28 de maio de 2014

Here Comes a New Card #46: Odd-Eyes Pendulum Dragon



"A diversão só está começando!" SAKAKI, Yuya.

 Eae pessoal, blzinha? Here Comes a New Card com uma carta popular, escolhida por vocês na enquete do post das Hands. Odd-Eyes Pendulum Dragon ganhou a enquete que teve mais de 300 votos com mais de 50 deles, uma vitória massiva sobre as demais 14 cartas/temas da enquete. Motivo da euforia toda: acho que eu sei.

 Odd-Eyes representando mais uma vez os pêndulos em um post meu, como eu já citei a funcionalidade da mecânica antes e ainda marquei um post do Emerson tirando todas as finais duvidas, eu vou deixar aqui um link pro HCNC do Magician of Chronomancy e de lá vocês tiram todas as informações que precisam dos pêndulos. Clicando aqui.


Odd-Eyes Pendulum Dragon
★ 7 / DARK
Escala Pêndulo: 4
ATK: 2500 / DEF: 2000
Dragão / Pêndulo / Efeito
Efeito Pêndulo: Você só pode usar cada Efeito Pêndulo de "Odd-Eyes Pendulum Dragon" uma vez por turno. Você não recebe danos por batalha envolvendo um Monstro Pêndulo que você controle. Durante a sua End Phase: você pode destruir esta carta, e se você o faz, adicione 1 Monstro Pêndulo com 1500 ou menos de ATK do seu Deck pra sua mão. 
Efeito Monstro: Todo dano de batalha que seu oponente recebe envolvendo este monstro e um monstro do oponente é dobrado.





"It is Show Time!"

 Como um autentico monstro ás de protagonista de Yu-Gi-Oh! Odd-Eyes fez o seu dever de casa sendo um monstro com 2500 pontos de ATK, tradição nas séries animadas. Mas não é apenas nisso que o dragão apresenta como referência a trama: no anime a desconhecida Invocação Pêndulo é algo inovador no universo, algo que começou com o Odd-Eyes, Magician of Chronomancy e Magician of Astromancy. O anime provavelmente vai explorar esse acontecimento e o Odd-Eyes ganhará ainda mais peso na história.

 Por outro lado, Odd-Eyes em si faz referência ao seu usuário, Yuya Sakaki. Yuya Sakaki possui uma filosofia de vida bem inusitada, ele procura ser o primeiro a rir sobre si mesmo, para que ele não se intimide com as risadas de terceiros sobre o fato de ele ser filho de um covarde. E para isso ficar mais completo, a equipe produtora do anime implantou a temática circense tanto na obra, como no personagem. Yuya chega até mesmo a vestir roupa de palhaço no primeiro episódio. E é no circo onde o Odd-Eyes se encaixa: Pêndulo não somente é um termo da física, como também uma atração circense que empolga bastante o publico pela ousadia e adrenalina que corre nas veias dos acrobatas. Um show belo e perigoso.

 Mas Odd-Eyes não para por aí. Ele é uma daquelas brincadeiras que a produtora gosta de pregar pros fãs, uma evidência para teorias. Odd-Eyes em tradução literal não significa absolutamente nada, porém, o termo é utilizado para definir pessoas ou animais que possuem olhos de cores diferentes.

  E a brincadeira foi ainda mais longe, eles usaram a mesma coloração dos olhos da Yubel no Odd-Eyes (e na mesma posição; direito: laranja. esquerdo: verde)para relacionar não só ambos, como o universo do Yu-Gi-Oh! GX com o Yu-Gi-Oh! Arc-V.

 Ainda não se tem muito para comparar e teorizar, mas mais pra frente haverá coisas que ninguém jamais iria pensar que poderia acontecer. Zexal fez muito disso, Arc-V também fará, parece até uma tradição.


O Advento que todo Duelista Esperava: Pêndulos!

 Série de TV nova, mecânica nova, pacote novo e claro, cartas novas. Os primeiros sets de cada série do jogo carregam consigo um hype do tamanho do mundo por si só e nem sempre isso é correspondido. 

 O pacote pecou em alguns pontos comigo: • Pra inicio de uma nova mecânica, achei que teve um número muito pequeno de pêndulos sendo que eles não são cartas de Extra Deck por natureza. • Arquétipos novos sem carisma: Shadoll se safa aqui, mas Cosmic Dragon e Satellaknight, um é o toolbox clássico já existente nos Scraps com o novo campo (mata um, vem outro) e o outro é um monte de Invocações Especiais, Buscas e Efeitos de Destruições compilados (Outro arquétipo com a maioria dos clichês das cartas atuais, não tendo nada em peculiar), respectivamente. • Só teve umas 4 cartas que tinham escrito Zona/Monstro Pêndulo em seus textos: a mecânica nova não recebeu o apoio que deveria, talvez por medo da Konami, mas alguma coisa tinha que ser feito e foram poucas.

 Curiosidade a parte: desde o Photon Shockwave o Yu-Gi-Oh! não tinha recebido um pacote cujo monstro da capa fosse um monstro de Main Deck. Tínhamos que voltar as origens alguma hora e quebrar os tabus do jogo.


Cartas que Introduzem Mecânicas e Arquétipos.

 Sabe quando você pega uma carta, lê seu efeito e diz: "Isso daqui é um bê-á-bá do deck!". Odd-Eyes é a mesma coisa, uma introdução barata pra nova mecânica. Ele faz praticamente tudo que a mecânica permite: ele é ativável, ele se destrói pra ir pro Extra Deck e de lá ele volta com o monstro que ele adicionou mais algum colega. Esse combo é certeza de que vai aparecer no desenho, até porque as três cartas principais (Odd-Eyes, Maigician of Chronomancy e Astromancy) se completam num grupinho fechado de onde, você pegando 2 deles, o terceiro pode ser invocado. No desenho isso vai ter algum brilho em particular para cada um dos casos, mas no jogo em si, acho difícil, invocar o Odd-Eyes sempre será mais vantajoso.

 Esses tipos de cartas existem em quase todos os arquétipos e geralmente são cartas armadilhas. Bujin tem a Bujin Regalia- The Sword, que mostra que o deck possui 2 tipos de Bujingis, um que atua melhor na mão e outro no cemitério. Sylvan possui duas, Sylvan's Blessing e Sylvan Waterslide, ambas mostrando quer por cartas no topo do baralho e depois escava-las é a forma que o deck roda. São cartas que introduzem pros menos chegados como o deck funciona, e desse ponto de partida eles começam a se especializar e aprender como deixa-los mais fortes.


 Explosão de Impacto Espiral!!
"螺旋のストライク・バースト!!" (Rasen no Sutoraiku Bāsuto)

 Uma Stoic Challenge ambulante, pensaram que isso pegaria bem e por um lado até pegou. Odd-Eyes Pendulum Dragon em soma com as regras dos monstros pêndulos possui uma enorme força em mãos. A regra dos pêndulos diz claramente, que ao serem enviados do campo ao cemitério, pêndulos voltam pro Extra Deck e podem ser invocados de lá com os devidos 2 monstros pêndulos nas zonas pêndulos, de novo e de novo, uma vez todo turno. Odd-Eyes pode atacar sem medo de ser feliz, se ele morrer, ele irá voltar.

 Mas o problema é mais embaixo, se o oponente deixar brecha com monstros de baixo ataque em campo ele faz um estrago ainda maior. Se houver monstros com menos de 1250 pontos no campo do oponente em modo de ataque Odd-Eyes estará retirando mais danos do que com um ataque direto.

 Mas a brincadeira está longe do fim, junto dos Xyzs proporcionados por decks como Gadget Pendulum ou Scrap Pendulum, você pode forçar o oponente a perder, meio forte o termo, mas é quase isso. Os Xyzs são as melhores criaturas pra dar cobertura pros pêndulos, principalmente os de rank 4. Papilloperative/Paladynamo, faz o Odd-Eyes ter ainda mais poder de campo. Dire Wolf/Silent Honor ARK, retira as piores cartas do campo. Gagaga Cowboy, ótimo finalizador.

 Contando os demais ranks e os demais decks onde os pêndulos podem atuar, criar um OTK rápido não é nenhum problema, principalmente usando o Odd-Eyes. Como eu tinha dito no post do Magician of Chronomancy: talvez teremos a primeira carta de protagonista a ir pra banlista.


Força de Reação!!
リアクション・フォース!! (Riakushon Fōsu)

 O meu amigo aqui à esquerda foi pra lista por um motivo, que se parece bastante com o do Odd-Eyes. De um lado temos um efeito monstro muito interessante e mortal, do outro temos um efeito pêndulo muito útil e importante pro deck continuar a rodar normalmente.

 Odd-Eyes possui 2 efeitos enquanto reside na Zona Pêndulo, vamos falar do segundo deles, o efeito buscador. Ele pode se auto-destruir (consta como destruição, se tiver algo que possa tirar vantagem disso, melhor. Lembrete: ele está sendo tratado como uma magia, nada de Supply Units) e buscar um monstro pêndulo do seu baralho com menos de 1500 pontos de ATK. Essa caracteristica engloba quase todos os monstros pêndulos existentes no jogo, podendo criar jogadas que pegam seu oponente de surpresa. Uma outra ideia é o novo Rescue Rat que joga bastante com os Odd-Eyes que ficam no Extra Deck podendo retorna-los para mão, possibilitando mais buscas.

 Odd-Eyes não para por aí, ele possui mais um efeito (raramente usado). Esse efeito não é ruim, mas entra em conflito com o efeito de busca. Caso um monstro pêndulo que você controle batalhe, você pode cancelar o dano (efeitos de proteção, sempre presentes nas cartas ases dos protagonistas desde o Yu-Gi-Oh! 5D's). Outro problema do efeito é a falta de monstros pêndulos com presença significativa na zona de monstros, talvez futuramente algo seja feito para se aproveitar da ideia, principalmente vindo pela série animada, mas no momento, o efeito de busca continua sendo o mais vantajoso.

 Caso o efeito impedisse destruição ou algo do tipo, teria muito mais situação de jogo.


Formas de Abuso com Pêndulos.

 A nova mecânica vem acompanhada de furos (não gostaria de usar a palavra, mas é a que mais se encaixa), o principal deles vem da seguinte regra: "Monstros Pêndulos  não são enviados do campo ao cemitério, nesse caso, eles são enviados ao Extra Deck virados para cima." Tendo isso em mente, podemos abusar de pêndulos de diversas maneiras: • Começando primeiramente por Sincros, os clássicos. Uma boa ideia é usar Unknown Synchron, uma vez que ele com o Odd-Eyes pode invocar Synchros Nível 8, e melhor, até mesmo o Beelze. Se um Beelze sozinho já assusta muita gente, com um Odd-Eyes dando cobertura então. • Cartas com custo sendo monstros em campo são outro método de tornar a lenta mecânica em algo assustador. Grande exemplo disso é a Mini-Guts, podendo gerar combos cujo dano chega a 5000 com poucas desvantagens.

 Por que eu citei isso? Porque a mecânica é lenta, ela é uma planta em crescimento ainda, assim como os Sincros e os Xyz foram. Primeiro é preciso plantar a semente, esperar crescer e assim dar frutos. Mas enquanto esses processos não se completam precisamos aduba-las e rega-las (nada de agrotóxicos!). Enquanto a mecânica estiver em seu inicio, na grande maioria dos decks com elas, você vai precisar de uma jogada aleatória para tirar vantagens. As possibilidades são gigantes, usem a imaginação.


Deck Profile: Expresso Pendular, ao Resgate!

 Essa é uma brincadeira minha com a mecânica, o deck em si não possui fortes promessas pra cima dos decks mais cotados do momento, também não estou com Soul Charge no baralho, mesmo que caia feito uma luva. Os pêndulos não são necessariamente a cabeça do baralho, portanto a consistência do triozinho deles já é de enorme ajuda para concluir as próximas jogadas e pressionar o oponente. A ideia do baralho é jogar 2 Armoroids pro cemitério, então a jogada de Expressroid e Rescueroid fazem um boom no campo, lhe dando jogadas grandes com o setup correto.

 Não sei se o pessoal que lê os meus posts preferem decks menos ou mais competitivos. Caso possível, poderiam deixar nos comentários o que vocês acham. Enquanto isso:


Formato TCG de Abril de 2014

Monstros (26):
3x Odd-Eyes Pendulum Dragon
3x Expressroid
3x Rescueroid
3x Armoroid
2x Stargazer Magician
2x Timegazer Magician
2x Swift Scarecrow
2x Machina Gearframe
1x Machina Fortress
1x Machina Cannon
1x Redox, Dragon Ruler of Boulders

Magicas (13):
3x Mystical Space Typhoon
3x Trade-In
3x Upstart Goblin
3x Hand Destruction
1x Dark Hole

Armadilhas (1):
Treacherous Trap Hole

Extra Deck (15):
Lista Base: possíveis invocações; Xyz Rank 3, 4, 5, 7 e 8.
Prioridade aos negritados.




 Encerrando o post por aqui, gostaria de agradecer e pedir desculpas à vocês: tivemos uma boa participação na enquete. Também atrasei bastante esse post, isso porque ainda tinha um pessoal perguntando por ele no chat da Nexus. Mas agora que saiu, espero que gostem, comentem o que acharam e sugestões são sempre bem vindas.

 Já adiantando, quando sair mais HEROs no novo Deck de Estrutura está garantido um compilado sobre eles no HCNC, caso não aconteça tão cedo, continuamos a programação normal. Dito isso, me despeço de vocês mais uma vez, obrigado pela paciencia e falous!

Comentários
10 Comentários

10 Comentários:

Anônimo disse:
28 de maio de 2014 10:25

Odd-Eyes + Beyond the Hope, já dei um OTK num cara com Lightsworn assim, e eu tava com 2 Odd-Eyes

Emerson Martins de Deus disse:
28 de maio de 2014 11:07

Muito bom jovem Subo, mas não precisava daquela alfinetada nos Yang Zing, archetype que eu gosto tanto :/

***

Pendulum a principio parecem ser bem complicados para quem não vinha acompanhando o anuncio de suas regras, como eu fazia, já traduzindo todas para o site. Algo interessante é que Pendulum só retornam para o Extra se estiveram face-up no campo, caso não, vão ao cemitério, digo isso por uma das regras que eu já traduzi, se a ativação como mágica ou invocação como monstro for negada, eles vão para o grave, porque eles não são considerados como se estivessem no campo, logo da para concluir o que eu disse anteriormente sobre eles forem descartados da mão, onde eles também não estariam face-up no campo.

Para quem chega agora é meio complicado compreender a nova mecânica e suas peculiaridades, diferente de quem vinha acompanhando o que vinha a ser anunciado.

Enfim, muito bom o seu post, eu já arrisco dizer que o primeiro Pendulum Deck a chegar ao nível competitivo de forma a competir diretamente com outros decks competitivos será Pendulum Gadget, eu testei ele com os Pendulum Normal Monsters(que para mim são melhores do que os com efeito, devido as opções de search, como Summoners Art que é bem mais rápida que o Odd-Eyes por exemplo), o deck roda muito bem, acho que o motivo disso é que cobre uma fraqueza apontada pro alguns sobre Pendulum, que é a rápida saída de cartas da mão, coisa que é resolvida pelos Gadgets invocados por Pendulum Summon, e óbvio que todo esse Swarm tem o auxilio de Xyz Monsters, como o Gear Giant X, por exemplo.

Anônimo disse:
28 de maio de 2014 11:21

onde vc fez esta carta do Odd-Eyes Pendulum Dragon

Guilherme Lerry dos Santos disse:
28 de maio de 2014 12:43

As novas cartas tellaknight calam a boca de qualquer um falando mal. Archtype simplesmente inovador demais sem limite nos Special, sendo o limite o efeito uma vez por turno. Discordo do que você falou sobre eles por esse fato, são uma compilação de efeitos poderosos dentro de monstros criando combos inesperados e até burn wins. Quanto ao post, mó daora.

Guilherme Lerry dos Santos disse:
28 de maio de 2014 12:46

Acrescentando. Concordo com o Emerson, eu duelei recentemente com um rapaz que jogava de Pendulum Normal, as opções de Search são muito maiores e mais consistentes: Azure Dragon Summoner trás qualquer um dos dois (spellcaster e pendulum knight), Advanced trás o Spellcaster e Reinforcement of the Army trás o Pendulum Knight. Além de que por eventualidade cairem no grave, só ativar Factory que recupera os dois.

subonito disse:
28 de maio de 2014 13:30

@anon das 11:21, achei a imagem de um cara na internet que faz proxy no Photoshop. Aqui está o site dele: http://ygoproxy.altervista.org

Eu ainda não vejo graça naqueles archtypos novos, mas não posso negar a consistencia, isso, só na primeira remessa de suportes. :V

Agora que tocaram no assunto, eu cheguei a testar pendulo normal no pro e concordo com o que disseram. O baralho possui mais saidas que o deck com pendulos de efeito, melhor ainda por não possuir o Timegazer (restrição dele machuca muito), onde você teria que esperar estar em desvantagem pra poder abrir o arco e começar a invocar. Fora que os Normal Pendulos atuais possuem bons atributos: LV4 e 5, por exemplo.

Só se esqueceram de um suporte que fica bem legal no deck, o White Elephants Gift

Eric disse:
28 de maio de 2014 15:58

Ficou legal o post carinha, acho que vou falar de algum Pendulum qualquer dia desses

Apocalipse disse:
28 de maio de 2014 16:47

Ae caralho, post do sub <3, mas sub respeite os tella e os ingui iangui. Eu tô apreciando mais a mecânica com tella, ingui não testei direito. Bom post seu viadu <3

Anônimo disse:
30 de maio de 2014 00:19

emerson vc eh simplismente um babaca serio se toca velho

Emerson Martins de Deus disse:
30 de maio de 2014 16:59

@Anon, e com quais precedentes você diz isso? Sinceramente, tem gente que não se da conta de si mesmo, e infelizmente nessa sociedade a ignorância predomina, só não consigo entender onde acha que esses insultos vão te levar, é simplesmente cômico como você se expressou no comentário anterior.