14 de setembro de 2014

Banlist Outubro 2014 - Apostas.


Vamos as apostas de uma lista que promete ser tão chata quanto a anterior.

EDIT: Saiu a lista, clique aqui para ver!



Relembrando que aqui só estamos dando palpites do que PODE realmente acontecer, não do que deve acontecer, deixarei claro o porque de cada mudança e depois depende do julgamento de cada um em acreditar, concordar, discordar, boicotar e etc. No mais, vamos as mudanças dividido por faixa de limitação da própria banlist:

Banido: 



Como todos sabem no meio do próximo formato Qliphoths chegam ao TCG pelo Next Challenger e o potencial do deck já é temido mesmo antes dele pisar aqui. Não é mentira para ninguém também, que eles concentram a força do deck em quase todo turno fazer Pendulum Summon afim de bater no oponente, ou usar os próprios monstros para tributo para invocações avançadas de outros. Limiter Removal é a carta que dá ao deck poder de OTK sem custo nenhum, já que o efeito reverso no final do turno de destruir todos os machine que ela afetou faz eles voltarem ao extra e depois voltarem ao campo no turno seguinte por Pendulum. Geralmente você concentra 3 Qliphoths em campo com 1800~2100 cada, que viram beatstickers com 3600~4200 ATK cada com ela. Mas, o argumento que vem contra a essa mudança é corretíssimo em dizer que pelo fato deles chegarem só no meio do formato, achar uma build deles boa e que TALVEZ encaixe LR já vai ser tempo de mais uma lista e nessa banlist, essa mudança seria mais correta de acontecer. Vamos ver se a Konami vai seguir a linha de limitar/banir antes de acontecer ou se vai abrir as pernas dessa vez.


Por muitos anos ela está a 1 e nunca foi motivo de reclamação, afinal, apenas se colocava um monstro no cemitério e lá ele ativava seu efeito ou servia para alguma invocação, portanto, o que faz ser banível hoje? Estamos em um cenário do jogo em que tudo que se envia rapidamente ao cemitério de modo genérico é perigoso, devido aos efeitos dos Shaddolls e Burning Abyss. Quem nesse quesito é a principal carta? Foolish Burial. Seu efeito automaticamente passa de "envie um monstro do deck ao cemitério" para "Envie um Shaddoll X para destruir S/T, retornar qualquer carta para a mão..." e assim vai, ou "Envie um Burning Abyss X para trazer outro direto pro campo, invocar outro do cemitério, ou add um Fiend Level 3 para a mão". E isso se faz sem gastar nenhuma Normal Summon (O que significa ter a possibilidade de setar monstros em campo) e sem ter a obrigação de colocar algum monstro em campo que não atrapalhe o andamento do seu jogo. Por isso, quando se perguntarem do porque Foolish ter uma possibilidade maior de ser acertada do que um Mathematican ou um Armaggedon Knight, lembrem-se que ela é um mágica normal genérica e mágicas normais genéricas não restringem seu jogo.

Limitado: 



Sua limitação depois da errata (Seu efeito agora é "once per turn") seria algo normal, porém, sem data certa de acontecer. Fica a dúvida se isso vai acontecer antes ou depois que um reprint dele rolar. Seria um excelente level 7 genérico para finalizar duelos. 

Semi-Limitado:


Seguindo a linha da Tsukuyomi e da Magician of Faith, a cada lista se uma carta que estava banida há muito tempo não fazer um tremendo estrago, ela vai sendo liberada a mais cópias. Goyo entra nesse quesito pelo fato de não ter emplacado por aqui, mesmo sendo a referência em deck synchros que podem chegar ao nível 6, seu efeito que lhe baniu anos atrás não é mais tão forte, também vamos concordar, fica difícil num metagame controlador e recheado de armadilhas...


Meu último post sobre trap line diz vários motivos sobre o porque Torrential anda muito desvalorizada e esses podem ser belos motivos para uma possível semi-limitação. O que vai contra a isso é que ela é uma carta que mesmo assim ainda é forte contra vários decks de tiers inferiores, assim, sendo mais fácil deixar como está. 


Não mais na lista:



Quem diabos usa Magician of Faith competitivamente? E que mal ela trás pro jogo a dois? E ela vai seguindo os passos da Tsukuyomi.


Essa mudança pode ser polêmica. Tengu não ativa efeito quando é separado como material Xyz, mas ativa quando é usado para material Synchro. Mesmo segue para Ritual. E até para fusion (Like Mask Change); E ainda é buscável por Tenki. Porém, a relevância dele a três poderia ser pequena. Eu o vejo bastante útil com três cópias, sua consistência seria interessante. Ele encaixaria melhor em decks como Scrap e Fire Fist, cuja relevância é pequena no jogo. Synchros não estão tão fortes, e em demais decks ele seria um floater apenas. Vamos lá, antes que me chamem de louco: Ele PODE voltar a ser liberado, mas isso não quer dizer que ele deve ou que vai ser. Eu adoraria vê-lo a 3 em um tempo com Soul Charge a 3, Lone a 2 em um deck Plant Quasar (Isso impulsionaria mais ainda as vendas do Legendary Collection).

Menções Honrosas: 



Quantas cartas existem no jogo hoje, liberadas para uso, que virem jogos sozinhas? Apenas uma, a própria Soul Charge. E ela não é tão boa quanto outras que estão propriamente banidas por serem simples e sem balanceamento nenhum (Soul Charge é uma carta balanceada demais e que pune os maus jogadores), como a própria Heavy Storm, que se voltasse, ia ser um desastre completo no jogo, e não precisamos da presença dela no jogo para não fazer stall nos jogos, temos Exciton, Black Rose Dragon, Trap Stun, Wiretap para isso, e claro, o famoso Skill, não é? E por causa de Skill e de uma banlist inédita e favorável, o campeão mundial foi Infernity. Esqueçam essa história de que todo campeão mundial deve ser nerfado porque antes foi assim. Me digam, antes nós tivemos uma banlist para YCS, regionais, continentais e nacionais e outra lista totalmente diferente para mundial? Não. Infernity já fora penalizado o suficiente com Infernity Barrier a um. Aprendam a lidar com o estilo de jogo, chato, do deck. 
____________________________________________________

Tentei ser o mais parcial possível, cortei muita coisa que eu achava que poderia ser alterado, tentando chegar ao mais próximo da realidade da próxima banlist, que cada vez passa para nós que não vai ter mudanças radicais quanto achamos. O que vocês acham?

Obs: Não coloquei porque achava irrelevante, mas vai essa nota aqui: Não se surpreendam se verem Tribe-Infecting Virus limitado.

Comentários
21 Comentários

21 Comentários:

ABCD disse:
14 de setembro de 2014 11:31

Podem não entrar agora na ban, mas Instant Fusion e Super Poly estão bem pertos ... Acredito que não passarão do próximo formato. Limitadas ou semi-limitadas.

alex disse:
14 de setembro de 2014 12:03

cara kd a super poly e a soul charge...com ctz elas merecem ser pelo menos limitadas!

LG disse:
14 de setembro de 2014 12:16

Instante fusion vai ser tocada sim, mas só quando a noden fusion vim pro TCG. Super poly.. Não sei. Acho que el shaddolls fusion vai vim pro TCG e vai substituir super poly nos main decks. Soul charge não deve ir pelo motivo que falei: ela é a única carta genérica do metagame que vira jogos, rogue decks precisam dela, ela que dá um toque de imprevisibilidade no jogo. E ela é pra quem sabe jogar, como eu disse.

Adson disse:
14 de setembro de 2014 12:38

Muito bom, discordo do Goyo, por mais que seu efeito não seja efetivo no formato atual, ainda é um lv 6 genérico de 2800 fucking atk. a 1 tá ótimo.

Super-poly eventualmente vai cair na lista, com a chegada de fusions genéricas, ta cada vez mais fácil usar monstros do oponente em fusoes.

Limiter acho que nao vai ser banido puramente pra vender Qliphot ainda mais.

Meus desejos:
Heavy devolta, com certeza que não volta nesa próxima, mas esse formato full traps limita muito os decks pra toparem.

De resto ta bom como tá

LG disse:
14 de setembro de 2014 12:47

Acho que o goyo mesmo tendo esses atributos, ele vai esbarrar nos pendulums e no fato de não conseguir invocá-los depois de destrui-los. Xyz a mesma coisa... E hoje vc tem pouco espaço p MTA coisa no deck, ninguém usaria mais que um goyo.

Paulo Henrique Sinquini disse:
14 de setembro de 2014 13:03

Olha eu acho que soul charge deveria SIM, entrar na lista limitada pelo menos
"Ah ela puni maus jogadores"
Foda-se ela é uma carta totalmente absurda, ela praticamente traz qualquer xyz em campo, como o caso do exciton, e uma unica carta virar o jogo sozinha acho muito injusto.
e torrential a 2? kkk
já não basta as traps OP que temos?

Paulo Ricardo sousa costa disse:
14 de setembro de 2014 13:03

tem que mexer sim nos infernitys afinal o jogo e para dois.

Guilherme Lerry dos Santos disse:
14 de setembro de 2014 13:08

Odeio trap queria Heavy de Volta, mas, como o LG disse, não vai acontecer. O jeito é ficar lidando e aguentando esse meta control puro infernal que deck random de combo sem trap não faz nada.

Concordo com a maioria, descordo de Limiter Removal e Infernity intocado. Mas não acho que eles vão quebrar a perna do deck, talvez um hit pra semi, só simbólico mesmo.

Joao Lucas disse:
14 de setembro de 2014 14:28

Concordei com sua linha de pensamento LG, e queria que Tengu fosse liberado à 3 também, e Heavy Storm voltasse nesse formato de full trap (Não é atoa que um deck com 3 Royal Decree topou), mas sei que isso não vai acontecer, não agora pelo menos.

Emerson Martins de Deus disse:
14 de setembro de 2014 14:41

Gostei do post LG, para ser sincero eu nem tinha em mente o que tocar além dos clichês que todo mundo comenta(exceto os absurdos que você encontra em fóruns e páginas amadoras '-').

Eu não acho que Limiter Removal vai ser tocada, eu conheço esse negocio da Konami de antecipação como você citou, que foi o caso dos Jars, por exemplo, mas sinceramente, não acho que ela vai ser tocada, até porque, mesmo com um combo interessante e possibilidades de OTK, ainda se vê decks Qliphort que se quer usam ela no OCG(finalmente o nosso formato esta próximo do deles, agora que Shaddoll e Tellar chegaram, só falta ganharmos as engines que são trabalhadas na maior parte dos decks de lá cof cof Star Seraph cof cof).

Acho que Foolish Burial foi sua melhor aposta, na minha opinião, eu nem tinha me lembrado dela para banlist, mas é verdade o que é dito no sue post sobre ela, esse efeito aparentemente simples que ela tem, começa a ganhar poder com a chegada de decks que jogam muito bem com cemitério farto, coisas chatas que acontecem durante o jogo contra Shaddoll por exemplo, é quando você ativa uma carta continua que provavelmente veio do seu side, e uma simples Foolish que envia Dragon ao cemitério tira ela sem nem ter tido tempo de aproveitar a sua carta o suficiente.

Sobre Strike e Goyo eu não tenho nada a falar de relevante, só que são boas apostas também.

Sobre Torrential Tribute, eu acho algo difícil de acontecer, mas que não deixa de ser possível, eu até gostaria de citar o OCG que liberou ela a 3, mas nem conta, porque eles tem Heavy(X_X), acho que o principal motivo para que ela não seja tocada, é que diminuiria ainda mais a força dos decks Combo que ainda tentam se sustentar no jogo.

Acho que a parte que mais apreciei no seu post foi o final em que você fala sobre Soul Charge e o deck Infernity, primeiramente de Soul Charge, sinceramente acho que ela vai ser ao menos semi, mas que ela é uma carta balanceada, eu concordo totalmente com você, é como eu já vi alguns comentando, Monster Reborn chegava a ser mais efetiva que Charge nos jogos, não tinha custo, e você ainda tinha sua BP, ou seja, uma jogada com mais efeito, e não como acontece em boa parte das vezes onde é uma jogada que serve para segurar seu jogo, já que você não vai poder ser muito agressivo após ativa-lá.

E sobre Infernity, na boa, seria ridículo se o deck fosse tocado pela lista de forma negativa, até então, tinha um papo que todo mundo falava que foi a lista inédita que os favoreceu tanto, mas outros comentavam, que mesmo com lista diferente, o deck ainda sim era muito forte e foi campeão mundial, mas isso seria algo que avaliaríamos com o tempo(alias, eu lembro de ver um comentário seu em uma page defendendo Infernity em questão a próxima lista), mas o tempo passou, e aí? Onde esta Infernity agora? No fundo da privada, acharam que após a vitória o número de jogadores Infernity e campeonatos topados por ele iam aumentar? Eles passariam a ganhar um espaço maior no metagame? Iam ter seu pedaço do bolo? Não, nada disso aconteceu, desde que se passou o mundial não lembro de ver se quer 1 Infernity topando por aí, o deck esta mais esquecido do que no formato passado, que eu lembro de ver alguns topando e topando bem, se o deck esta tão abandonado assim no nosso amado TCG, por qual motivos mexeriam em um deck que não teve relevância nenhuma no jogo além da vitória do mundial? Quantos torneios importantes Infernity ganhou além daquele com lista favorável? Acho que os jogadores deviam pensar nisso, antes de pedir para mexer em Infernity, que esta quase indo descarga abaixo.

Muito bom LG, só não peço desculpas pela bíblia, porque to sentindo que tu precisa de mais Deus no teu coração -q

Obs: Jogadores de Infernity, por favor não entendam meu comentário sobre o deck como uma ofença, só expressei minha visão da situação deles após o mundial, em momento algum eu quero dizer que o deck é ruim ou uma "bosta".

(Chaos Warrior)Utopia disse:
14 de setembro de 2014 18:38

queria que Heavy voltasse soh pra testar uma teoria que tenho, quanto ao resto, bem sensato, creio que a banlist soh vai ser realmente mudada quando decks como shaddol, tellarknight, Yang Zing e talz começarem a topar com builds extremamente OP's, ateh lá, the same basic shit, algumas cartas limitadas, algumas cartas sendo testadas a 1 no jogo, e possivelmente recebendo menos restrições com o passar do tempo, e por ai vai

Kymer-Sama disse:
14 de setembro de 2014 19:46

Heavy não voltar é sacanagem, to com saudades dela :´( e, na boa, pessoal que não sabe como contornar exciton, 101 e fica reclamando de SOUL CHARGE, ou é noob ou é mimimizento.

Gato disse:
14 de setembro de 2014 21:10

n=bota o shi en a 2 samurai num vai volta a se meta so pq ele ta a 2

Jason disse:
14 de setembro de 2014 21:52

Primeiro, o LR não vai ser banido, a Konami quer que os duelistas peguem a ideia dos Pendulum, e quanto mais Qliphort e incentivo ao deck melhor xD

Para o Foolish Burial, pode até ser pois eh uma spell de enviar pro cemiterio, enquanto Mathematician e Armaggeddon dependem da summon esta, não apresenta nenhuma condição.

Não vejo nenhum motivo para o Striker voltar, continua sendo a mesma merda, e substituiria mt o cowboy, porém as XYZ são invocações mais fáceis de serem utilizadas atualmente do que Synchros, da msm maneira o Goyo Guardian, não tem motivo para ficar Semi-Limitado, muito menos Torrential, que no formato atual full control não eh de mt ajuda devido ao seu Timing, permitindo que monstros summonados ativem seus efeitos.

Para a Magician Faith a Konami diz foda-se, eu, sinceramente, acho ela uma carta rídicula que mudaria em nda.

O povo ta reclamando da Soul Charge em vão, para aqueles que sabem jogar, eles não sentem muita penalidade com ela, até porque é uma carta bem equilibrada, com um custo bem alto, a diferança é que existem alguns decks que ela é, digamos que a força do deck, como o Infernity que consegue fazer campos rídiculos com ela, por isso, acho que o Infernity Archfiend, provavelmente, será limitado novamente e bye bye Infernity again xD

Acho que uma carta que será limitada ou semi-limitada que ja devia ter acontecido isso a muito tempo eh Artifact Sanctum, mt OP essa carta junto com MoralTrach pode fzr uma varoação com qualquer deck

Por último eu adoraria que Heavy Storm voltasse, para quem jogou em meados de 2012 e viveu a época dos Chaos Dragons, sabe o estrago que essa carta faz que deve fazer agr, contra todas essas traps do formato, existem decks que aposto que usam 15 traps no formato, isso eh extremamente rídiculo,

Eh isso ai, vlw flw!

Eric Luiz disse:
14 de setembro de 2014 23:40

o goyo, eu acho vai ser que nem BLS vai quietinho sendo limitado e não sendo implacavél no meta atualmente.

em questão do Tribe-Infecting Virus agora atualmente ele nao precisa estar banido,que seria no mesmo do magician of chaos não precisa esta mais banido

pode tbm acontecer da vanity ser limitada pelo seu uso agora no main decks

ABCD disse:
14 de setembro de 2014 23:46

Por falar em retorno, o Mago Negro do Chaos deve vir a ser litada. A Konami está enrolando muito o seu retorno. Ela não causaria tanto estranho no meta, pois o único deck que beneficiaria seria o Prophecy que já não está sendo grande coisa nesse formato.

Labyrinth Wall disse:
15 de setembro de 2014 00:19

não adianta, Foolish Burial vai para o limbo mesmo!!! Meu deck não perde cartas para a banlist desde September 2013

Carlos Alberto Alberto disse:
15 de setembro de 2014 08:25

Belo post LG. Tava esperando alguem falar sobre lista. Sobre a lista creio que burial pode ser tocada mesmo, mas acho que não acontecerá ainda. Torrential não será mudado. LR tbm creio q ficará a 1 mesmo até pra vender qliphorts. Goyo a 2 acho meio dificil afinal, ele é muito melhor que maga da fè pra se seguir a mesma teoria de lista sobre ela. Soul charge até pode ser tocada, mas ela não tão forte assim como td mundo reclama. Limitar infernity archfiend só chorão acha isso. Eu jogo de infernity e shadoll e tellar é muito mais problemático. O deck ja foi ferrado o suficiente com launcher e barrier a 1. Creio que seal hieratic of convocation volte a 3 pq não vi nenhum deck hieratic em 1 torneio por ae, muito menos topando. Heavy só volta quando penduluns estiveram dominando o jogo (minha opnião). Maga da fé pode ir a 3. E duas cartas que acho que podem ser alteradas são artifact sanctum e mathemagician. Sanctum dispensa comentários. Mathemagician eu acho que será tocado pq apesar de gastar a summon ao invés da burial, ainda assim vc pode fazer muita coisa com ele, inclusive black rose e limbar o campo com uma carta. Mas essa é minha opnião.

@rodrigorock49 disse:
15 de setembro de 2014 23:07

Sou charge da muita consistência a todos os decks e isso atrapalha as vendas, e tipo heavy storm, em que as vezes dar heavy no primeiro turno era gg

@rodrigorock49 disse:
15 de setembro de 2014 23:17

Tem outra coisa, li num comentário atrás, de atingir archfiend o deck foi atingido no archetipo já foi suficiente, o grande trunfo que fez o deck vencer o mundial foi poder abusar de soul charge, permitir fazer um campo com 3 break e um barrier para o oponente lidar e absurdo, alem do mais o deck so sofria side contra hand trap, mesmo assim, o deck so chegou no mundial pq tinha o melhor poder de soul charge. O problema pra mim nunca foram os infernitys no deck e sim a soul charge e entre acertar o deck de infernity a konamo deve preferir acertar a soul charge para vender os novos decks, querendo ou não com 3 soul charge sylvand jogam, Dragon ruler jogam, lightsworn jogam e são decks mais antigos em que a venda não faz tanta diferença, e soul charge banida ou limitada não faria diferença para burning abyss, qlipoth, shaddols que receberao novos suportes.

ABCD disse:
16 de setembro de 2014 09:17

SAIU A BANLIST OCG
Forbidden: None.

Limited:
El Shaddoll Construct
El Shaddoll Winda
Summoner Monk
Dark Armed Dragon
Star Seraph Sovereign
Soul Charge
Sinister Shadow Games

Semi-Limited:
Blackwing – Gale the Whirlwind

No longer limited:
Wind-Up Shark
Abyss-sphere
Needlebug Nest