3 de abril de 2016

Curiosidades do Arquétipo #1: Earthbound, os Prisioneiros Terrestres



Olá galera, sou o Edimilson Silva (TheREVerend) e este é meu post-teste como novo redator da Nexus. Hoje vou falar sobre fatos históricos que muitas vezes estão presentes no nosso tão amado jogo de cartas e que muitas vezes passam despercebidos por nós. E pra quê exemplo melhor do que nossos queridos Earthbounds, ainda mais depois de sua nostálgica aparição em Arc-V através do sub-arquetipo Earthbound Servant utilizado por Sergey Volkov.

Como todos já devem saber, os Earthbound Immortal tiveram sua primeira aparição em Yu-Gi-Oh! 5D’s e foram utilizados pelos Dark Signers. Porém, o arquétipo é baseado nas Linhas de Nazca, conjunto de geóglifos antigos (400 a 650 d.C.) localizada no deserto de Nazca, no sul do Peru.

São compostos por linhas simples e figuras de animais estilizados como beija-flores, aranhas, macacos, peixes, orcas, lhamas, lagartos, etc. Cada um dos Dark Signers possui uma marca de Nazca que representa sua “Carta Ás”, totalizando apenas sete marcas entre as inúmeras presentes no deserto de Nazca.


Earthbound Immortal Uru (Geóglifo da Aranha)


Earthbound Immortal Aslla Piscu (Geóglifo do Beija-Flor)


Earthbound Immortal Casillu (Geóglifo do Macaco)


Earthbound Immortal Ccarayhua (Geóglifo do Lagarto)


Earthbound Immortal Ccapac Apu (Geóglifo do Gigante)


Earthbound Immortal Chacu Challhua (Geóglifo da Baleia)


Earthbound Immortal Wiraqocha Rasca (Geóglifo do Condor)




Além dos Earthbound Immortals já mencionados, no anime aparece um oitavo: o Earthbound Immortal Red Nova, que representa uma serpente. Esse era considerado o Earthbound mais poderoso e foi selado por um Signatário Lendário que possuía o poder da Blazing Soul. Através de seu poder como signatário, Jack Atlas consegue absorver o poder deste Earthbound, fazendo com que seu Red Dragon Archfiend ganhe uma nova evolução: o Red Nova Dragon. A marca da serpente era a única não confirmada entre os geóglifos do deserto de Nazca, porém em 2014 houve uma tempestade de areia no deserto do sul do Peru que revelou novas marcas. Entre elas estava a marca da serpente, porém seu design era diferente do mostrado no topo do santuário no episódio 113 de 5 D's. Ainda é importante destacar que o Red Nova teve sua primeira aparição em 2010, já a marca só foi descoberta quatro anos depois. Grande coincidência não?


Red Nova Dragon
LV12   / Dark
ATK 3500 / DEF 3000

[Dragon / Synchro / Efect]
2 Tuners + "Red Dragon Archfiend"

This card gains 500 ATK for each Tuner monster in your Graveyard. Cannot be destroyed by an opponent's card effects. When an opponent's monster declares an attack: You can target the attacking monster; banish this card, and if you do, negate that attack. During the next End Phase: Special Summon this card banished by this effect.

Os Earthbound Immortals apresentam algumas características em comum. Ambos são compostos por monstros Dark LV10 que não podem ser alvo de ataques e ainda podem atacar o oponente diretamente. Ainda possuem efeitos adicionais que podem variar entre tomar o controle de um monstro do oponente e até mesmo impedir o oponente de entrar em Battle Phase. A única desvantagem dos Earthbounds é serem destruídos caso não haja uma Field Spell ativa em campo, fator que pode ser resolvido caso você tenha realizado sua tribute summon utilizando um Hardened Armed Dragon por exemplo.

Hardened Armed Dragon
LV 4  / Earth / ATK 1500 / DEF 800

[Dragon / Effect ]
You can Special Summon this card (from your hand) by sending 1 Level 8 or higher monster from your hand to the Graveyard. If you Tribute this card for the Tribute Summon of a Level 7 or higher monster, that monster cannot be destroyed by card effects.



Recentemente em Arc-V tivemos a aparição de um sub-arquétipo denominado Earthbound Servant que foi utilizado por Sergey Volkov nos duelos contra Sakaki Yuya e Jack Atlas na dimensão Synchro. Ao contrário dos Earthbound Immortals, os Servants não são baseados nas Linhas de Nazca, mas sim em criaturas mitológicas como Kraken, Grifo, Gremlin, Glasya-Labolas, etc. O deck ainda é focado em invocação Synchro e Fusion através de uma das cartas mais estranhas que já apareceram no anime: a Underworld Resonance - Synchro Fusion. Esta carta permite que você faça uma invocação Synchro e uma invocação Fusion ao mesmo tempo, utilizando os mesmos materiais. Pra alegria de alguns (e tristeza de outros), esse arquétipo só existe no anime, mas sempre existe a possibilidade da nossa querida Konami trazê-lo pro TCG/OCG não é mesmo?



Underworld Resonance - Synchro Fusion (Anime)

[Normal Spell]
Fusion Summon 1 Fusion Monster and Synchro Summon 1 Synchro Monster from your Extra Deck, using monsters you control that be used as Materials for both.

Earthbound Servant Geo Kraken (Anime)
LV8   / Dark / ATK 2800 / DEF 1200

[Fiend / Fusion / Efect]
2 "Earthbound" monsters
Once per turn, during your turn, if a monster(s) is Special Summoned to your opponent's side of the field: You can destroy as many monsters your opponent controls as possible, and if you do, inflict 800 damage to your opponent for each monster destroyed.



Earthbound Servant Geo Griffon (Anime)
LV8   / Dark / ATK 2500 / DEF 1500

[Fiend / Synchro / Efect]
1 "Earthbound" Tuner + 1 or more non-Tuner "Earthbound" monsters 

If an "Earthbound" monster(s) you control is destroyed: You can target 1 monster your opponent controls; destroy it.



Earthbound é um deck bastante interessante que poderia ter sido mais bem aproveitado pela Konami. Atualmente com uma suposta onda de tribute summon, decks como Monarch e Kaiju acabaram se destacando, prova que suportes pra Earthbound poderiam funcionar bem. Visto que existem várias outras marcas no deserto de Nazca, a série Earthbound Immortal mereceria ganhar uma continuação.

Bom galera, por hoje é só. Muito obrigado por lerem o post, qualquer dúvida, sugestão ou crítica é só comentar. Esse é meu primeiro post, mas espero que o futuro nos reserve vários outros. Desejo a todos bons duelos!



Comentários
2 Comentários

2 Comentários:

Joao Victor Pereira Batista De Deus disse:
3 de abril de 2016 13:09

Os monstros são bem legais pena que os que tem no TCG/OCG não sejam bons pra torbeio.

zodiac disse:
3 de abril de 2016 14:15

Verdade que ela demora para trazer alguns arquetipos do anime para o jogo, olha o legend of dragons 1 e 2 levaram anos para ela publica-las e olha o que fizeram com o lacre de orichalcol( desculpa não sei se é assim que escreve), arruinaram ela completamente, o que custava ela ter o efeito de transformar todo monstro em dark e aumentar os pontos de ataque e defesa em 500 pontos, do seu lado do campo? Como se isso não bastava alguns arquétipos como o deck blindado e o deck do Sigrefrid as das valkirias nunca foram feitas, não sei o que passa na cabeça da Konami para não lançar esses arquétipos.