24 de março de 2014

Curiosidades #245: Attribute Reptile


Você os conhece? Com certeza!


STON-BoosterEN



Attribute Reptile são monstros lançados no Strike of Neos em fevereiro de 2007, junto com os primeiros Six Samurais e reforços voltados para os Neo-Spacian e Dark Worlds, e vieram na raridade Common, então sem importância alguma para o jogo competitivo. Curiosidades sobre eles é o que não faltam, mas vamos apresentá-los a vocês:  




























Reparem como na vida de duelista de vocês, ou principalmente na era Ruler, que foi meu caso e de um amigo que me mostrou sobre eles, que vocês perceberam a existência de um desses monstros. O que todos eles tem de óbvio em comum? 

1. Ataque e Defesa iguais a 2000 e 1500, respectivamente.
2. Todos tem o nível 7.
3. São do tipo Réptil.
4. Seus efeitos são muito parecidos, onde se diferenciam apenas no atributo a não ser destruído quando são aplicados.
5. Cada é tem seu próprio atributo, sendo um counterpart do outro, ou seja, cada monstro do Attribute Reptile tem 5 counterparts. 

Pois bem, todos eles são baseados em répteis (Ah, não diga?), cada um com sua particularidade que vamos ver agora: 


RadiantSpirit-TF04-JP-VG

Radiance Spirit é baseado numa tartaruga, para quem não percebeu. Além dessa carta ser um contraparte de um réptil, porque o nome Radiance Spirit e porque uma tartaruga? Simples, de acordo com o Livro de Cerimônias da cultura chinesa, a tartaruga é uma das quatro entidades que recebem espíritos, e o espírito que ela recebera era o de luz, por isso o atributo Light para ela. 


FirestormProminence-TF04-JP-VG

Firestorm Prominence é baseado num crocodilo, não num jacaré, como muitos pensam. Os crocodilos são da família Crocodilidae e os jacarés, da Alligatoridae. Enquanto os crocodilos possuem 14 espécies diferentes, os jacarés se dividem em oito espécies - entre elas, estão as dos gêneros Caiman e Paleosuchus, espécies de mais da maioria dos jacarés brasileiros. Não existem crocodilos no Brasil. 


DestructionCyclone-TF04-JP-VG

Destruction Cyclone tem sua artwork baseado num animal chamado Frilled Dragon ou Frilled Lizard, um "lagarto" que é achado principalmente no nordeste australiano ou no sudeste da Nova Guinea. É um réptil que se alimenta de insetos e alguns pequenos vertebrados, com o corpo parecido mesmo com um lagarto. Ele é considerado um lagarto grande, que pode chegar até em 85 centímetros de comprimento. A artwork do Destruction Cyclone é muito parecida com a artwork de outra carta do jogo: Razor Lizard.

RagingEarth-TF04-JP-VG

Raging Earth tem sua artwork baseada em um animal chamado Gila Monster. Por incrível que pareça, Raging é baseado em um lagarto, apesar do monstro que vemos na sua artwork ser... bem estranho. Pois bem, Gila Monster é um dos dois lagartos venenosos que vivem no EUA, mais precisamente no Sudeste e Sul, e também no estado de Sonora, no México. Sua cor e sua aparência trazem um pouco medo, principalmente se tratando de um bicho venonoso, apesar de sua locomoção ser bastante lenta, geralmente ele tem cerca de 60 centímetros de comprimento.

SilentAbyss-TF04-JP-VG

Silent Abyss é baseada na Cobra das Águas ou Water Snake. Essa cobra que vive em habitats muito úmidos, geralmente próximo a rios e principalmente, perto de vegetação próximas aos rios, ou até em brejos, como chamamos aqui no Brasil. Ela tem um comprimento de 91 a 152 centímetros, e está listada como uma das espécies mais amedrontadoras. Ela é encontrada principalmente nos EUA, nos estados do Indiana, Michigan, Ohio e Kentuchy, e se alimenta de sapos, salamandras e pequenos peixes.  

UmbralSoul-TF04-JP-VG

Para quem se pergunta que diabos de réptil o Umbral Soul se parece, eu respondo que não é nada do vimos e vamos ver em nossas vidas. Sua artwork é baseado no Basilisco, um réptil (Sim, Basilisco é um réptil) que em lendas europeias é rei das serpentes e de acordo com as lendas, seria capaz de matar com um simples olhar. E apenas para curiosidade, os Basiliscos são inimigos mortais dos grifos, e seu parente mais próximo é a cocatrice. Seu nome "Umbral" é baseado no nome "Umbra" que no Latin significa Ghost (Fantasma) ou Shadow (Sombra). Umbra, em termos científicos, significa a parte mais escura de uma sombra.  
_________________________________________________

Yu-Gi-Oh também é cultura, amigos. E eu gosto dessas curiosidades, saber de onde a carta veio, porque pensar que ela foi criada por um motivo idiota me parece muito monótono. Espero que tenham gostado, pois posso voltar a falar sobre mais categorias de monstros de Yu-Gi-Oh, abs. o/

Comentários
12 Comentários

12 Comentários:

Porthos disse:
24 de março de 2014 10:26

Outra curiosidade é que algumas seitas ocultistas europeias que existem entre os anos de Roma e o Renascimento identificavam "umbra" como um substantivo, seria uma espécie de mundo espiritual para eles. O termo inteiro é Umbrae algumacoisa, mas eles consideravam esse mundo espiritual uma "sombra" do nosso mundo.

Talvez esse seja um dos motivos de o Umbral Soul ser o único com um conceito mistico...

Sem mais, bom post.

P.S: Preciso falar com você, vadia, vê se consegue aparecer antes da sexta.

Guilherme Lerry dos Santos disse:
24 de março de 2014 11:16

Com penduluns chegando por ai esse bixos vão se tornar um pouco mais utilizáveis.

Cyberblu disse:
24 de março de 2014 13:01

Concordo com o @Guilherme, uma vez que são Level 7 vão ser fáceis de invocar por Pendulum, e também é legal que se o oponente não quiser destruir eles você pode usar para chamar um Dracossack da vida.

Bom post EleGê

Labyrinth Wall disse:
24 de março de 2014 13:20

ainda não entendi os Penduluns!! xD

ótimo post LG, agora posso dormir mais tranquilo sabendo da real identidade do Raging Earth

Anônimo disse:
24 de março de 2014 13:36

Sempre achei q o ranging earth fosse a sexta parte do exodia...

Anônimo disse:
24 de março de 2014 13:58

Sexta parte de Exodia... '-'

Enzzo Sato disse:
24 de março de 2014 14:32

Vei, que post dahora...
Ja tinha lido nos rascunhos (não resisti ._.)
Worm King do OCG aprova o raging earth huheuehueheuheuehuehe
e eu achava que o umbral era uma formiga .-.

Excelente post!

Labyrinth Wall disse:
24 de março de 2014 15:38

"Worm King do OCG aprova o raging earth"

LMAO

Daniel Minighiti disse:
24 de março de 2014 19:33

Nem sei pq os EUA não refizeram toda a arte do Raging earth de novo...
Acho que eles não se tocaram na mensagem subliminar da carta... Se bem que nem eh subliminar, na verdade :/

ksfire disse:
24 de março de 2014 20:07

Eu usava a Firestorm Prominence no meu antigo deck Solar Flare.
Acho que vou voltar a usar no novo deck de Flamvell Pendulum, é um monstro bem útil para decks de atributo FIRE.

Cyberblu disse:
24 de março de 2014 21:01

Estranho o Enzzo não ter comentado que o Raging Earth parece o Fungi of the Musk, a flecha da Fairy Archer e companhia...

Daniel Minighiti disse:
24 de março de 2014 21:49

LOL Blu, não sabia o da Fairy Archer não, até fui procurar a arte pra checar...

Acho que todos esses são amantes do Worm King "revelado", se é que vc me entende '-'

Mas de qualquer forma achei o post muito interessante, pricipalmente a parte dos basilisk...

E por que sempre que eu olho o Silent Abyss eu penso que é ele o do atribute DARK? (Talvez porque a arte seja toda negra, dããã)...