31 de janeiro de 2015

Carta da Semana #145: First of the Dragons

FirstoftheDragons

Knowledge is Power” – Thomas Hobbes, Leviathan.

FirstoftheDragons

First of the Dragons
Level 9 / DARK / ATK: 2700 / DEF: 2000
Dragon / Fusion / Effect
2 Normal Monsters
Must be Fusion Summoned and cannot be Special Summoned by other ways. You can only control 1 "First of the Dragons". This card cannot be destroyed by battle, except by battle with a Normal Monster, and is unaffected by other monsters' effects.



First of the Dragons também foi lançado no The New Challengers e a primeira impressão que tive sobre ele foi que eu precisava testar um deck com ele em algum momento, e essa semana eu finalmente fiz isso, então nesse post vou contar um pouco de minha experiência.

Number17 SuperalloyBeastRaptinus

First of the Dragons por algum motivo me lembra de dois monstros lançados anteriormente: Number 17: Leviathan Dragon pela artwork, além de ambos provavelmente terem sido baseados na mesma criatura (leviatã). Ele também me lembra o Superalloy Beast Raptinus pelos materiais de fusão que ambos exigem, Normal e Gemini monsters, que em alguns casos os mesmos materiais podem ser invocados para usar os dois dragões, e claro, ambos também tem efeitos contínuos relacionados ao tipo de material listado nele…

(OBS: O efeito do First of the Dragons que faz com que ele não seja destruído em batalha por monstros não-Normal faz referência ao efeito do anime do Leviathan Dragon que prevenia ele de ser destruído em batalha por monstros não-“Number”).

HieraticSealoftheDragonKing HieraticSealoftheSunDragonOverlord

…O que faz o CDS ser bem útil em decks Hieratic, no qual rodam tantos monstros Normais quanto Gemini (que são tratados como Normais enquanto no cemitério). Além disso, o archetype todo é focado em Dragões Normais, podendo as vezes até ter participação especial de Blue-Eyes White Dragons.

OjamaYellow OjamaGreen OjamaBlack

Outro deck interessante onde First of the Dragons poderia funcionar muito bem é Ojama, uma vez que eles já são focados em Fusion Summon. Imagine surpreender o oponente com um poderoso monstro ainda mais difícil de tirar do campo que um Ojama King por usar apenas dois Ojamas normais. Se você gosta de Ojamas como eu deve testar essa combinação algum dia. Pela facilidade de Rank 2 do deck, você pode fortalecer o FotD com Gachi Gachi Gantetsu, por exemplo, e a desvantagem só vai ser de 700 pontos caso Ojama Country esteja em campo.

Dragon'sMirror PerformapalTrumpWitch

Um dos pontos negativos do First of the Dragons é que ele não pode ser Special Summoned de outras formas além da Fusion Summon, dificultando que você monte um deck com cartas para reviver ele do cemitério. Outro ponto negativo é que você só pode controlar uma cópia dele por vez. Mas você pode usar cartas de fusão alternativas para trazer ele ao campo mais rapidamente, assim como usar cartas que fazem os materiais necessários estarem disponíveis mais rápido (como cartas que invocam tokens).

Dragon’s Mirror é uma das melhores cartas de fusão alternativa, pois permite que você invoque o FotD do Extra Deck por banir os materiais do seu cemitério, aqueles já usados antes para invocar outra cópia dele, ou aqueles enviados diretamente do seu deck ao cemitério, mas desde que sejam monstros normais. Em decks dragões ela também pode ser

Performapal Trump Witch foi lançada no Secrets of Eternity, um booster depois do nosso CDS, e agora já pode ser usada para ajudar a invocar ele. Em um deck Normal Pendulum, você pode fazer a Pendulum Summon dos monstros necessários e em seguida usar o efeito dela para invocar ele do Extra Deck. Em outras situações, você pode usar a Trump Witch para buscar a Polymerization do seu deck ou cemitério e fazer a fusão dele usando monstros da sua mão e campo.

Enfim, não tenho mais muito o que falar sobre o CDS já que o efeito dele não é muito complexo e a sua utilidade é bem óbvia, então vamos à decklist que eu testei:

Main Deck
Extra/Side Deck
Monsters [29]:
[3] Blue-Winged Crown
[3] Evilswarm Heliotrope
[3] Sky Scout
[3] Dragon Horn Hunter
[3] Dragoons of Draconia
[3] Flash Knight
[3] Foucault’s Cannon
[3] Lancephorhynchus
[2] Genex Controller
[1] Performapal Trump Witch
[1] Blackwing – Zephyros the Elite
[1] Rescue Rabbit
 
Spells [6]:
[3] Heart of the Underdog
[3] Polymerization
 
Traps [5]:
[3] Fiendish Chain
[2] Black Horn of Heaven
Extra Deck [15]:
[2] First of the Dragons
[1] Black Rose Dragon
[1] Scrap Dragon
[1] Castel, the Skyblaster Musketeer
[1] Daigusto Emeral
[1] Dark Rebellion Xyz Dragon
[1] Evilswarm Exciton Knight
[1] Gauntlet Launcher
[1] Ice Beast Zerofyne
[1] Leviair the Sea Dragon
[1] Lightning Chidori
[1] Number 61: Volcasaurus
[1] Number 66: Master Key Beetle
[1] Number 101: Silent Honor ARK

Deck baseado em algumas decklists de Normal Pendulum que eu encontrei no Youtube, eu só adaptei para colocar o First of the Dragons. Basicamente ele funciona da mesma forma que outros semelhantes, onde eu usou Heart of the Underdog para aumentar o número de monstros normais na minha mão durante a Draw Phase e então com a Pendulum Summon invoco vários no campo ao mesmo tempo, usando a Polymerization para fazer fusão usando Penduluns que vão para o Extra Deck para serem Pendulum Summoned no próximo turno.

Graças ao Harpie’s Brother Sky Scout e à Blue-Winged Crown, eu posso também fazer a Xyz Summon de Ice Beast Zerofyne e Lightning Chidori, dois monstros excelentes e necessários caso o objetivo seja tirar monstros fortes do campo ao oponente. O deck também contém um pouco de outro tipo de monstro de Extra Deck, os Synchros, que podem ser invocados com o Genex Controller em situações de emergência.

O deck já chegou a vencer singles contra Qliphort e Shaddoll, mas devido à falta de mais pêndulos no jogo (ou melhores), na maioria das vezes ele sofre bastante contra outros decks do momento, mas se você busca diversão é outra história.



Então é isso galerinha, espero que tenham gostado do post. A próxima semana vai ser a última que vamos falar de cartas do The New Challengers, então a partir do próximo CDS eu já começo a comentar de cartas do Secrets of Eternity. Comentem o que vocês acham do First of the Dragons e acrescentem informações ao post nos comentários. Não esqueçam de espalhar. Até mais.

Comentários
7 Comentários

7 Comentários:

Lucas Santos do Nascimento dos Santos disse:
1 de fevereiro de 2015 00:45

Olá ! Você pensou usá-lo "Pêndulo normal", eu acho deve fica ótica e apelo ele lá!

Guilherme Lerry dos Santos disse:
1 de fevereiro de 2015 03:38

Eu curto socar mais Synchro em deck Pendulum normal por que dai dá pra reciclar os monstros Pendulum mais facilmente. Ai a combinação Fusão + Synchro é foda.

Isaac Posada disse:
1 de fevereiro de 2015 15:41

A arte do the first of dragon é uma das minhas preferidas eu lembro que ja levei KO desse dragão no dueling network

Cyberblu disse:
1 de fevereiro de 2015 19:54

@Lucas, sim, já pensei em usar ele em deck Pêndulo Normal.

@Guilherme, é verdade, quando é focado em xyz acaba perdendo os pendulum. Agora fiquei querendo testar uma build com mais synchros.

@Isaac, sim a artwork dele apavora, e ele dá medo mesmo quando aparece no campo do oponente, mas nada que um Raigeki ou Dark Hole não resolva.

Isaac Posada disse:
1 de fevereiro de 2015 19:58

ei blu você acha que o first of the dragons combina em deck qliphort?

Cyberblu disse:
2 de fevereiro de 2015 22:59

@Isaac, poderia ser, em uma build mais barata até possível achar, mas teria que gastar alguns espaços com a Polymerization, e tem também a questão de que quando os penduluns normais na mão são usados como materiais de fusão eles são enviados ao cemitério normalmente, então primeiro teria que invocar eles por pendulum.

Isaac Posada disse:
3 de fevereiro de 2015 00:13

então eu não vou por o FOTD vou deixar meu deck como está. valeu blu.