uma mecânica inovadora, e de início complicada. Muitos duelistas tentaram se acostumar a essa nova mecânica chamada Pendulum Summon, porém, alguns não conseguiram. De início, eu vi muitas pessoas reclamando que se a Konami quisesse trazer algo novo ao jogo, ela deveria ter coragem para lançar algo em boa quantidade, e não o contrário. Pois bem, parece que a Konami finalmente tinha dado ouvidos aos seus consumidores, pois dos apenas seis Pendulum Monsters lançados no Duelist Alliance, mais nove foram lançados na mais nova coleção da época, a The New Challengers, que trouxe o primeiro Arquétipo Pêndulo para o jogo. As coisas foram avançando, e aos poucos, os Boosters vinham cada vez mais recheados com Pendulum Monsters.

Ao longo do tempo, de coleção para coleção foram lançados cada vez mais Pendulum Monsters, sendo, que nas mais recentes coleções, o número de Pendulum Monsters foi absurdamente grande, e tudo isso, deu no que deu, uma polêmica enorme e sem fim. Qli, Magician Majespecter, Magician Odd-Eyes, PePe e Dracopals, esses são Decks que são ou foram parte do Metagame, e que começaram a gerar um certo incomodo em vários Players ao redor do mundo. Muitas pessoas, na grande maioria aqueles que não se adaptaram a mecânica do Pendulum, passaram a odiar e até mesmo querer induzir as pessoas a deixarem de usar a Pendulum Summon e os Pendulum Monsters por achar que é uma mecânica roubada.

Vendo essa discussão sem fim e sem princípios eu me fiz algumas perguntas, que variam em como poderíamos parar a Pendulum Summon e chegam até o princípio de saber se realmente ela é tão roubada assim. Observando o cenário atual, eu chego a conclusão que: a Pendulum Summon em si não é roubada, pois pode ser facilmente parada, o que a deixa roubada são os fatos de alguns Decks passarem do limite do aceitável. Levando como um simples exemplo, uma comparação. Se uma pessoa utilizar um Deck Performapal puro ou um Deck Dinomist, a força desse Deck será mil vezes inferior a força de um Dracopal por exemplo, e isso acontece porque tanto um Deck Performapal puro quanto um Deck Dinomist não possuem uma velocidade e uma versátilidade tão forte quanto a de um Dracopal, que não passa de uma mistura de três Arquétipos, além de outros Pendulum Monsters poderosos, que juntos se tornam algo infernal, mas, eu não culpo a Pendulum Summon por causa disso, eu só culpo a Konami, que foi criando cartas cada vez mais fortes e que no fim, criou um inferno.

Levando outro exemplo em consideração, Qli foi um Deck muito poderoso nos primórdios da Pendulum Summon, tendo participação no Metagame entre Novembro de 2014 e Abril de 2015, quando entrou na Banlist e perdeu força. Porém, se fossemos jogar com Qli hoje contra um Dracopal, normalmente perderíamos de forma muito rápida, e antes que me digam que Qli não está com toda a sua força, lembre-se que Dracopals também não.

Deixando a participação da Pendulum Summon de lado por um tempo, eu quero citar que o problema de Decks roubados existe a muito tempo. Em 2005 por exemplo, o Deck Cyber Dragon com a tech do Cyber Stein era tão roubado que foi o motivo da criação da Banlist, mas como naquela época todo mundo usava esse Deck e não existiam muitos Arquétipos ninguém reclamava muito, porque venciam a toda hora e em todo lugar. Em 2013 surgiu o Deck Dragon Ruler, que foi o pior e mais roubado Deck que já existiu, não se usava outra coisa, campeonatos inteiros eram capazes de ir do primeiro ao último colocado, todos com o mesmo Deck, e como acontecia em 2005, muito poucos reclamavam, pois jogavam com Decks mas fracos e queriam vencer, mas os outros que jogavam de Dragon Ruler não estavam nem aí, queriam mais era continuar vencendo mesmo. Agora em 2016 o Deck da vez é Dracopals que é tão forte quanto os outros, porém geraram uma polêmica muito grande simplesmente por serem Pendulum, o que dá a liberdade para muitas pessoas dizerem "a Pendulum Summon é roubada porque permite que o jogador Invoque 5 monstros ao mesmo tempo", mas, essas pessoas têm que entender que a Pendulum Summon não é um bicho de sete cabeças e que além disso, está disponível pra qualquer pessoa usar, bastar querer.

Hatear a Pendulum Summon ou fazer polêmica com isso não vai adiantar de nada, a Konami não vai deixar de criar Pendulum Monsters, muito pelo contrário, do jeito que as coisas estão indo é bem provável que ela crie cada vez mais monstros e cada vez mais fortes. Simples, se você não gosta da Pendulum Summon não precisa usar. Se você acha a Pendulum Summon uma mecânica roubada, ela também não é. Cartas como Bottomless Trap Hole, Solemn Strike (por sua ruling), Pendulum Hole, Time-Space Trap Hole, Unwavering Bonds, Grand Horn of Heaven entre outras tantas cartas podem parar facilmente a Pendulum Summon, ou nem deixar que ela seja feita, e é por esse motivo, que eu não acho que a Pendulum Summon seja algo roubado ou que gere polêmica, mas, como um bom cidadão eu respeito opiniões diferentes.

Bem galera, eu criei esse novo quadro com a intenção de dar e citar soluções para se enfrentar um Deck Pendulum, mostrando as fragilidades deles e as cartas essências que podem deixar um usuário de Pendulum de cabeça quente, mas, achei justo que antes de falar dessas soluções eu explicasse o que era a Pendulum Summon e toda a polêmica que ela gerou, e espero ter conseguido falar de uma maneira simples e inofensiva e principalmente de fácil entendimento. Antes de me despedir, eu peço que vocês comentem qual é a sua opinião individual em relação ao assunto, levante questões, faça perguntas, eu ficarei muito feliz em respondê-las, mas principalmente, respeite a opinião contrária a sua e não brigue ou xingue ninguém nos comentários. Fiquem bem.

Comentários
5 Comentários

5 Comentários:

Unknown disse:
16 de abril de 2016 19:10

Pessoal, se alguém puder tirar minha dúvida, agradeço muito! Tentei procurar essa resposta mas não achei em nenhum lugar, o efeito de uma "Book of Moon" CASO usado em alguma carta pendulum estando na zona pendulum, o que ocorreria? Ela então entra em set e é permitido já que vira uma mágica na zona pendulum, ou é destruída?

daniel black disse:
16 de abril de 2016 20:35

Nem um, nem outro. "Book of Moon" é uma carta que só afeta monstros, porém, Pendulum Monsters nas Pendulum Zones são tratadas como Spell Cards então não acontece nada com eles.

Solaire disse:
17 de abril de 2016 13:34

Acho q todo o formato sempre tem suas apelações...seja com os synchros, XYZ e agora pendulum... Sempre haverá reclamações.....mas se n houver nada de novo..vão falar " a konami está deixando o jogo morrer.....resumindo...vamos duelar mais e reclamar menos...

Ronaldo Silva disse:
18 de abril de 2016 21:10

Sim, Pendulum Summonm é muito desproporcional, nunca usei e nem pretendo. Cada um, cada um...

lucast disse:
27 de abril de 2016 09:46

É meio triste ver as pessoas falando tão mal sobre Pendulum. Querendo ou não, foi a invocação que mais revolucionou o card game. Ser capaz de realizar Xyz e Fusion num mesmo turno (é a minha realidade, como jogador de Lunalight) com a ajuda de Pendulum é muito legal.

O card game sempre vai evoluir e Pendulum é, simplesmente, uma das melhores coisas que aconteceu.