24 de dezembro de 2014

Retrospectiva 2014 – Pt. 2/2: TOP 10: Cartas Lançadas esse Ano

Retrospectiva2

Eae galerinha, como vão? Essa é a segunda parte do Retrospectiva Nexus 2014, e o tema da vez é Top 10 cartas mais MARCANTES do ano. Notem que não é um top das melhores cartas, e sim das que mais se destacaram devido a algum fato. Além disso, estou contando apenas cartas que foram oficialmente lançadas no TCG. Confiram!

P.S.: Essa é uma lista pessoal, se você não concorda  fique a vontade para nos dizer a sua própria lista nos comentários dessa postagem.



Navegue por aqui (ou não):

10º LUGAR: Soul Charge
09º LUGAR: Fire Hand
08º LUGAR: Artifact Moralltach
07º LUGAR: Mathematician
06º LUGAR: Merlin
05º LUGAR: Michael, Lightsworn Arch
04º LUGAR: Castel the Skyblaster Musketeer
03º LUGAR: El Shaddoll Construct
02º LUGAR: Dante, Traveler of the Burning Abyss
01º LUGAR: Odd-Eyes Pendulum Dragon


10º LUGAR: Soul Charge

SoulCharge

Soul Charge
Normal Spell Card
Target any number of monsters in your Graveyard; Special Summon them, and if you do, you lose 1000 Life Points for each monster Special Summoned by this effect. You cannot conduct your Battle Phase the turn you activate this card. You can only activate 1 "Soul Charge" per turn.

E lá vamos nós. Senti que não poderia começar o post de outra forma sem ser mostrando uma carta que foi afetada pela banlist no decorrer de seu curto período de existência. Soul Charge foi lançada no Dragons of Legend juntamente com várias outras cartas clássicas, e enquanto alguns pensavam que ela não era muito boa para essa época, outros mostraram que ela poderia sim dar bastante dor de cabeça. Uma vez que ela pode reviver múltiplos monstros do cemitério pelo preço de 1000 Pontos de Vida cada, o “custo” pode parecer muito, mas acredite que em muitos casos vale a pena. Se você revive 2 monstros e usa eles para fazer um Xyz de Rank 4 como o Evilswarm Exciton Knight, pode destruir todas as cartas no campo, ou um Rank 7 como o Number 11: Big Eye para roubar um monstro do oponente, vale a pena perder 2000 de vida no processo.

Com Soul Charge e Call of the Haunted liberadas a três, o jogo passou por um período onde ter muitos monstros no Main Deck não era necessário já que os poucos monstros existentes podiam ficar voltando do cemitério toda hora. Exemplos de decks que se aproveitaram muito dessa carta: Dragon Ruler, Sylvan, Tellarknight e H.A.T. (Hand Artifact Traptrix), o que fez com que ela fosse limitada na lista pós-mundial de Outubro.

Ainda é uma ótima carta, mas acredito que em muitos casos nem compensa usar só uma cópia dela no deck que antes rodava 3.

09º LUGAR: Fire Hand

FireHand

Fire Hand
Level 4 / FIRE / ATK: 1600 / DEF: 1000
Pyro / Effect
When this card in your possession is destroyed by your opponent's card (either by battle, or by card effect) and sent to your Graveyard: You can target 1 monster they control; destroy that target, then you can Special Summon 1 "Ice Hand" from your Deck.

Calma, eu não estou desmerecendo a Ice Hand, mas na hora de escolher uma das duas tive que optar pela Fire já que teve uma época que ela era usada em um número maior de cópias do que a Ice, mas faça de conta que essa colocação é das duas, afinal o que seria de uma sem a outra? Enfim, Fire e Ice Hands também foram lançadas no Dragons of Legend e desde então têm sido a salvação para muitos decks.

A Fire destrói um monstro do oponente quando é destruída pelo mesmo, e depois disso ela permite você invocar a Ice Hand do deck, enquanto que essa destrói uma mágica ou armadlha do oponente quando for destruída por ele e permite você invocar a Fire do deck. Juntas elas podem limpar o campo do oponente em um turno, desde que você tenha várias cópias delas no deck e o oponente tenha cartas para destruir.

O lado negativo é que você só pode invocar a irmã de uma delas se o efeito de destruir for bem sucedido, e as duas também podem perder timing quando um efeito é ativado após elas serem destruídas, como quando são destruídas por Ryko, Lightsworn Hunter ou Soul Taker, mas esses pequenos detalhes não impediu ninguém de usar e continuar usando até hoje.

08º LUGAR: Artifact Moralltach

ArtifactMoralltach

Artifact Moralltach
Level 5 / LIGHT / ATK: 2100 / DEF: 1400
Fairy / Effect
You can Set this card from your hand to your Spell & Trap Card Zone as a Spell Card. During your opponent's turn, when this Set card in the Spell & Trap Card Zone is destroyed and sent to your Graveyard: Special Summon it. If this card is Special Summoned during your opponent's turn: You can destroy 1 face-up card your opponent controls.

De longe o melhor Artifact. Como todos do archetype, ele pode ser setado da mão na zona de mágicas e armadilhas e quando destruído por lá, você pode Special Summon ele na zona de monstro, e então se isso aconteceu durante o turno do oponente, você pode destruir uma carta virada para cima que o oponente controla. Nota que o efeito de destruição dela não faz alvo, podendo até mesmo destruir um Noble Knight equipado com uma Noble Arms – Excaliburn.

Talvez se você fosse depender apenas do Moralltach ser destruído por uma MST do oponente ele não seria tão popular, mas graças às seguintes cartas de suporte: Artifact Beagalltach, Artifact Ignition e Artifact Sanctum, você pode colocar cópias dele em praticamente qualquer deck, ainda mais quando se pode aproveitar do efeito de destruição dele quando o mesmo é ressuscitado por uma Call of the Haunted.

Legal, não é mesmo? Sim, e de tão legal a partir de Janeiro do próximo ano só poderemos usar uma cópia dele por deck, então com certeza ele tinha que ser lembrado nessa Retrospectiva, mesmo sendo um monstro do booster Primal Origin que eu praticamente comentei na retrospectiva do ano passado (que incluia cartas lançadas no OCG também).

07º LUGAR: Mathematician

Mathematician

Mathematician
Level 3 / EARTH / ATK: 1500 / DEF: 500
Spellcaster / Effect
When this card is Normal Summoned: You can send 1 Level 4 or lower monster from your Deck to the Graveyard. When this card is destroyed by battle and sent to the Graveyard: You can draw 1 card.

Essa é a terceira e última carta do Dragons of Legend a aparecer na lista, eu prometo. Acredite que eu iria colocar o Kuribandit no lugar dele, mas de última hora percebi que seria melhor trocar pois o Kuribandit teve o seu tempo, mas após o Duelist Alliance deixou de ser tão usado. Isso porque no Duelist Alliance foi lançados os Shaddolls e Burning Abyss, onde o Mathematician se deu muito melhor que seu companheiro que também envia cartas do deck ao cemitério facilmente.

Duelist Alliance também trouxe a Felis, Lightsworn Archer, que junto com o Mathematician cria uma tech de destruição simples e prática, e inclusive você pode rodar uma cópia de Arcanite Magician em decks com essa dupla, e é um ótimo Synchro de Level 7 com efeito de destruição em massa (além do Black Rose Dragon).

Mathematician diferente de Foolish Burial só envia monstros de Level 4 ou menor do deck ao cemitério, mas já está ótimo para a maioria. Quando ele é destruído em batalha e enviado ao cemitério, você pode comprar 1 carta, logo você pode invocar ele normalmente sem medo pois com seus 1500 pontos de ATK não vai fazer você levar muito dano o envolvendo em uma batalha.

06º LUGAR: Merlin

Merlin

Merlin
Level 3 / DARK / ATK: 1400 / DEF: 500
Spellcaster / Effect
You can only use each effect of "Merlin" once per turn. ● You can Tribute this card; Special Summon 1 "Noble Knight" monster from your Deck. You cannot Special Summon monsters the turn you activate this effect, except "Noble Knight" monsters. ● During either player's turn: You can banish this card from your Graveyard; immediately after this effect resolves, Synchro Summon 1 "Noble Knight" Synchro Monster using monsters you control. ● During either player's turn: You can banish this card from your Graveyard; immediately after this effect resolves, Xyz Summon 1 "Noble Knight" Xyz Monster using monsters you control.

No Noble Knights of the Round Table Box Set, que trouxe os últimos suportes para Noble Knight (até agora), uma das cartas novas foi Merlin, o poderoso mago e profeta das lendas arturianas. A princípio os efeitos de Merlin podem parecer patéticos, mas só quem joga com o archetype sabe o quanto ele é útil e compensa usar 3 cópias deles no deck.

Depois veja o meu post que falei apenas dele e tire suas próprias conclusões.

05º LUGAR: Michael, the Arch-Lightsworn

Michael,theArc-Lightsworn

Michael, the Arch-Lightsworn
Level 7 / LIGHT / ATK: 2600 / DEF: 2000
Dragon / Synchro / Effect
1 Tuner + 1 or more non-Tuner LIGHT monsters
Once per turn: You can pay 1000 Life Points, then target 1 card on the field; banish that target. When this card is destroyed: You can target any number of other "Lightsworn" monsters in your Graveyard; shuffle them into the Deck, and if you do, you gain 300 Life Points for each returned card. During each of your End Phases: Send the top 3 cards of your Deck to the Graveyard.

No Structure Deck: Realm of Light, que trouxe suportes para Lightsworns (e fizeram eles brilhar da mesma forma como brilhavam em sua época), foi lançado o Synchro e segundo boss para o archetype: Michael, the Arch-Lightsworn. Ele é quase um Synchro genérico se não requeresse um monstro não-tuner de atributo LIGHT em seu texto.

O que faz dele ser uma ótima carta para diversos decks é o primeiro efeito, que por pagar 1000 Pontos de Vida você pode selecionar e banir 1 carta no campo. Sim, você leu certo, BANIR, que vale muito mais do que DESTRUIR. Muitas vezes já usaram um desse em meu Battlin’ Boxer Lead Yoke no Duel Arena, garantindo o meu lose, e com certeza que ele já foi usado em várias outras situações onde um Black Rose (ou Arcanite Magician em determinados decks) não iria resolver.

Sem contar que dentro do próprio deck Lightsworn ele é muito requisitado. O efeito de saída dele permite você embaralhar aquelas cópias indesejadas de Lightsworns do cemitério de volta ao deck, até prolongando o seu tempo de jogo antes que fique sem cartas no deck e ganhando Pontos de Vida que mais tarde podem ser muito úteis para você usar o efeito do supremo Judgment Dragon.

04º LUGAR: Castel, the Skyblaster Musketeer

CasteltheSkyblasterMusketeer

Castel, the Skyblaster Musketeer
RANK 4 / WIND / ATK: 2000 / DEF: 1500
Winged Beast / Xyz / Effect
2 Level 4 monsters
You can detach 1 Xyz Material from this card, then target 1 face-up monster on the field; change it to face-down Defense Position. You can detach 2 Xyz Materials from this card, then target 1 other face-up card on the field; shuffle it into the Deck. You can only use 1 "Castel, the Skyblaster Musketeer" effect per turn, and only once that turn.

Na retrospectiva do ano passado eu comentei sobre o Exciton e 101 nas primeiras colocações do retrospectiva, porém eu jamais desconfiava que algo pior (no sentido de melhor) fosse ser lançado esse ano, justo no ano que nos livramos de Yu-Gi-Oh! Zexal. Tá, Castel pareceu meio fraco no começo devido a sua vulnerabilidade, mas você sabe que uma carta como essa cai no gosto (e necessidade) dos jogadores quando no mínimo duas cópias dela começam a serem usadas no Extra Deck.

Depois não esqueça de conferir o post que eu fiz sobre essa carta, ficou muito bom.

03º LUGAR: El Shaddoll Construct

ElShaddollConstruct

El Shaddoll Construct
Level 8 / LIGHT / ATK: 2800 / DEF: 2500
Spellcaster / Fusion / Effect
1 "Shaddoll" monster + 1 LIGHT monster
Must first be Fusion Summoned. If this card is Special Summoned: You can send 1 "Shaddoll" card from your Deck to the Graveyard. At the start of the Damage Step, if this card battles a Special Summoned monster: Destroy that monster. If this card is sent to the Graveyard: You can target 1 "Shaddoll" Spell/Trap Card in your Graveyard; add it to your hand.

A musa, a diva, a destruidora. El Shaddoll Construct (a.k.a. Nephilim) é o boss do novo archetype Shaddoll e uma das melhores cartas do conjunto. Para entender o quão forte ela é basta você ter conhecimenhtos básicos sobre o deck. O primeiro efeito dela, por exemplo, permite que você envie qualquer Shaddoll do deck ao cemitério quando ela é Special Summoned, e isso te dá várias possibilidades já que tais monstros enviados podem ativar seus efeitos do cemitério imediatamente. Você pode enviar um Shaddoll dependendo do que está precisando no momento, tipo destruir uma S/T, comprar uma carta, ou até mesmo reviver um monstro.

O segundo efeito é um Ally of Justice Catastor melhorado, pois quando ela batalha com um monstro qualquer que foi Special Summoned, ele é imediatamente destruído. Destruir a Construct com seus 2800 de ataque por batalha também não é uma tarefa fácil, restando então a destruição por efeitos de cartas, o que nos leva ao terceiro efeito dela. Quando é enviada ao cemitério, você pode reciclar uma mágica ou armadilha Shaddoll do cemitério, incluindo a própria Shaddoll Fusion para você invocar uma outra cópia dela em seguida.

Ou seja, El Shaddoll Construct apela em todos os sentidos. Ponto.

02º LUGAR: Dante, Traveler of the Burning Abyss

Dante,TraveleroftheBurningAbyss

Dante, Traveler of the Burning Abyss
RANK 3 / LIGHT / ATK: 1000 / DEF: 2500
Warrior / Xyz / Effect
2 Level 3 monsters
Once per turn: You can detach 1 Xyz Material from this card and choose a number from 1 to 3, then send that many cards from the top of your Deck to the Graveyard; until the end of this turn, this card gains 500 ATK for each card sent to the Graveyard this way. If this card attacks, it is changed to Defense Position at the end of the Battle Phase. If this card is sent to the Graveyard: You can target 1 "Burning Abyss" card in your Graveyard, except this card; add it to your hand.

Dante é o protagonista da Divina Comédia que acaba de começar a ser impressa exclusivamente no TCG. Ele é um Xyz de Rank 3 genérico que tem muito a nos oferecer: Envia cartas do deck ao cemitério, podendo ficar com 2500 de ATK, e é mudado para a Posição de Defesa depois de um ataque, para no turno do oponente defender seu campo com 2500 de DEF. E, em um deck do archetype Burning Abyss no qual faz parte, tem um efeito de saída que vale muito a pena, reciclando uma carta.

Depois dê uma conferida nesse super-mega post que fiz sobre o Dante e os Burning Aids e conheça a história e as principais jogadas do deck.

01º LUGAR: Odd-Eyes Pendulum Dragon

Odd-EyesPendulumDragon

Odd-Eyes Pendulum Dragon
Level 7 / DARK / ATK: 2500 / DEF: 2000
Dragon / Pendulum / Effect
Pendulum Scale: 1/1
Pendulum Effect: You can reduce the battle damage you take from a battle involving a Pendulum Monster you control to 0. During your End Phase: You can destroy this card, and if you do, add 1 Pendulum Monster with 1500 or less ATK from your Deck to your hand. You can only use each Pendulum Effect of "Odd-Eyes Pendulum Dragon" once per turn.
Monster Effect: If this card battles an opponent's monster, any battle damage this card inflicts to your opponent is doubled.

O monstro ás do Yuya não poderia deixar de ser o Top 1 dessa lista. Se eu paguei pau pro Arc-V na parte 1 da Retrospectiva, já era de se esperar o que eu ia escolher.

Odd-Eyes Pendulum Dragon é o cover card do Duelist Alliance e um dos melhores entre os poucos Penduluns que existem. O fato dele ser o monstro principal do protagonista do novo anime faz com que possamos esperar por futuros suportes e evoluções, que até o momento 2 já estão confirmadas (Beast-Eyes e Rune-Eyes).

O efeito Pendulum do nosso top 1 é bastante útil, nem tanto pelo de reduzir um dano que você receberia envolvendo outro Pendulum, mas sim pelo de se auto-destruir (e ser enviado para o Extra Deck) e adicionar qualquer Pendulum com 1500 ou menos de ATK do deck a mão durante a sua End Phase. Com isso você pode já pode buscar vários penduluns, e na lista inclui o Stargazer e Timegazer Magician, além de vários Performapals, monstros esses também usados pelo Yuya no anime.

Já o efeito de Monstro dele irá dobrar todo o dano que o oponente receber envolvendo um monstro dele e o próprio Odd-Eyes, sendo possível assim vários OTKs como já mostrados no anime. Nota que o Odd-Eyes continua sendo um monstro que pode ser Normal ou Special Summoned de outras formas além da Pendulum, então se você procura usar esse efeito de monstro dele, pode colocar em qualquer deck.

Enfim, essa é a primeira vez que eu falo do Odd-Eyes aqui no blog, e mesmo que pouco, foi proposital. Eu estava esperando a hora certa para introduzir os Penduluns nos posts, principalmente na série Carta da Semana. Em 2015 muito mais está por vir.


Tenho certeza que deixei de colocar várias cartas marcantes na lista, então nos ajude a lembrar delas nos comentários dessa postagem. E lembre também de compartilhar o post com os seus amigos, ajuda bastante.

Feliz Natal adiantado e até mais!

Comentários
8 Comentários

8 Comentários:

Carlos Eduardo disse:
24 de dezembro de 2014 16:05

Nem um Qliphoth?

Gabriel do P. Arofo disse:
24 de dezembro de 2014 21:00

E o apoqliphort killer, dark magician of illusions e amulet dragon?????

Marcondes Gabriel disse:
25 de dezembro de 2014 01:48

Enquanto ao number 101: silient honor ARK! essa carta foi e continua sendo OverPower capaz de tirar a maioria dos "Chefões" dos deck! BLS, DAD, Shaddoll Construct, Judgmant Dragon, Red nova dragon... enfim merecia pelo menos está na lista.

Duds disse:
25 de dezembro de 2014 10:16

Bem, acho q a melhor foi o Dante mas td bem...
Prefiro a Sanctum do q a zica do Moraltech na mão...
Merlin nem jogou...
Poderia falar da Denko Sekka ou de Qliphort Scout, que foram muito importantes no final do formato.

Cyberblu disse:
25 de dezembro de 2014 16:32

@Carlos, eu não considerei o The New Challengers para a lista, achei que como esse ano teve vários produtos de cartas novas se adicionasse ele que é algo recente eu não me sentiria bem.

@Gabriel, mesma coisa, não considerei o lançamento dos Qliphorts, Dark Magician of Illusions foi promo e o Amulet Dragon não achei que seria interessante até mesmo por já ter 3 cartas do Dragons of Legend na lista.

@Marcondes, como eu disse, não falei do 101 e Exciton pois eles já foram comentados (como 1º e 2º lugar) no Retrospectiva do ano passado, no qual incluía cartas do OCG também.

@Duds, pensei em colocar a Sanctum ou a Stellarnova Alpha para ter pelo menos uma Trap na lista, mas sou fã boy dos monstros então deixei o Moralltach mesmo. Merlin pode nem ter jogado, mas quem é fã do archetype com certeza curtiu que ele foi lançado, mesmo que pudesse ser um pouco melhor para tornar o archetype um semi-meta. E, mais uma vez, não considerei o The New Challengers.

___

Obrigado pelos comentários galera, sei que todos fariam a lista de uma forma diferente, e isso que eu acho legal, existem várias possibilidades dentro desse jogo. Até mais.

Blog do atoa disse:
27 de dezembro de 2014 00:48

O Matemático não é antigo não? Lembro ver o Bastion usar...

Cyberblu disse:
27 de dezembro de 2014 10:08

@Blog do atoa, ele apareceu no Yu-Gi-Oh! GX, mas só foi lançado esse ano no Dragons of Legend que também lançou várias cartas clássicas que ainda não tinham.

Solaire disse:
29 de dezembro de 2014 08:06

Boa matéria blu!!!! Parabéns...informações completas!!!!