20 de junho de 2014

Here Comes New Cards #47, #48 e #49: Masked HERO's


Os verdadeiros Kamen Riders chegaram!

 Eae pessoal, blzinha? A ultima remessa de noticias sobre cartas novas do Deck de Estrutura 27: HERO's Strike saiu, o que surpreende é que o deck não está completamente desfalcado em sua versão nipônica (no TCG o Stratos está banido) e ainda recebeu suportes de qualidade. Os HEROs estão com uma promessa pro futuro do jogo tanto no OCG como no TCG após o lançamento do baralho.

 E é a partir dessa premissa toda que eu venho com um post especial para os heróis, comentando sobre 3 das cartas novas que eles receberam. As cartas que serão comentadas com ênfase no post serão estas 3 abaixo, porém todas as cartas novas reveladas, assim como as antigas que recebem mais destaque também serão citadas. Acompanhem:


OBS: Crédito das Proxys nas imagens.
OBS2: Todas as cartas estão com efeitos em inglês, basta clicar para ampliar.




Novo padrão para os Heróis.

 O post vai seguir a ordem em que foi colocado as imagens, começaremos pelo queridinho: Dark Law.
 Dark Law veio para quebrar as pernas de muitas expectativas que surgiram a seu respeito e mais, veio para abrir um leque de possibilidades futuras para o deck dos heróis. Ele apareceu primeiramente no mangá do Yu-Gi-Oh GX como um monstro fusão sem efeitos e com a sua revelação para o novo deck de estrutura, várias ideias rodearam a carta sobre como seria seu efeito. A mais plausível era baseada na ideia do Elemental HERO Shadow Mist, que possuía total sinergia com a variante competitiva do deck, o Bubble Beat, assim como seria o Dark Law. Porém o que ocorreu foi a vinda de um efeito completamente diferente e focado em atrasar o desenvolvimento do jogo do seu oponente, a carta ganhou mais repercussão e é uma forte candidata a reservar seu lugar nos Extra Decks a fora. HEROs já se concluíram e agora estão recebendo membros com premissas diversas e que volta ou outra podem dar certo contra o Meta Game.

 Dark Law é mais um trocadilho da Konami: tanto na leitura em inglês como em japonês a pronuncia parece bastante com Dark Claw, que faz sentido para a carta, uma vez que, a sua armadura é baseada em um lobo. A sua aparência também pode ser assimilada a alguns tokusatsus (séries de super-heróis japonesas) como os Orphnochs de Kamen Rider 555; os Fangires de Kamen Rider Kiva e os Questers de Boukenger. A armadura de Dark Law aparece na carta Form Change.

Quester Rei de Boukenger.

O Meta Game não compensa.

 Dark Law surge para os heróis como um contra-ataque ao crime, o deck até então está em segundo plano no Meta Game tanto ocidental como oriental, o motivo para tal é a falta de resposta pra grande quantidade de aspirantes ao topo que os formatos vêm recebendo. A saída tomada foi o uso de Thunder King Rai-Oh, trazendo sinergia com a variante Bubble Beat pelo seu nível 4 e alto ATK, porém a carta é uma faca de dois gumes, pode tanto atrasar o jogo do oponente como o seu também. Ainda assim, era a única esperança fora o Side Deck para impor o jogo dos heróis, principalmente no Game 1. 

 Antes mesmo do resgate de Dark Law, os HEROs receberam 2 maneiras diferentes de desenvolver seu jogo contra o Meta Game: as Hands, com seu alto teor Anti-Meta e sua facilidade em criar vantagens nas perdas do oponente, e os Shadolls, estes com sua total sinergia com fusões e seus membros igualmente poderosos e presentes no jogo.

 Entretanto, Dark Law ainda consegue ser melhor que as ideias citadas anteriormente. Dark Law é um aumento na variedade gigantesca de HERO, um monstro que vem e vai de forma inesperada e que coloca muito mais pressão no seu oponente, uma vez que, se ele continuar em campo, raramente o oponente poderá desenvolver o seu baralho. Banir cartas do cemitério é algo de grande peso pro jogo, todos os decks buscam reduzir seu número de cartas no baralho, se acelerar, e a medida mais pratica disso é enviando elas para o cemitério, assim as mesmas podem ser melhor aproveitadas por outras cartas (como Soul Charge). Outros decks mesmo giram em torno do desenvolvimento do cemitério, ativando seus efeitos por lá (principalmente aqueles presentes no Meta Game). Dark Law corta relações entre o baralho, mão e cemitério somente do seu oponente, tais relações podem custar um jogo. Porém o herói não para por aí, ele possui mais um efeito, dessa vez, contra o refugio de cartas na mão, a outra maneira pratica de desenvolver o baralho, que é pouco utilizada (em relação ao cemitério) pela menor quantidade de cartas para isso. Dark Law pode retirar da mão do oponente uma carta, caso o mesmo busque por uma do baralho para a mão, o descarte é aleatório. As criticas quanto a isso são aceitáveis, porém a carta se torna mais interessante da maneira em que está. Nem sempre a carta buscada pelo seu oponente é a chave do combo dele, esse efeito não serve para dizimar cartas que atuam solo, mas sim uma joga elaborada escondida na mão do oponente. Uma carta descartada, mesmo que pareça aleatória, pode arruinar jogadas dela com demais cartas na mão e cemitério do oponente. Lembrando que a mesma será banida, não havendo desenvolvimento de cemitério.



Trocar Máscara!!

 Outros grandes fatores que atuam sobre os Masked HEROs e principalmente o Dark Law é o fator surpresa e o fator momento. Esse fenômeno só ocorre porque as cartas "Change" são Magias-Rápidas. Nessa analogia, ambos os termos se contrapõem: o fator surpresa é para quando o oponente não sabe que você possui cartas "Change" para evoluir seus monstros, enquanto o fator momento é o oposto, quando seu oponente de fato sabe que você possui a carta. Vou retomar essa analogia nas próximas análises, importante lembrar.

 Enquanto o fator surpresa atuar é a situação em que você poderá tirar mais proveito do Dark Law, num deslize do oponente você pode não só responder a jogada dele (seja com qualquer efeito), como irá inutilizar uma ou mais cartas do oponente (tirando Dragon Ruler, nenhum outro deck do formato atual tem jogadas que utilizem cartas banidas). Cartas de busca e cartas de desenvolvimento do cemitério (Foolish Burial, por exemplo) são os alvos, ao seu oponente tentar tirar vantagem, você responde com o Dark Law, e mesmo que ele tenha respostas ao seu monstro, ele teve que gastar algo agora que poderia ter melhor uso contra você no futuro, ainda mais quando se trata de HERO.

 Enquanto o fator momento atuar é a situação em que você precisa conhecer o deck do oponente e saber o momento certo de agir. Dark Law é um dos muitos Masked HEROs que conseguem atuar no turno do oponente de forma positiva e é o melhor deles, pois ele está em seu habitat. A ideia por traz do fator é saber a hora correta de colocar seu oponente em mais desvantagens. Como já citado, conhecer o deck do oponente é essencial: um deck pode ter uma jogada que busca uma carta chave pro desenvolvimento do deck e ele ainda possui um OTK de fácil realização e que precisa do desenvolvimento do cemitério. Seu oponente vai fazer de tudo para de assustar com jogadas pequenas como uma busca (que pode se tornar grandes jogadas) enquanto ele guarda o OTK na mão e uma carta de destruição para quando você vulnerabilizar o Dark Law. Conhecendo o deck do oponente você pode tomar a saída mais segura nessa situação. Seu oponente pode também forçar você baixar seu Masked HERO, mas isso é uma situação em que o oponente já estava com vantagem no jogo, mas seu deck não é só composto de HEROs e Mask Changes, se vira.


------------------------------------------------------------------------------



Trocar Máscara - 2!!

 Aproveitando a imagem e o título da sessão anterior passamos para a próxima carta do post. Mask Change Second também veio direto do mangá do Yu-Gi-Oh! GX e seu efeito sofreu uma mudança tremenda em relação a versão original. Enquanto que no mangá o contexto que seu efeito impunha era uma carta de evoluir Masked HEROs já evoluídos, no jogo o contexto virou uma carta de evoluir monstros de fora dos HEROs, isso, sem perder a relação com o nome.

 A arte da carta mostra um guerreiro envolto de 6 máscaras, 4 delas identificáveis (Dian, Acid, Koga e Kamikaze) e as outras 2 estão atrás do guerreiro, provavelmente são as máscaras de Goka, Dark Law ou Vapor, porém pode ser um pretexto para a futura vinda de mais Masked HEROs. No mangá a carta só mostra 2 máscaras visíveis, uma delas do Acid e a outra não é de nenhum Masked HERO existente no jogo, intrigante...

Todos podem ser Heróis, basta ativar.

  Mask Change Second traz a tona uma ideia muito interessante e que dá ainda mais gás a qualquer jogador que queira explodir no jogo com uma nova variante de HERO. A carta pode atuar tanto em campos para a diversão como em campos para a competição, justamente pela existência de Masked HEROs independentes das suas origens, como o já citado Dark Law, que vai ser importante para a próxima sessão desse post. Liberdade é a palavra correta para definir a carta, uma carta livre para atuar em qualquer deck, podendo fazer jogadas de peso com qualquer atributo (agora que os Maskeds são acessíveis para todos). 

 A carta tem um potencial imenso de finalizar um jogo, cartas mágicas-rápidas de invocação em geral transmitem isso, mas essa tem um toque especial por ser algo de HERO, um deck que vem se mostrando cada vez mais bruto e com mais jogadas e danos grandes. Nenhum dos Masked HEROs deixa a desejar nesse ponto, todos possuem mais de 2000 de ATK e é a quantia suficiente para a finalização. Com a combinação correta a Second pode cair bem para muitos decks, principalmente se você puder aproveitar o efeito de descarte de forma positiva.

 A utilidade já foi aprovada, precisamos checar se a ideia de popularizar o heroísmo é algo versátil. A carta recebeu 2 recentes suportes de busca, Mask Charge e o Elemental HERO Shadow Mist, o Deck de Estrutura em si é algo novo que complementa cartas antigas e finaliza mais um sub-arquétipo dos heróis. Ambas as cartas de busca tem sinergia somente com HEROs, o que pode ser negativo se você buscar um deck mais puro, porém os heróis tem uma base sólida e modificável conforme a imaginação voa, o enorme número de membros funciona tanto competitivamente como para a diversão (novamente esse tópico devido aos HEROs). Seja puro ou híbrido, Second não deixa a desejar a servir o seu melhor em decks de terceiros, uma ajudinha dos verdadeiros heróis.



Experiências que darão certo.

 Enquanto a imaginação continua a voar, a carta já colocou seus planos na mesa, Second já vem sendo admirada em certos decks, dessa vez com a pura intenção de ser competitiva. Comecemos por Shadoll: o deck que está disputando agora mesmo com os Satellaknights os tops no formato OCG, a sinergia entre a carta e o arquétipo já está de pé no modo de ativação de seus efeitos, serem enviados ao cemitério por efeitos (sem dar miss). Mas para Shadoll a verdadeira vantagem da mistura é o Dark Law, já citado anteriormente, ele tem a grande habilidade de ser o Side de Extra Deck, sem mudanças alguma no deck você já pode enfrentar mais da metade dos decks que estão no Tier 1. Banir cartas é algo realmente forte pro jogo e é uma forma de Shadoll impor seu espaço no jogo, e eles não necessariamente precisam de HEROs no deck, uma ou duas cópias da Second já é o suficiente pra moda pegar e dar muito certo (ainda mais depois de que o deck tomou danos pela banlista oriental recentemente).

 Outro deck que vai fazer um bom uso da carta é Mermail, sinergia de novo está de pé devido a Abyssgunde, que segue quase o mesmo esquema dos Shadoll, mas Mermail tem um pouquinho a mais em comum com os heróis mascarados: Mermail é conhecido por ser um deck pavio curto, no mesmo momento em que o campo pode estar tranquilo ele tira jogadas fortes da onde você menos espera, e é essa força bruta que cartas como a Second apreciam. Fora a ideia de finalização, a sinergia número dois é o Masked HERO Acid, um monstro com um efeito que lembra uma tempestade que já se foi com o tempo, Acid tem o poder de forçar o oponente a responde-lo, e se ele não o fizer, o Acid vai tirar a linha de defesa mais importante para se proteger de um ataque massivo dos Mermails, que são as armadilhas. Fora o Acid, o atributo WATER ainda possui o Masked HERO Vapor, sutil em certas situações e que pode ser de grande importância para uma vitória numa mirror, você teria que forçar o oponente a baixar um Xyz ou Abyssleed para passar por cima dele, uma das fraquezas de Mermail é monstros de alto ATK que se mantem ativos no jogo, querem mais motivos de Dragon Ruler ter passado por cima deles nesses formatos?

 Mas o deck não para por aí, vai muito mais além, Mermail é um deck bem peculiar pelo uso de Genex Undine, uma desconhecida carta que mostrou seu valor pro deck, sendo atualmente a carta que consegue fazer o deck acelerar ao máximo. Para o deck, Undine só tem efeitos positivos, uma vez que seu custo ativa o efeito dos Atlanteans e fazem o desenvolvimento do cemitério, mas o que sobra disso é um monstro DARK nível 3 Tuner, que muitas vezes aparece morto na mão do jogador. Já é adotado Allure of Darkness para esse problema, mas Mask Change Second pode se tornar muito melhor para transformar a criatura em um Meta Call para o que der e vier. Mais uma vez Dark Law salva o dia encorajando as vítimas a enfrentarem o medo sempre que puderem.


--------------------------------------------------------------------



E o vento divino levou.

 Kamikaze vem do japonês 神 (kami/Deus) e 風 (kaze/vento) que em tradução literal significa vento divino. O termo é assimilado atualmente à um ataque suicida, uma vez que, o termo era usado como uma nomeação aos pilotos de aviões que carregavam explosivos e cuja missão em guerra (2ª G.M.) era, de fato, realizar um ataque suicida.

 A palavra foi criada em alusão as tempestades que salvaram o Japão do ataque mongol duas vezes (1247 e 1281). Os ventos divinos trouxeram vantagens ao japão e assim o Kamikaze faz com o seu efeito, que pode ser tanto referencia as tempestades como aos pilotos suicidas: ele só permite um ataque do oponente (proteção do território japonês), efeito de proteção à si mesmo (induzindo à ataques descuidados) e efeito de tirar vantagem caso o ataque for sucessivo (a derrota dos inimigos era uma vantagem para o Japão).



Um certo alguém faz falta para os heróis.

 Esse tópico vai ser totalmente relacionado a situação ocidental do deck de heróis, o oriente se safou dessa. Elemental HERO Stratos faz falta para o deck de HERO especialmente com a vinda de um Masked HERO com um efeito bom e que o alvo acessível de fácil alcance era uma unica criatura. E o drama pros heróis vai mais fundo, o deck não possui um segundo membro de main deck para o serviço, no máximo um dos favoritos do Jaden Yuki no desenho: o Elemental HERO Avian.

 Com isso em mente, Kamikaze fica em sérios problemas quanto a atuar na variante Bubble Beat, porém ele pode atuar em uma outra variante, que surgiu juntinho com o Bubble Beat da época, o Rabbit HERO. Rabbit HERO é uma versão menos consistente porém com mesmo poder ofensivo que o Bubble Beat, o deck não ficou tão conhecido devido justamente a outra variante, atualmente no TCG o deck está ainda mais desfalcado (Stratos banido e Rescue Rabbit limitado), porém no OCG a coisa é o contrário, o deck se encontra em melhor situação que o Bubble Beat (Bubbleman, na nova lista, está semi-limitado e o Rescue Rabbit está liberado). O foco do baralho é o rápido acesso aos Xyzs para darem suporte as poderosas Fusões que podem dar seus OTKs fortes no oponente, e para isso temos o uso dos HEROs normais, geralmente sendo o Sparkman, Clayman ou Burstinatrix. O grande trauma do deck, além do uso de monstros 100% inúteis sozinhos era o Extra Deck, ainda mais se a Burstinatrix estivesse no meio, conciliar metade Fusão, metade Xyz e ainda por monstros de diferentes Ranks ficava difícil cobrir todas as exigências, isso, pra época.

 Os Ranks 4 dominam hoje, e eu me vejo mais e mais vezes usando 4 deles nos meus Extra Decks e me sentindo completamente satisfeito. As novas cartas tem um poder tremendo de jogo, quando o assunto é Xyz você consegue economizar e muito o espaço do Extra Deck e ainda ter poder de fogo contra muita coisa. E é por causa dessa segurança com poucos números que o Extra Deck está voltando a ser um lugar mais tranquilo de se preencher, dependendo bastante dos decks, claro. Em decks HEROs esta é a ultima saída para o Kamikaze, mas com a Mask Change Second, certeza que não.



O efeito borboleta do Yu-Gi-Oh!

 Fator surpresa: o seu oponente desconhece a sua possessão da Mask Change. Fator momento: o seu oponente reconhece a sua possessão da carta. Retomado as ideias que foram aprofundadas lá no comecinho do post, é a vez de ver a atuação do Kamikaze para essa analogia. Assim como o Dark Law, o Masked HERO Kamikaze possui uma forte atuação no turno do seu oponente, de forma mais especifica, na Fase de Batalha. Durante o fator surpresa você pode atrasar o oponente, Kamikaze tem um efeito bem interessante que permite que seu oponente só possa declarar ataque com apenas um monstro por turno (caso o Kamikaze saia de campo durante a Fase de Batalha o efeito é inutilizado, mesmo que seu oponente já tenha atacado), e não é só com esse efeito que o monstro consegue travar seu oponente, Kamikaze consegue travar até mesmo monstros mais fortes de te causarem dano, uma vez que ele não morre em batalha. Problema do Kamikaze que ele nem sempre será uma surpresa pro oponente, não em HERO, agora que só o Avian pode invoca-lo, porém caso você consiga fazer efetivamente, um turno do oponente foi pro ralo, agora é ajudar o seu monstro a se dar bem e lhe garantir cartas no próximo.

 No fator momento o Kamikaze não vai ter uma boa atuação, primeiro porque ele tem um momento ideal para aparecer no campo, e se você não cumprir o código não irá impressionar o oponente com isso, será uma jogada equivocada e só. Antecipe o monstro se for o caso, invoque-o no seu turno e aproveite de seu efeito de compra. Invocar no turno do seu oponente não vai mudar tanto a situação, no seu turno você tem mais chances de contornar a falha dele e ficar mais seguro pro turno do seu oponente, tão seguro quanto tendo um Kamikaze em campo.

 Agora falando de potencial, Kamikaze tem em bom número, primeiro porque ele com Forbidden Lance ou Dress é uma criatura quase imortal no seu turno, segundo porque ele compensa o -1 do uso das Mask Change e por fim ele consegue impedir uma arrancada do oponente. Fora, claro, o ATK monstruoso que ele possui, novamente completando a função de finalizar o jogo, se preciso. O bater de asas do Avian no seu campo pode causar uma tempestade de ventos divinos pro oponente que nem sempre poderá se defender.


-------------------------------------------------------------------------------

Decklists: Bubble Beat, Rabbit HERO, Shadoll HERO e Masked Mermail.

Bubble Beat - TCG de Abril de 2014

Main Deck
Extra Deck
Monsters [10]:
[3] Elemental HERO Neos Alius
[3] Elemental HERO Shadow Mist
[3] Elemental HERO Bubbleman
[1] Goblindbergh

Spells [21]:
[3] E - Emergency Call
[3] Miracle Fusion
[3] Gemini Spark
[3] Mystical Space Typhoon
[2] A Hero Lives
[2] Super Polymerization
[1] Instant Fusion
[1] Mask Change
[1] Dark Hole
[1] Foolish Burial
[1] Reinforcement of the Army

Traps [9]:
[2] Breakthrough Skill
[2] Dimensional Prison
[1] Solemn Warning
[1] Bottomless Trap Hole
[1] Hero Blast
[1] Torrential Tribute
[1] Compulsory Evacuation Device
Extra Deck [15]:
[1] Masked HERO Dark Law
[1] Masked HERO Koga
[1] Masked HERO Acid
[1] Elemental HERO The Shining
[1] Elemental HERO Absolute Zero
[1] Elemental HERO Escuridão
[1] Elemental HERO Great Tornado
[1] Elemental HERO Gaia
[1] Elemental HERO Nova Master
[1] Elder God Noden
[1] Number 101: Silent Honor ARK
[1] Evilswarm Exciton Knight
[1] Cairngorgon, Antiluminescent Knight
[1] Blade Armor Ninja
[1] Heroic Champion Excalibur

Autor: Subonito



Rabbit HERO - OCG de Julho de 2014



Main DeckExtra Deck
Monsters [16]:
[3] Elemental HERO Avian
[3] Elemental HERO Sparkman
[3] Rescue Rabbit
[3] Elemental HERO Shadow Mist
[1] Elemental HERO Stratos
[1] Elemental HERO Wildheart
[1] Elemental HERO Ocean
[1] Summoner Monk

Spells [18]:
[3] Miracle Fusion
[3] E - Emergency Call
[2] Mask Charge
[2] Mask Change
[1] Form Change
[1] Monster Reborn
[1] Dark Hole
[1] Heavy Storm
[1] Foolish Burial
[1] A Hero Lives
[1] Reinforcement of the Army
[1] Forbidden Lance

Traps [6]:
[2] Torrential Tribute
[2] Bottomless Trap Hole
[1] Solemn Warning
[1] Solemn Judgment
Extra Deck [15]:
[1] Masked HERO Kamikaze
[1] Masked HERO Koga
[1] Masked HERO Acid
[1] Masked HERO Dian
[1] Masked HERO Dark Law
[1] Elemental HERO Shining
[1] Elemental HERO Absolute Zero
[1] Elemental HERO Escuridão
[1] Elemental HERO Gaia
[1] Elemental HERO Great Tornado
[1] Number 101: Silent Honor ARK
[1] Evilswarm Exciton Knight
[1] Cairngorgon, Antiluminescent Knight
[1] Leviair the Sea Dragon
[1] Mechquipped Angineer

Autor: Subonito

Shadoll HERO - TCG de Abril de 2014

Main DeckExtra Deck
Monsters [17]:
[3] Elemental HERO Neos Alius
[3] Elemental HERO Shadow Mist
[3] Shadoll Dragon
[3] Shadoll Hedgehog
[2] Armageddon Knight
[1] Shadoll Beast
[1] Shadoll Lizard
[1] Shadoll Falcon

Spells [15]:
[2] Shadoll Fusion
[2] Gemini Spark
[2] E - Emergency Call
[2] Mystical Space Typhoon
[1] Miracle Fusion
[1] Reinforcement of the Army
[1] Foolish Burial
[1] Dark Hole
[1] Mask Change
[1] Mask Change Second
[1] A Hero Lives

Traps [8]:
[1] Solemn Warning
[1] Bottomless Trap Hole
[1] Torrential Tribute
[1] Dimensional Prison
[1] Call of the Haunted
[1] Hero Blast
[1] Shadoll Roots
[1] Breakthrough Skill
Extra Deck [15]:
[1] Masked HERO Dark Law
[1] Masked HERO Koga
[1] Elemental HERO The Shining
[1] Elemental HERO Escuridão
[2] El-Shadoll Nephilim
[2] El-Shadoll Midrash
[1] Number 101: Silent Honor ARK
[1] Evilswarm Exciton Knight
[1] Cairgorgon, Antiluminescent Knight
[1] Castel the Avian Skyblaster
[1] Black Rose Dragon
[1] Powered Inzektron
[1] Arcanite Magician

Autor: Subonito

Masked Mermail - TCG de Abril de 2014

Main DeckExtra Deck
Monsters [25]:
[2] Genex Controller
[3] Mermail Abysslinde
[3] Mermail Abysspike
[2] Mermail Abyssturge
[2] Mermail Abyssteus
[2] Mermail Abyssmegalo
[2] Genex Undine
[2] Atlantean Marksman
[2] Atlantean Heavy Infantry
[1] Atlantean Dragoons
[1] Tidal, Dragon Ruler of Waterfalls
[1] Mermail Abyssgunde
[1] Mermail Abysshilde
[1] Mermail Abyssleed

Spells [9]:
[2] Mask Change Second
[2] Upstart Goblin
[2] Mystical Space Typhoon
[2] Salvage
[1] Soul Charge

Traps [6]:
[3] Abyss-Sphere
[2] Breakthrough Skill
[1] Trap Stun
Extra Deck [6]:
[1] Masked HERO Acid
[1] Masked HERO Vapor
[1] Masked HERO Dark Law
[1] Leo, the Keeper of the Sacred Tree
[1] Black Rose Dragon
[1] Gungnir, Dragon of the Ice Barrier
[1] Number 11: Big Eye
[1] Mecha Phantom Beast Dracossack
[1] Mermail Abyssgaios
[1] Bahamut Shark
[1] Number 101: Silent Honor ARK
[1] Evilswarm Exciton Knight
[1] Full Armored - Black Ray Lancer
[1] Tri-Edge Levia
[1] Mermail Abysstrite

Autor: Subonito

 Se quiserem ver mais variantes com Masked HEROs, tem esse vídeo do Yu-Gi-Oh Edition Singapore, onde o cara usa e abusa da criatividade. Clique Aqui.

 Esse cansou, mas foi bem divertido de digitar. HERO é um arquétipo mágico que ganha fãs todos os dias, o deck juntamente do personagem Jaden Yuki marcaram muita gente com o Yu-Gi-Oh! GX e no momento atual do jogo pode até mesmo competir com os gigantes. Está consolidado que o verdadeiro objetivo dos heróis é construir heróis, sejam eles um arquétipo ou um duelista. E pra encerrar, a quarta definição de herói pelo dicionário:

"Homem que suporta exemplarmente um destino incomum, como um extremo infortúnio ou sofrimento, ou que arrisca sua vida abnegadamente pelo seu dever ou pelo próximo."

Semana que vem (ou daqui a 15 dias, HCNC é quinzenal, mas depende muito da minha inspiração) vai ter Furnimal no HCNC, não vai ser um especial, como este, mas será sobre o que me chamou a atenção no novo deck, que surpreendentemente não foi os monstros. Spoiler dado, eu me despeço de vocês e até mais algum dia, falous!

Comentários
24 Comentários

24 Comentários:

Cyberblu disse:
20 de junho de 2014 14:25

First
Post foda, agora preciso de um tempo para ler huehue

Aldair Farias disse:
20 de junho de 2014 15:17

Excelente post, parabéns!!!
Masked Heros com força total!!!
Aldair Hatake

TheBestCombos disse:
20 de junho de 2014 15:28

outra variante de masked hero...
https://www.youtube.com/watch?v=DuSLZl2gzmc

TheBestCombos disse:
20 de junho de 2014 15:29

e parabéns pelo post :) ficou mó legal, sdds stratos

Kirito Norris disse:
20 de junho de 2014 16:16

Aplausos!!

Eric Luiz disse:
20 de junho de 2014 16:47

O post ficou realmente muito foda.Parabéns
Tbm gostei do deck shadoll Hero.
Mas na minha opinião faltou achar um espaço para +1 miracle fusion.
Sei la eu acho uma miracle fusion, é poco.

Eric Luiz disse:
20 de junho de 2014 16:51

Frases do dia:
O verdadeiro heroísmo consiste em persistir por mais um momento, quando tudo parece perdido.

Um herói é um indivíduo comum que encontra a força para perseverar e resistir apesar dos obstáculos devastadores.

um vez herói sempre herói

subonito disse:
20 de junho de 2014 17:21

Eric, só não forcei mais uma Miracle porque o deck não tem tanto alvo forte de HERO (Escuridão e o Shining é só pra somar ATK, se bem que o segundo efeito do Shining não cairia mal). Mas as decklists são somente bases, se eu fosse tirar algo pra por mais uma Miracle eu tiraria um Alius, talvez...

O post realmente ficou grande, espero que não tenha ficado massante (¬¬). É como eu digo, Padarox, qualquer coisa + HERO é uma variante nova, eles dão bem com praticamente tudo. Mals ae, esqueci de linkar o seu video no post.

Preciso lembrar de não me empolgar muito, empolgação é contagiosa ;=;
HERO poarr!!!!

E muito obrigado pelos elogios ao post, é sempre bom saber que o trabalho está dando resultado.

Carlos Alberto Alberto disse:
20 de junho de 2014 17:25

Belo post!!!
Heros voltando com tudo!

Cyberblu disse:
20 de junho de 2014 19:18

Terminei de ler. Só li verdades. Sério, to doido para testar esses decks, to vendo que vou ter que voltar a jogar YGOPro pra isso. Esse Kamikaze e Dark Law são um perigo, mas e o Kouga? Sofre búlen o coitado. Bom, também acho que o Kouga é ótimo em deck Hero Beat (banindo Alius e Captain para diminuir o ATK dos monstros do oponente), sem contar que a artwork dele é a mais dahora também.

Emerson Martins de Deus disse:
20 de junho de 2014 20:38

Continue se empolgando em seus posts Subo, ficou show demais esse post, demorei para ler, mas valeu cada minuto, falou sobre TCG, falou sobre OCG, falou sobre a sua previsão para a chegada deles em ambos os formatos, mostrou curiosidades, um post que você tem gosto de ler. Muito bom!

MiniKing disse:
20 de junho de 2014 20:55

so pra perguntar mesmo, esse arco iris do lado das cartas apos o lançamentos do arc-V, sao uma raridade ou eh so um novo capricho da konami(primeira carta com ele foi N99: Hope dragun)

subonito disse:
20 de junho de 2014 21:07

A principio eu não queria comentar do Koga pelo seu efeito não estar completo (era só o valor do boost). Mesmo assim, o Kamikaze chamou mais atenção mesmo tendo menos brilho de jogo(Neos Alius. Neos Alius...). Koga ajuda a tirar OTK da onde não tem, de fato o melhor Masked pro Bubble Beat classico.

Quanto as raridades, na verdade não mudou nada, é só um jeito de a konami mostrar que as cartas são foil. As cartas não recebem um brilho daquele jeito, continuam com o padrão de suas raridades (Super, Ultra, Ultimate, Secret, etc.). Os feixes de luz parecem bastante com os feixes que saem dos pêndulos no anime (viajem minha talvez), deve servir apenas para familiarizar o publico novo.

Tenho um pouco de medo que meus posts menores não vão conseguir ser peixe grande também, mas vou tentar ;=;

Guilherme Lerry dos Santos disse:
20 de junho de 2014 21:13

Toy Pot zuando geral next one.

Cyberblu disse:
20 de junho de 2014 22:01

@MiniKing, as raridades são as mesmas, você deve estar de referindo as cartas foil (que tem um brilho diferente, mas podem ser tanto comuns quanto raras). No Arc-V o Shingo Sawatari tem umas cartas foil no deck, para dizer que são raras (já que ele é um teoricamente é um duelista de elite).

@Subo, da nada, esse foi um post triplo, normal que fique maior que o normal.

TheBestCombos disse:
20 de junho de 2014 23:57

eu não acho que o kamikaze se sobressaia tão bom ofensivamente por que hoje em dia é muito facil fazer um 101 ou um exciton e tirar ele de campo, talvez defensivamente ele seja uma opção jogado em modo de defesa...

subonito disse:
21 de junho de 2014 01:27

O problema dele, em HERO, é o fato de ele ser 100% previsível. Invoca-lo em defesa no turno do oponente é o mais correto a se fazer. Mas o ATK dele funciona perfeitamente ou pra pegar um monstro do oponente ou um possível OTK, e o efeito dele com uma Lance/Dress/Safe Zone e cia pode lhe garantir ataques seguros onde o oponente vai forçar alguma coisa sem muito resultado com medo do saque que o Kamikaze dá.

Se bem protegido ele funciona em jogo ofensivamente e defensivamente, e jogando na Battle Phase do cara, você mata um turno util dele.

TheBestCombos disse:
21 de junho de 2014 03:09

acho que se caso eu jogasse com ele no meu deck com certeza teria 3 lance e 2 skill prisioner, ai seria só sucesso com ele

TheBestCombos disse:
21 de junho de 2014 03:10

acho que se caso eu jogasse com ele no meu deck com certeza teria 3 lance e 2 skill prisioner, ai seria só sucesso com ele

lucast disse:
21 de junho de 2014 03:41

Competitivo e Divertido.
Sério, é muito, muito legal.

Estou usando duas cópias da MCS e dois DL no meu deck Shaddoll e olha, que estrago, cara. Além disso, monstros como Armageddon Knight não ficam mais desprotegidos no campo, sendo que eu posso evoluir ele para um batedor de 2400 com um efeito extremamente anti-meta. Se não houver uma correção no efeito dessa MCS, com certeza será tocada. O jeito é esperar e ver se é 1 nível acima ou um nível maior (que apelação).

Konami realmente tá se puxando pra vender, hein. Monstros e temas interessantes aos montes.

Além disso, é muito legal pensar no conceito de evoluir seus monstros e ter um HERO em qualquer deck.

All Hail Jaden.

Emerson Martins de Deus disse:
21 de junho de 2014 08:04

A minha opinião sobre o Kamikaze é que do mesmo jeito que ele pode levar um 101 por exemplo, ele também pode não levar... falando mais claramente eu quero dizer que isso é uma questão de skills, não é realmente necessário que você coloque cartas especificamente pensando "essa é para proteger meu Kamikaze", as cartas que qualquer deck costuma usar para travar o oponente já são suficientes, e ele é um monstro como qualquer outro, o que o oponente usaria nele, usa em qualquer um, retirar um monstro do campo fica mais fácil ao longo do decorrer do metagame, mas jogadas com cartas do tipo de Breakthrough Skill que vários decks costumam usar ultimamente é algo que pode te garantir um controle sobre a ação do oponente, e atual normalmente no seu jogo sem ter que ser uma jogada muito especifica como a Safe Zone que o Subo citou.

Cyberblu disse:
21 de junho de 2014 13:35

Para proteger o Kamikaze só ter Skill Prisoner e Forbidden Lance no deck.

Fábio Bitencourt disse:
22 de junho de 2014 14:05

Eu estou testando uma build de Heros com Harpie e ficou bem interessante, com a chegada do Kamikaze, vai ficar melhor ainda. :D

Marcio disse:
30 de junho de 2014 00:21

Parando pra ler décadas depois, mas good job Subo, você é o melhor.