29 de março de 2015

Carta da Semana #151: Sinister Serpent

SinisterSerpent

Nós voltamos!!

SinisterSerpent

Sinister Serpent
Level 1 / WATER / ATK: 300 / DEF: 250
Reptile / Effect
During your Standby Phase, if this card is in your Graveyard: You can add it to your hand, also banish 1 "Sinister Serpent" from your Graveyard during your opponent's next End Phase. You can only use this effect of "Sinister Serpent" once per turn.



Eu estava sem ideias do que falar no post de hoje até que percebi que essa semana já começa o novo formato. Essa semana marca o fim de alguns decks e o retorno de outros. E assim como na lista OCG do começo desse ano, várias cartas que antes estavam banidas foram relançadas com efeitos nerfados, sendo possível a limitação das mesmas. Não prometo falar de todas essas cartas novas-antigas aqui no blog, talvez durante as próximas semanas eu escolha uma ou outra e crio uma sequência com o CDS, ou talvez não, tudo vai depender de como as coisas vão fluir.

A carta dessa semana é a Sinister Serpent, que estava banida desde que eu comecei a jogar Yu-Gi-Oh!. Quem não conhece muito sobre as estratégias do jogo, ou pensa como um personagem famoso – “cartas apenas representam poder” – não deve estar familiarizado com os motivos, ou melhor, o principal motivo, para o ban dessa carta.

Efeito Antigo: During your Standby Phase, if this card in your Graveyard: You can return it to your hand.

GracefulCharity MirageofNightmare

Por ser uma carta lançada em 2003 e banida em 2005, ela deve ter causado muita dor de cabeça, e mesmo que não jogássemos naquela época, da para ter uma noção de alguns dos combos mais roubados de todos os tempos. Logo quando lançada, os jogadores menos experientes colocaram ela de lado, afinal não tinham a visão de que Sinister Serpent poderia ser enviada do cemitério de outras formas para lhe garantir vantagem, já que no próximo turno ele sempre ia poder retornar ela para a mão.

Cartas como Graceful Charity e Mirage of Nightmare faziam a festa com a Sinister Serpent. Ambas permite que o jogador compre cartas, então descarte cartas para compensar esse efeito. Enviando a Sinister Serpent ao cemitério como um desses descartes, no próximo turno ela estaria de volta para a mão, para ser descartada novamente, tendo assim praticamente um custo zero para todas as cartas que precisam de um descarte. Outro exemplo de carta bastante usada com a Sinister Serpent era o Tribe-Infecting Virus, que foi banido junto com ela.

CockroachKnight RevivalJam

Outro fator que contribuiu para o Ban da Sinister Serpent foi o conceito de imortalidade, também apresentado em outras cartas clássicas como Cockroach Knight e Revival Jam. O que essas três cartas tem em comum é que elas não param no cemitério por muito tempo. Cockroach Knight retorna para o topo do deck toda vez que é enviado ao cemitério de qualquer forma, podendo ser comprado no próximo turno e jogado em campo novamente (o que é RUDÍCULO caso você não queira mais ele), e Revival Jam pode ser Special Summoned em Posição de Defesa no próximo turno após ele ser destruído em batalha, por um custo de 1000 Pontos de Vida. E a Sinister Serpent, pode ser retornada para a mão, sem custo algum, podendo ser jogada no campo de novo e de novo mesmo que o oponente a destruísse.

ImperialIronWall BurialfromaDifferentDimension

A partir do Premium Gold: Return of the Bling, nossa carta da semana tem um efeito novo. Foram adicionadas apenas duas linhas, sendo uma consequência e uma restrição. A consequência é que se você usar o efeito dela na sua Standby Phase para colocar ela na mão, na próxima End Phase do oponente você deverá banir 1 cópia dela do cemitério, independente de onde ela estiver nesse momento. E a restrição é que você só pode usar o efeito de 1 Sinister Serpent por turno, ou seja, agora só pode adicionar 1 delas do seu cemitério à mão por turno.

Existem duas formas de driblar esse novo efeito. A primeira é você adicionar ela para a mão através do próprio efeito, mas manter ela na mão até o seu próximo turno, assim ela estará segura de ser banida na próxima vez que for enviada ao cemitério. A outra forma é você usar Imperial Iron Wall, ou outra carta que impede que cartas sejam banidas; e ainda tem as cartas que retornem cartas banidas para o cemitério, como Burial from a Different Dimension.

KingoftheFeralImps SnakeRain

Com o status Limited, um deck que dependa bastante da Sinister Serpent pode usar suportes como King of the Feral Imps, que por remover 1 material Xyz, você pode adicionar qualquer monstro Reptile do seu deck à mão. Ou você pode enviar ela diretamente do deck ao cemitério com Foolish Burial ou Snake Rain em um deck com mais répteis.

OneforOne WhereArfThou

Outras cartas que também podem buscar a Sinister Serpent são One for One (que também pode descartar ela para invocar outro Level 1) e Where Arf Thou?, também suporte para monstros de Level 1 e até mesmo usado em alguns decks Exodia por aí.

ElShaddollAnimalilith Gungnir,DragonoftheIceBarrier

Quanto aos decks atuais que podem usar a Sinister Serpent, digo que não são muitos. O principal deles seria Shaddoll pós-Crossed Souls, devido ao atributo WATER e por poder ser enviado da mão ou deck ao cemitério para invocar a El Shaddoll Anomalilith. Inclusive alguns decks do OCG já usaram essa configuração em Shaddoll, porém existe uma longa discussão para definir qual seria melhor para esse propósito: Sinister Serpent VS Treeborn Frog, ambos quase idênticos com seus prós e contras.

Decks synchros também podem aproveitar o Level 1 da Sinister Serpent para acrescentar opções na hora de sincronizar, como no caso de Atlanteans e Ice Barriers, que tem acesso fácil ao Gungnir, Dragon of the Ice Barrier cujo efeito também inclui descarte de cartas para combinar com a Killer Snake.

Claro que a Sinister Serpent não terá o mesmo impacto no jogo como antes, e isso se deve ao fato de não existir uma carta que possa combar com ela de um modo absurdo semelhante ao que era feito antigamente com Tribe-Infecting Virus e companhia. As novas cartas com efeito ou custo de descarte estão vindo com restrições para não poderem ser usadas em qualquer deck, e isso geralmente está ligado ao archetype dela, ou a uma ou mais categorias na qual a Sinister Serpent não se encaixa.

killersnake

Curiosidade: Sinister Serpent é baseada em um criptido japonês, Tsuchinoko, uma cobra com parte do corpo mais larga que a própria cabeça e cauda. De acordo com uma lenda do Tsuchinoko, ele tem o poder de controlar mentes, enquanto que em outra ele só tem o poder de mentir muito bem.


Então é isso galerinha, espero que tenham gostado do post. Comentem abaixo se vocês pretendem usar a Sinister Serpent ou outra carta que foi desbanida para o próximo formato, fechou? Então até mais!

Comentários
5 Comentários

5 Comentários:

Jhonny william moraes de abreu disse:
29 de março de 2015 15:51

eu sempre soube do potencial que ela tinha antes,mas agora esta inutil se não tiver a 3,não entendi muito bem porque ficou a 1 apenas

Cyberblu disse:
29 de março de 2015 16:01

@Jhonny, no OCG quando ela pegou errata ficou como limitada, mas em Abril já foi liberada a 3. Acredito que o TCG vá fazer a mesma coisa com as cartas que foram corrigidas agora.

Labyrinth Wall disse:
30 de março de 2015 00:03

Temple of the Kings vai junto com ela pelo mesmo caminho

Joao Victor Pereira Batista De Deus disse:
30 de março de 2015 06:55

Cartinha legal não so fã época do banimento dela mais esses combos ai deu pra ver que e op pacas

Fernando Lucas disse:
31 de março de 2015 10:34

O Abyss Soldier poderia ser citado como um dos combos de abuso de poder da Sinister antiga.