4 de outubro de 2014

Carta da Semana #131: Glow-Up Bulb

GlowUpBulb

Eae galerinha, como vão? Bom, o novo formato começou e conforme prometido, hoje eu vou falar da outra carta que saiu da lista de cartas banidas e agora está limitada…

Glow-UpBulb

Glow-Up Bulb
Level 1 / EARTH / ATK: 100 / DEF: 100
Plant / Tuner
You can send the top card of your Deck to the Graveyard and Special Summon this card from the Graveyard. Each player can only use the effect of "Glow-Up Bulb" once per Duel.



Glow-Up Bulb é uma das melhores monstros do tipo Plant, é Tuner e têm um efeito de auto-revival. Essas características, somadas às características do metagame da época, fez com que ela fosse imediatamente banida em Março de 2012, na mesma lista que baniu Trishula.

Essa é uma época do jogo que eu mais lembro de ter participado e quando o deck Plant Synchro caiu, muitos começaram a alvejar os novos monstros Xyz, que até pouco tempo atrás estavam em seu auge. Porém vamos deixar historinhas de lado e focar no agora: Glow-Up Bulb está de volta e acredito que seja um teste da Konami para ver como ela se adapta ao novo formato.

Efeito resumido: Se ela estiver no cemitério, você pode enviar 1 carta do topo do deck ao cemitério para Special Summon ela. Cada jogador só pode usar esse efeito de “Glow-Up Bulb” uma vez no duelo.

O efeito é “uma vez no duelo”, o que significa que você só pode reviver ela desta maneira uma vez. Isso faz uma possível retirada da banlist muito provável de acontecer mais para frente. Quando ela foi banida em primeiro lugar, saiu diretamente de 3 cópias permitidas para 0. É o mesmo caso do Blackwing – Zephyros the Elite, que tem um efeito “uma vez no duelo” e está ilimitado.

Agora se formos pensar de um outro ângulo, três cópias de Glow-Up Bulb poderiam ser um problema no caso do jogador utilizar elas de outras formas, digo, invocando ela diretamente do deck por uma Lonefire Blossom, do cemitério por Miracle Fertilizer, ou em um deck Sylvan com Cherubsprout ou Peaskeeper.

SylvanCherubsprout SylvanPeaskeeper
Deck Sylvan perdeu duas cópias de Soul Charge e ganhou uma Glow-Up Bulb nesse formato.

Por ser Tuner de Level 1, abre caminhos para várias Synchro Summons rápidas, como o Formula Synchron, que recentemente foi permitido a 3 e que quando invocado você pode comprar uma carta, além de também ser Tuner.

Dentro do próprio deck Sylvan, o efeito de enviar uma carta do topo do deck ao cemitério, que não é o custo para reviver a Glow-Up, pode ser muito útil, inclusive abrindo caminho para você invocar o Sagequoia da mão, que juntos podem fazer uma sincronização de Level 8. Todos sabemos como que esse nível é tão importante para os Sylvans, afinal abre caminho para a invocação de um dos melhores Xyz do jogo.

Uma jogada básica em deck Plant é usar Dandylion e Glow-Up Bulb para fazer um Synchro de Level 4, invocando 2 Fluff Tokens, revivendo Glow-Up Bulb do cemitério por seu efeito e usando ela + um token para fazer o Formula Synchron, comprando 1 carta; Depois usando seus dois Synchro (Level 4 + 2) e o outro token (Level 1) para uma invocação de Level 7 como o Black Rose Dragon para limpar o campo. Tudo isso com apenas 2 cartas iniciais em campo.

ShootingQuasarDragon
Você entraria em um avião cujo piloto acabou de invocar um Quasar?

Jogadas mais complexas envolvendo a nossa Carta da Semana permitem a invocação de um deus: Shooting Quasar Dragon. Nesse caso, a Glow-Up pode ser usada tanto para fazer o Formula quanto para um outro Synchro necessário para a invocação do Quasar.

Quando o Legendary Collection 5D’s for lançado, será comum vermos mais jogadores usando deck focado no Quasar, já que atualmente ele é quase impossível de conseguir no TCG. E agora dando uma de LG, certeza que a limitação da Glow-Up Bulb foi puro marketing para vender a nova coleção. $$. Coleção essa que inclusive terá reprint do Stardust Dragon e Black Rose Dragon depois de tanto tempo.

AkiA nossa diva. Foi difícil escolher apenas uma fanart para colocar aqui.

Com a limitação da Glow-Up Bulb, imagino três cenários possíveis daqui para frente:

1º: Os jogadores encontram uma maneira de abusar da carta fazendo com que no próximo formato ela seja banida, após a Konami conseguir um bom lucro com o Legendary Collection 5D’s.

2º: Poucos decks começam a usar, com moderação, afinal o jogo hoje é mais diversificado e rápido do que quando ela foi banida em 2012. A Konami então vê que limitar a carta foi uma boa escolha, após conseguir um bom lucro com o Legendary Collection 5D’s, e então começa a pensar em deixa-la ilimitada.

3º Os jogadores encontram uma maneira de abusar, ainda fazendo com que no próximo formato ela seja liberada a 3, afinal a Konami, após conseguir um bom lucro com o Legendary Collection 5D’s, quer ver o circo pegar fogo! Nessa hora, um deck Synchro novo já estará surgindo para disputar o Tier 0 junto com Shaddoll.

Assim como Raigeki, acredito que a nossa Carta da Semana e outras mudanças polêmicas da lista são testes para o jogo. Não digo para que esses testes são para tentar deixar o jogo equilibrado, pois sabemos que ele nunca será. Por isso que mês passado eu não fiz post de previsão. Desde que as listas se separaram, ficou mais difícil prever as mudanças que vão ocorrer no nosso lado. Por exemplo, eu esperava que Dark Strike Fighter seria desbanido, já que ele sofreu uma pequena errata no efeito, mas ao invés Raigeki e Glow-Up Bulb que saíram das banidas.


Então é isso galerinha. Deixem a opinião de vocês sobre essas surpresas da banlist que acabei de citar. É importante, então comentem em baixo e até mais!

Comentários
7 Comentários

7 Comentários:

Odd Eyes Dragon disse:
4 de outubro de 2014 20:22

muito bom o post, eu desconhecia o poder desse tal deck sylvan

Odd Eyes Dragon disse:
4 de outubro de 2014 20:23

e espero que quando o quasar for lançado ele não vire modinha, é foda enfrentar ele no ygopro porque os caras conseguem invocar 3 de uma vez

Cyberblu disse:
4 de outubro de 2014 20:50

@Odd, deck Sylvan é bem interessante, trouxeram uma nova mecânica para o jogo permitindo que outras cartas como Kuribandit fossem lançadas, além de fazerem tanto Synchro e Xyz. Quanto ao Quasar, acho que o impacto não será tão grande, afinal é fácil de combater ele hoje em dia, ou combater jogadas que invocam ele.

Labyrinth Wall disse:
5 de outubro de 2014 00:03

mesmo sendo Earth, eu posso acabar testando esse cara no meu deck ainda, por causa do nº alto de Synchros que meu deck está fazendo!!

Odd Eyes Dragon disse:
5 de outubro de 2014 00:04

Eu tenho uma pergunta, vocês acham que Pot of Greed pode ser limitado algum dia? Eu vejo tantas cartas de draw que estão liberadas e ela que tenho certeza que nem entraria em muitos decks continua banida, expliquem

Guilherme Lerry dos Santos disse:
5 de outubro de 2014 20:14

Pot of Greed entraria em TODOS os DECKS, TODOS, sem exceção. Não existe uma unica carta de Draw que faz o que ela faz, se não Graceful Charity.

Agora sobre o post: Glow-Up Bulb é tão Genérica que doí.

Cyberblu disse:
6 de outubro de 2014 13:45

Por of Greed é carta que entraria em todos os decks já que não tem outra carta +2. Graceful Charity é ainda pior, pois descarta cartas para o cemitério. Se um dia PoG voltar, vai ser para acelerar mais ainda o jogo, e como sempre os decks meta que se beneficiam com isso.