11 de março de 2014

Here Comes a New Card #37: Number 52: Diamond Crab King


 Eae pessoal, blzinha? HCNC hoje de uma carta que eu aprendi a gostar, não por um método complicado, mas como se estivesse olhando para uma obra de arte. A carta da semana é uma carta recente no jogo que já roubou o lugar de certas coisas no Extra Deck de muita gente.

 Direto do mangá do Yugioh! Zexal e do fundo dos oceanos, temos a carta da semana de hoje, adicionando mais um aos Numbers que logo logo terão seus 107 membros revelados e lançados no jogo. Enquanto isso não acontece, vamos ao post:


Number 52: Diamond Crab King
★ 4/ EARTH
ATK: 0 / DEF: 3000
Pedra / Efeito
2 Monstros Nível 4
Uma vez por turno: você pode remover 1 Material Xyz desta carta; a DEF desta carta se torna 0, além de o ATK desta carta se tornar 3000. Essas mudanças duram até a End Phase. Se esta carta ataca, mude ela para Modo de Defesa no fim da Battle Phase. Se esta carta é atacada enquanto não possuí Materiais Xyz, mude ela para Modo de Ataque no fim da Damage Step. Você só pode controlar apenas 1 "Number 52: Diamond Crab King".




 Utilizado por Kyoji Yagumo, esta carta foi originada no mangá do Yugioh! Zexal (como já citado acima), as obras mesmo possuindo nomes iguais são completamente diferentes entre si, sobrando apenas alguns dos personagens semelhantes em ambas as histórias. Kyoji possui um deck até então sem muito nexo, possuindo apenas cartas para invocar os seus Numbers do Extra Deck, dentre algumas delas temos Insetos, Zumbis e a primeira carta Rank-Up a aparecer no mangá do Zexal. 

 O anime do Zexal está para acabar, mas o mangá vai prevalecer por um bom tempo, recomendado mesmo pra quem não gostou do Zexal, uma nova história, muito bem desenhada e com cartas interessantes. Dêem uma olhada.

 A base criativa para o Crab King é o Caranguejo Rei, uma espécie dentre os caranguejos , conhecida principalmente pelo sabor de sua carne. A espécie também é conhecida como Caranguejo Pedra, pela sua aparência "rochosa", daí que foi pensado o Tipo e o Atributo da carta, que são Pedra e TERRA, respectivamente.  


 A carta, por ser uma carta do mangá, virá na cópia física do mangá do Yugioh! Zexal Vol. 6 como uma promo, que já está a venda atualmente no Japão e sem data prévia pros Estados Unidos. Infelizmente, esse tipo de carta não chega ao Brasil por não termos uma publicação do mangá, um dos motivos seria o baixo feedback para qualquer editora que produzir o mangá e ainda gastar mais com a impressão das promos. A primeira série de Yugioh! foi publicada pela Editora JBC na época de ouro do desenho (passando na TV Globinho e Nickelodeon), onde o feedback e o lucro foram grandes. A versão brasileira conta com 38 volumes.

 Mas o que fazer, já que a carta não vai vir para o Brasil? Não é que ela não virá, mas vai demorar um bom tempo. Futuramente ela poderá ganhar um reprint, dependendo do sucesso dela no jogo (algo que eu não duvido nada), exemplo massivo disso é o Gorz the Emissary of Darkness que veio como promo do Yugioh! R e que recebeu inúmeros reprints com o tempo. Nem tudo está perdido, basta aguardar.


 Nostalgicamente incrível. Esse é o meu elogio para o Crab King, uma carta com um efeito criativo, justo e que em certos momentos é exatamente o que você precisava. Ele junta o estilo Shield & Sword de Joey Wheller e o estilo Big Shield Gardna de Yugi Muto em uma única carta, genérica e com grande potencial.

 Comecemos pelo efeito principal da carta, retirando toda a sua DEF e dando 3000 pontos de ATK a si mesmo, algo de peso, um beatstick (termo geralmente usado para monstros fortes de fácil invocação). Crab King pode retirar muita coisa chata de campo usando o seu efeito, com um custo pequeno, monstros de Rank 4 genéricos, no geral, são simples de invocar. E por termos um custo minusculo a perda dele nem sempre será sentida, mas sim aliviada por o oponente ter que gastar uma carta em um monstro sem pontos de ATK. Nisso entramos em mais um ponto positivo da carta: imunidade a Bottomless Trap Hole, uma carta frequente no jogo que fica sempre a espreita de um monstro Xyz do oponente.

O próximo efeito da carta é outra genialidade de seu texto, muito bem escrito e detalhado. Após ele atacar, seu efeito o obriga a ser mudado para o Modo de Defesa, onde seus pontos fortes, extremamente chamativos, tem maior efetividade no jogo. Na posição de defesa, após um ataque suscetivo, é o peixe grande desse turno. Você atacou, tirou algo importante do oponente (atualmente monstros de peso, geralmente, não passam de 2800 pontos de ATK, pode se ver isso perfeitamente nos decks mais comuns do formato), e já se colocou na defensiva, com um monstro que só vai morrer por efeito (raros momentos em que o oponente tem algo mais forte).

Melhor que tudo isso é que em defesa, o Crab King tem proteção contra uma carta também recente e também famosa no jogo, ou vocês se esqueceram do Number 101: Silent Honor ARK? A bendita restrição do Modo de Ataque é o que mata a carta contra o Crab King, pode parecer algo muito situacional, mas não é, 80% dos decks fortes no jogo tem acesso a Rank 4, mesmo que você não consiga checar, você vai prever o que tem no Extra Deck do cara a primeira vista daquele Photon Thrasher ou Kagetokage, faz parte do jogo.

 Por fim, após você usar os 2 ataques uteis (Materiais Xyz) do Crab King lhe sobra o ultimo efeito: a tentação. Seu ultimo efeito pode parecer negativo pra carta, mas no fundo não é. Como eu já citei, ele é um monstro de DEF bruta, raramente destruído por batalha. Sendo assim, se o oponente não tiver como tirar ele de campo com efeitos, tudo que lhe resta é esperar. Nesse momento você ganha tempo. E pra impedir que você ainda tenha a vantagem ele vai arriscar um ataque pra mudar o Crab King pra ataque e tentar o segundo pra tirar ele de campo. 3000 não é pouco, algum dano relevante o oponente vai tomar, e se você tiver Waboku ou uma Mirror Force ainda pra baixo, o movimento desesperado do oponente vai por água abaixo.

 Em um grande resumo: a vinda do Crab King pra campo vai dar pressão no jogo, seu oponente vai ter que fazer alguma coisa, abrir mão de uma carta ou pontos de vida. Ficar parado é certeza que ele não vai, use isso a seu favor.

Segue uma regra da carta a minha esquerda: "Se o monstro alvejado por esta carta possuir menos que 800 pontos de ATK, seu ATK será zerado e ele ficará imune ao efeito de cartas magicas/armadilhas." Com isto em mente, temos a melhor carta de proteção ao Crab King. Você pode usar Lance no seu turno antes de ativar o efeito do Crab King, ele ainda terá seus invejados 3000 pontos de ATK e ainda ficará inafetado por um turno, ou você pode usar no turno do seu oponente enquanto ele está em DEF e protege-lo pelo turno, sendo quase improvável do oponente tirar ele de campo.

 Mais uma vez chegamos no mesmo ponto: fazer o oponente gastar recursos (à toa).

 Mas que deck iria rodar de uma maneira totalmente defensiva só pra ter o Crab King com todas as suas utilidades? Qualquer deck. Forbidden Lance, Waboku, Mirror Force, Safe Zone. Eu poderia citar mais cartas de proteção que são usáveis em qualquer deck sem quebrar consistência, uma cópia de cada, volta e meia sintonizam com o Crab King que você vai poder chamar.

 Mais que genérico, Crab King pode fazer o seu deck não só adotar um estilo bruto no seu turno, como também um estilo bem defensivo durante o turno do oponente, neutralizando muita coisa sem perder a alma do deck que você está rodando ou quebrando a consistência do deck. Crab King pode ser só mais um no Extra Deck, como também o cabeça de uma tech que pode ser útil a qualquer momento.

Talvez seja um adeus pra esse cara dos nossos Extra Decks. Gem-Knight Pearl foi superado em sua única função de existir: Rank 4 genérico de bom ATK. Mais que isso ainda, Crab King tem o mesmo Tipo e Atributo que ele, qualquer deck que for optar por alguem com tal condição, optariam pelo Crab King sem medo. Pearl ainda pode ser usável no deck do seu archtypo, mas não nos demais.

 Crab King pode matar também os Utopias dos decks a fora (exceto o deck focado nele e em Rank-Up), outro monstro que sua única função foi superada: Rank 4 genérico de bom ATK e com efeito de proteção. Crab King veio pra mudar o jogo, nesse fim de Era Xyz, só não cai quem tiver jogo de cintura e um motivo convincente pra continuar no Extra Deck de muita gente.



Deck: Gogogo
Formato: TCG de Janeiro de 2014

Monstros:
3x Gogogo Giant
2x Gogogo Golem
1x Gogogo Ghost
1x Gogogo Gollum
2x Summoner Monk
1x Blackwing - Zephyros the Elite
1x Gigantes
1x Gaia Plate the Earth Giant
3x Revival Golem
3x Kagetokage

Magias:
1x Rank-Up Magic - The Seventh One
1x Rank-Up Magica - Limited Barians Force
2x Catapult Zone
1x Terraforming
2x Mystical Space Typhoon
2x Forbidden Lance
1x Foolish Burial 
1x Dark Hole
1x Mind Control

Armadilhas:
2x Mirror Force
2x Dimensional Prison
1x Waboku
1x Breakthrough Skill
1x Skill Prisioner
1x Bottomless Trap Hole
1x Compulsory Evacuation Device
1x Solemn Warning

Extra Deck: 
1x Number 55: Gogogo Goliath
1x Number 101: Silent Honor ARK
1x Number C101: Silent Honor DARK
1x Number 104: Masquerade
1x Number C104: Umbral Horror Masquerade
1x Diamond Crab King
9x Sua Escolha



 E é isso aí. Com a bela imagem acima eu termino mais um HCNC, parece que vou conseguir arrumar o meu tempo, ainda mais com a folga do CDS dessa semana. Pra semana que vem, não vou fazer nem mistério, a carta do HCNC vai ser o Caingorgom, carta recente revelada pro Primal Origins, e que passarinhos verdes comentaram ser a próxima Secreta Rara da vez. Vamos ver isso mais a fundo futuramente.

 Então é isso, fiquem bem e falous!

Comentários
12 Comentários

12 Comentários:

Gabriel Fideli disse:
11 de março de 2014 10:22

VLW "KUNAMI" meu deck rock agradec (y)

Carlos Alberto Alberto disse:
11 de março de 2014 11:18

Dahora esse number foi algo muito criativo mesmo mas dependendo do deck não precisa tanto tbm...mas é uma carta excelente

Kimer disse:
11 de março de 2014 12:42

Esse carta ficaria bem legal em decks Rock Stun.

boiola fenomenal disse:
11 de março de 2014 13:04

só uma pequena correção, esse number é do mr heartland e dps o kyoji ganha ela do mr heartland, e o kyoji nunca usou ela num duelo até agr

Emerson Martins de Deus disse:
11 de março de 2014 13:18

Eu até pensei em usar esse cara, o problema é as várias cartas de negação espalhadas por aí, magina invocar ele em ATK e levar uma Veiler ou coisa do tipo, é pedir por OTK.

Enfim, é só tomar cuidado com essas coisas e ele se torna bem usável.

Bom post subo.

Anônimo disse:
11 de março de 2014 13:32

aonde eu encontro o manga?

Cyberblu disse:
11 de março de 2014 14:41

Puta carta foda essa. Coloco em todo deck que crio e já substitui meu Gagaga Cowboy em alguns, ainda mais por ter 0 de ATK quando é Summon (não é afetado pela maioria das Trap Holes), pode ficar com 3000 de ATK no seu turno e 3000 de DEF no turno do oponente. Sério, não é qualquer monstro que possui mais de 3000 de ATK para poder destruir esse bicho quando em Posição de Defesa, mas uma simples Photon Papilloperative já pode matar ele, então é uma espada de dois gumes, mas que vale a pena colocar no deck.

Anônimo disse:
11 de março de 2014 15:00

carta ducaraleo

Anônimo disse:
11 de março de 2014 15:33

É subonito, mas vc esqueceu de uma coisa, skill drain. Vários decks estão usando isso de side ou main, e uma skill drain bem dada acaba com o caranguejo diferente do pearl. Não tirando o mérito dele, é uma ótima carta, mas não em builds mermail ou heraldics que usam skill drain de side

Charles Araujo disse:
11 de março de 2014 18:02

Eu já usava esse number há muito tempo,mas optei por não usar mais, nem cabe no extra. Além do que, o ataque não é tudo, mas é grande ajuda. Uma outra carta que gosto muito é o number 58. Belo post, e estarei aguardando outros.^^

Anônimo disse:
12 de março de 2014 10:04

pão de batata

Anônimo disse:
12 de março de 2014 14:48

muito bom o posto