27 de agosto de 2014

Top 10: "Trapaças" do Faraó


Voltando com mais uma postagem galera, dessa vez para zuar o nosso querido e amado Faraó Atem, que nos alegraram por 224 episódios e 2 filmes. Você pode chamar de cheat, hack, protagonismo ou qualquer outra coisa, o que vale é a diversão. =)

Acompanhem a postagem completa:

Cquote1.png Aguente, Buster Blader Cquote2.png
Atem sobre Buster Blader levar um shooraidan do Slifer


Décimo Lugar: Slifer não é um deus


Vamos começar com um cheat mais fraco do nosso amigo Faraó. No episódio 66 ocorre o duelo entre Yugi/Atem vs. Strings (Doll na versão original) controlado por Marik pela saga da Batalha da Cidade. Quando Strings faz o Tribute Summon do deus celestial, Atem tem a ousadia de dizer que Slifer é um Dragon-type e não um Divine-type, com isso seu Buster Blader ganhou 500 pts de ATK indo para 3100, o que lhe deu vantagem naquela situação.

Nono Lugar: Seven Tools melhor que Wiretap


Essa também é bem light. No episódio 123 acontece o battle royal entre Yugi/Atem, Joey, Kaiba e Marik para decidir qual seriam os duelos do top 4 da Batalha da Cidade. No turno do Faraó, ele tributa o Big Shield Gardna para tribute summon o Archfiend of Gilfer e ataca Kaiba diretamente, Kaiba ativa a anime-only card Attack Guidance Armor para que o ataque de Gilfer fosse para o Lord Poison de Marik, Marik ativa Mirror Force para ferrar com tudo...Então vem o hack, Atem ativa Seven Tools of the Bandit para negar Mirror Force e o ataque de Gilfer resolver e destruir o Lord Poison. Parece estar tudo certo, Marik perdeu 700 LPs e ok...Mas espere, depois que a batalha já estava resolvida e o cálculo de dano já estava feito, ainda faltava um certo custo a ser pago, depois de algum tempo que Marik lembrou a Atem que 1000 LPs seriam tirados dele pelo custo da Seven Tools, no qual o espertalhão estava deixando passar despercebido e disfarça com um "Estou ciente disso".

Oitavo Lugar: Ataque combinado da vitória


 que delícia de erro na DEF do Alpha.

Essa aconteceu também na Batalha da Cidade (eita saga dos cheats). O episódio 57 é o cenário dessa vez, Atem estava em seu primeiro duelo no torneio contra o Rare Hunter (conhecido como Seeker na versão ocidental) que tinha o deck falso de Exodia. Depois de limpar o campo do adversário com Chimera the Flying Mythical Beast, Atem tem Summoned Skull e Alpha the Magnet Warrior para atacar diretamente o Rare Hunter que ainda tinha seus 4000 LPs. O ATK dos monstros do Faraó causariam 3900 pts de dano, mas aí a wild effect appears e Alpha ganha 200 pts de ATK porque atacou junto com um monstro Thunder-type, sendo que o Summoned Skull é Fiend-type. Resultado: Seeker derrotado (ok, que o cara jogava com cartas falsas, mas que trapaça absurda >D ).

Sétimo Lugar: Ameaçar pular do castelo não é nada!!


Os hacks de nosso amigãozão Faraó supera qualquer ameaça de pular de castelos. No episódio 134 ocorre o duelo do top 4 da Batalha da Cidade entre Atem e Kaiba. Kaiba prepara o ataque de seu Blue-Eyes Ultimate Modafoca Dragon com 4500 de ATK para cima do Dark Paladin de 3900 de ATK (boost do Red-Eyes no campo de Atem e do próprio BEUD, certo que o Paladin não estava ganhando boost dos BEWD no grave usados para Fusion Summon do BEUD), então Atem ativa a De-Fusion e "desfaz" a fusão do BEUD...até aqui tudo bem, mas o mais foda é que Atem simplesmente declarou a End Phase de Kaiba, sem direito a replay, tudo bem que agora os 3x BEWD não podiam destruir o Dark Paladin que agora tinha 4900 de ATK e Kaiba ia perder de qualquer forma no turno seguinte, mas o Kaiba podia mandar o REBD para o brejo. D=

Sexto Lugar: Envio meu Alpha, Beta e Gamma Magnet Warriors para Fusion Summon um Valkyrion the Magna Warrior do meu Fusion Extra Deck.



Esse caso é mais bizarro do que o anterior. No episódio 73 acontece o duelo de duplas entre Atem e Seto against Lumis (Máscara da Luz) e Umbra (Máscara das Trevas) no topo do prédio. Depois de Atem enviar Alpha, Beta e Gamma the Magnet Warrior para o Grave para Special Summon o Valkyrion the Magna Warrior, ele ataca e destrói o Masked Beast Des Gardius dos mascarados, esse que tem o efeito de ativar Mask of Remnants para tomar o controle de um monstro, nesse caso o Valkyrion. Umbra usa Valkyrion para atacar Yami diretamente, então o nosso amigo cheater de 1.000 anos ativa uma powerful De-Fusion para mandar o Valkyrion (sim, o Valkyrion que nem é Fusion Monster) para o limbo, ou Extra Deck ou sei lá o quê e trazer os Magnet Warriors de volta e encerrando o turno de Umbra, também sem direito a replay, no mesmo caso do anterior. '-'

Quinto Lugar: Roubar na frente dos outros protagonistas que te admiram, que feio Atem.


Não acredito Atem, até no filme você me apronta uma. Quem assistiu o filme Yu-Gi-Oh! Bonds Beyond Time com certeza ficou de cara com essa jogada. Yusei, Jaden, Paradox, todos eles jogando bonitinhos, tudo certinho, mas tinha que ter alguém, um certo Faraó para sacanear. No turno de Atem, depois de colocar o Dark Magician e a Dark Magician Girl no campo, Atem ativa uma carta exclusiva do filme chamada Magic Gates of Miracle que tem o efeito de colocar um monstro do oponente em defesa e tomar o controle dele se controlar 2 ou mais Spellcasters. Então Atem ativa a spell visando o Malefic Paradox Dragon de Paradox e o mesmo ativa uma Trap chamada Malefic Force fazendo com que o Dragão fique inafetado(essa palavra existe?) por spells. Então vem a trapaça, Atem redireciona a sua carta para o Stardust Dragon e tomando seu controle. Sei não, eim Atem? Acho que sua spell perdeu o alvo, nada de redirecionar para outro alvo. '-'

Quarto Lugar: Lightforce Sword da zuera.


Eu escolhi para ser o 4º lugar não uma trapaça específica de Atem, mas a combinação de trapaças feitas com a carta Lightforce Sword. Primeiramente, no episódio 57 (Atem vs. Rare Hunter do Exodia), Lightforce Sword tem o seu debute como uma Trap Card, mas o espertalhão do Atem, ativa ela de sua mão sem ter Makyura no grave para remover de jogo o Right Arm of the Forbidden One do Seeker. <Modo historinha besta ON> Então Pegasus vendo isso, ficou admirado e lançou a errata da Lightforce como Quick-Spell Card <Modo historinha besta OFF> 


Mas não adiantou, mesmo sendo agora uma quick-play, o grande Faraó-sem-nome sacaneia novamente com ela. Agora no episódio 129 (against Kaiba), o ateu dono do Obelisk já tinha preparado o campo para invocação do deus, então Atem 'roubalhadamente' ativa a Lightforce Sword para remover Obelisk, jogada completamente bizarra, já que a Sword remove uma carta aleatória e não uma específica, ainda mais que Kaiba já estava fazendo seu Tribute Summon. D=

Terceiro Lugar: Eu Também!!


É muita dorgas para um duelo só, não é a toa que a semifinal da batalha da cidade entre Yugi/Atem e Kaiba é um dos piores duelos do anime na minha opinião e pela terceira vez aparece aqui nessa postagem com uma trapaça do Faraó. Selecionei essa para ser a Bronze Medal por causa de...cara, vamos ser franco, que coisa bizarra foi essa!!! No episódio 133, onde o duelo entre os rivais mais famosos de todas as séries do Yu-Gi-Oh! estava para ser finalizado, Kaiba invoca 2x Blue-Eyes White Dragon com a Flute of Summoning Dragon e Lord of D., então o mesmo tinha 3x BEWD para ferrar com Dark Magician, Beta the Magnet Warrior e os LP's de Atem. Mesmo não influenciando diretamente na vitória do Faraó, eis que surge o hack; Atem usa a própria Flute of Summoning Dragon para invocar o Red-Eyes B. Dragon de sua mão. Foi um grande desafio do balde de gelo que levei na época que assisti o episódio pela vez, o duelo já estava num momento de pura emoção e diferente da carta que será mencionada no 2º Lugar dessa postagem, a TFoSD era uma carta bem prestigiada, para o Faraó Atem me vir com essa de invocar o REBD com a carta do Kaiba. T.T

Segundo Lugar: Uma "trapaçazinha" atoa, só para não ficar sem meus pés.


Sou o mestre dos magos e não conheço essa carta. Lispector, Arkana

Mais uma carta foda que tem seu debute manchado por uma trapaça bizarra. No episódio 62 acontece o duelo entre o Faraó Fodalhão e o mestre dos magos da Caverna do Dragão Arkana (conhecido como Pandora no original), o Monster Reborn usado por Atem dentro do turno do Arkana já tinha sido algo escandaloso, mas conseguimos suportar. Tudo bem que Arkana também era um trapaceiro por cortar as extremidades de seus Dark Magicians para ficar mais fácil dele sair na sua mão, mas o Atem tinha que dar exemplo e vencer um trapaceiro com jogadas justas e não com outra trapaça. Arkana fez tudo direitinho, usou a Dark Magic Curtain para sumonar um Dark Magician e usou a anime-only Anti-Magic Arrows para selar as 2 cartas face-down do Faraó e o atacá-lo diretamente para vencer. O cenário já estava pronto para que vossa majestade (by Marik) tenha suas panturrilhas divididas ao meio, então fica a expectativa, o que Atem irá fazer para escapar dessa; Kuriboh, Battle Fader, Swift Scarecrow (sim, ele é o faraó das trapaças, ele podia usar essas duas que nem existiam ainda). Então, em um caso semelhante ao do 3º lugar, Atem invoca a Dark Magician Girl com a Dark Magic Curtain usada por Arkana, adicionando mais dois fatos: Dark Magic Curtain só invoca Dark Magician, nada de DMG e Arkana nem teve chance de um replay, já que seu Dark Magician foi destruído por um contra ataque da DMG. No turno seguinte, Atem ataca diretamente com a DMG e vence o duelo. '-'

Primeiro Lugar: Infinito é só uma ilusão


E o troféu de ouro vai para Slifer the Sky Dragon, Revival Jam, Brain Control, Buster Blader, Infinite Cards e Card of Safe Return, essa turminha do barulho se meteram em várias confusões no episódio 67. Realmente eu tive que escolher essa épica trapaça para ser o grandioso Top 1 dessa postagem, porque isso foi muito bizarro. No duelo entre Atem e Strings (controlado por Marik), Atem se vê numa situação complicada contra Slifer the Sky Dragon, mas acha uma solução, ele ativa Monster Reborn para invocar o Buster Blader, então ele ataca Slifer e por causa da Jam Defender, o ataque vai para Revival Jam que é destruído, mas que no anime tem o efeito de ser invocado instantaneamente logo após ser destruído. Então o rei dos hacks apronta a melhor de todas, ele ativa a Brain Control (sem pagar os 800 LP's) para controlar o Revival Jam dentro da Battle Phase, antes dele ser invocado no campo de Strings novamente (ou seja, é como se ele tivesse tomado a carta da mão de Strings, antes dele colocar no campo), então o efeito de Slifer, que destrói monstros com 2000 ou menos de ATK/DEF (dependendo de sua posição) quando são invocados, ativa e destrói Revival Jam que é invocado novamente e destruído novamente pelo efeito de Slifer, então o combo de Infinite Cards e Card of Safe Return faz com que Strings compre cards até acabar o deck, fazendo ele perder o duelo. Agora vamos por partes; Brain Control dentro da Battle Phase já foi bizarro, mas vamos aceitar; Controlar o Revival Jam enquanto ele está sendo invocado novamente já não é aceitável; Agora o Revival Jam não voltar para o controle de Strings depois de ser destruído pelo Slifer pela primeira vez, foi para ferrar com tudo mesmo. É por isso que esse ganhou o título de maior trapaça do nosso querido Faraó Atem. D=

Bônus 1: Depois da situação ocorrida no Top 2 e Top 3, no episódio 224, quando Atem ataca Yugi diretamente com Dark Magician, Yugi ativa Magician's Circle para invocar um Silent Magician LV0, Atem diz a mesma coisa que nas outras situações e invoca a DMG, demorei anos para perceber que Magician's Circle realmente tem esse efeito e que dessa vez Atem não trapaceou.

Bônus 2: No episódio 163, Atem duela contra o espírito de Yugi depois deles terem sido derrotados por Raphael. Yugi ativa Card Destruction e na versão dublada, ele diz que com uma mão nova, Atem não poderá mais roubar. xD

Então galera, vamos finalizando mais uma postagem por aqui, espero que tenham gostado e lembrem-se que essa é uma postagem de humor (com um pouco de verdade), também vou deixando claro que o Faraó Atem é meu personagem favorito de todos Yu-Gi-Ohs! e que não vejo problema nenhum em zuá-lo, eu fico zuando os Mecha Phantom Beasts toda hora, porque não poderia zuar o meu personagem favorito?! >D

Com certeza não coloquei todas as trapaças dele nessa postagem e deve ter algumas não mencionadas mais cabeludas que outras que coloquei aqui, então se vocês lembram de mais alguma, só colocar nos comentários. =)

Até a próxima. =)=)

Comentários
14 Comentários

14 Comentários:

boiola fenomenal disse:
27 de agosto de 2014 15:53

o slifer é double type no anime, se eu bem me lembro o valkyrion é fusion no anime sim (inexplicavelmente ele não é no gx) tanto q quando o kaiba vai unir o x, y e z (ou antes disso não me lembro) o yugi afirma q eles tem as mesmas habilidades de seus monstro magnéticos e sim, existem cartas q são fusões no anime e na vida real não, como por exemplo o neos wiseman, o anjo doidão da aki no mangá e o ma at

thiviscar scar disse:
27 de agosto de 2014 16:07

O cara esquece do duelo do Yugi contra o PaniK, aquele do castelo flutuante vs uma tartaruga com catapulta '-'

Labyrinth Wall disse:
27 de agosto de 2014 16:12

@boiola fenomenal

nope, Valkyrion não é Fusion no anime, em duas ocasiões o Atem tributa ele para Ritual Summon do Magician of Black Chaos e Black Luster Soldier, em ambas situações mostra que ele é Effect Monster

@thiviscar scar

saga do Reino dos Duelistas não conta, pq as regras não tinham firmado ainda. D=

Enzzo Sato disse:
27 de agosto de 2014 16:38

Nossa... Aquela do bonds beyond tine eu bem percebi xp
Parabéns, sir! Ótimo post n9stálgico!

TheBestCombos disse:
27 de agosto de 2014 17:08

"hur dur, melhor protagonista" Até yuma consegue roubar dentro das regras sem alterar tipo de cartas e o atem não :v

Cyberblu disse:
27 de agosto de 2014 17:57

"Expliquem essa ateus" -q

Ótimo post Labirinto Parede!!

Adson disse:
27 de agosto de 2014 18:52

Muito bom, tava vendo o Duelo Yugi vs Kaiba esses dias, e realmente só hacks, o pior realmente pra mim foi o Yugi declarando o fim de turno do Kaiba depois da De-Fusion

Jonas Vagner disse:
27 de agosto de 2014 19:49

Posso ate concorda com os hacks...mais nao concordo ao dizer q o duelo do Yugi vs Kaiba na batalha da cidades ter sido um dos piores...pra mim foi um dos duelos mais da hora de todas as sagas.........

bobsany disse:
27 de agosto de 2014 22:13

Atem fez o cheat dele na ilha da fantasia contra o Joey, Kaiba e Pegasus, Alem de alguns outros personagens q ele enfretou.

Labyrinth Wall disse:
28 de agosto de 2014 00:47

@Enzzo

vlw Mr. Sato, são os hacks fazendo década de aniversário!! xD

@TheBest

eu ri!! xD

@Arara azul do Rio e Rio 2 cibernética

vlw chefe!! =)=)

@Adson

essa De-Fusion foi de cair o cu da bunda!!!

@Jonas Vagner

minha opinião cara, minha opinião!

@bobsany

ilha da fantasia seria Reino dos Duelistas? Essa saga nem conta, já que as regras que conhecemos hoje não estavam valendo ainda!!

obrigado a todos que comentaram!! =)=)=)

Kirito Norris disse:
28 de agosto de 2014 10:11

Pensou q foda yugi vs yuma?! xD O yugi iria usar uma rank up do oponente pra upar o lv do silent magician xD

Solaire disse:
28 de agosto de 2014 19:43

Eu assisti o 1 lugar e na época e n prestei atenção nesses detalhes...muito roubo nim episodio só..kkk

Kamishiro Ryoga disse:
30 de agosto de 2014 14:22

Por isso que ele é o melhor. Quando está perdendo ele usa um cheat que tu nem vê, quando for perceber já perdeu.

sddfaf dfsadsa disse:
5 de julho de 2015 20:42

Uma trapaça ridicula do faraó foi no duelo contra o Gunsley(ñ sei se é assim que escreve) (Ep. 101), da saga Virtual World, quando ele ativa a Rainbow Blessing com o Kuriboh para atacar os pontos de vida do Gunsley diretamente. Até aí, tudo bem, normal, dentro das regras, mas ele simplesmente invoca Gaia The Fierce Knight sem sacrificar nenhum monstro, e usa ele para atacar e vencer o duelo o.O