17 de março de 2014

Banlist Abril 2014 - Especulação

A criação de um novo meta?













Vamos especular sobre o Banlist de Abril!



Primeiramente quero deixar claro que as mudanças aqui propostas por mim são minha opinião com base no que vejo no jogo, cada um aqui tem sua opinião e ela deve ser respeitada, porém, questionada. Levo em consideração alguns aspectos e esses podem ser questionados também, mas dentro do limite. Pois bem, vamos começar pontuando os decks que apareceram mais durante o formato:


  • 1. Fire Fist
  • 2. Mermail
  • 3. Evilswam
  • 4. Prophecy
  • 5. Geargia e Variantes
  • 6. Ruler e Variantes

Esses, indiscutivelmente, foram os decks que mais apareceram no formato. Levando em consideração isso, vamos analisá-los separadamente e vou falar sobre o que eu acho vai mudar: (O que eu acredito que vá acontecer dentre as mudanças que podem acontecer)

Fire Fist:

O deck foi o mais popular do formato e o mais focado dentre Side Decks por essa popularidade dele, sua presença é certa nas meses e com um número bem considerável, pelo controle que exerce diante de outros decks, seu search e consistência são as melhores dos decks que citei da lista. Porém, perdeu algum tempo no formato até achar uma build realmente sólida, que alias, é o principal problema do deck desde que surgiu no jogo: Definir uma build que o faça "crescer e aparecer" no jogo, talvez seja por isso, que mexer tanto nesse deck não vai acontecer. 

O que eu acho que vai mudar?

Fire Formation - Tenki ser Semi-Limitada novamente: É a possibilidade mais forte de acontecer, já que a dois, ela continuaria sendo o search universal de uma penca de decks, e seria uma mudança nada brusca, porém, necessária. Seria o mais justo na verdade, já que usando uma simples mst em chain a sua ativação, ela não busca ninguém, isso é um fato a ser levado em conta quando compararmos outras cartas de search a Tenki, como RoTa, por exemplo. Além dela, eu tenho uma aposta bem grande que vão mexer no Wolfbark, porém, não é grande o suficiente para cravar no post.

__________________________________________

Mermail

O deck veio desacreditado no começo do formato, já que mesmo com Tidal a 3 ele não figurava tanto no topo, o deck foi o que mais mudou dos que eu citei no formato. De uma build só com Abyssphere como armadilhas, média de 24~30 monstros para uma build com mais armadilhas, mais proteção e uma redução drásticas nos monstros. O deck ficou mais lento, porém, mais competitivo, o medo de perder o que o deck tinha de melhor se foi e agora ele parece menos desacreditado na mão dos jogadores, o número em campeonatos só cresce desde o começo do formato, porém, ainda sem um top muito expressivo. O problema do archtype, não do deck, é que ele já passou por muitas listas sem ser tocado e isso é um fator a ser levado em conta.

O que eu acho que vai mudar?

Mermail Abysslinde sendo limitada: Buscar qualquer Mermail do Deck pro campo, desde os mais inofensivos pros níveis 7 para fazer Xyz's poderosos ou serem bons beaters e também eles vem prontos para ativar seus efeitos, e isso faz com que ela venha há tempos pedindo o carimbo da banlist, então não sendo nada absurdo sua limitação, até porque ela pode ser buscada e reciclada por muitos jeitos dentro do deck.

Mermail Abyssteus sendo limitado: Para mim, desde a limitação do Dragoons, Teus é a carta mais importante do deck. Agora então, de uns seis meses para cá descobriram seu verdadeiro potencial com o Ocean, é que viram o quanto ele é poderoso, por isso, sua limitação não seria nada surpreendente, já que a possibilidade de Open Hand com Baha + Strite + Angineer é menor, enfraquecendo mesmo o deck de vez. 
__________________________________________

Evilswarm

O deck é outro que volta e meia aparece e desaparece no meta, mas nesse formato em especial foi diferente, pois o deck não precisou ter nenhuma variante (Variante Dino Rabbit) ou deck dominante para aparecer (Dragon Ruler) no topo das mesas. E isso deixou qualquer mudança do deck mais sensata. O grande fator que vem a favor desse deck é que mesmo ele aparecendo nas mesas, ele não dominou e nenhum das suas cartas merece uma menção especial na lista. 

O que eu acho que vai mudar?

Nada.
__________________________________________

Prophecy

A Fate limitada foi mais que justa, e isso fez o deck não ter tanto controle quanto deveria ter em um formato de boa variação. O deck em si apresentou uma Build com o World of Prophecy no começo do formato e depois foi alterando, alterando... E hoje temos uma Build Prophecy muito próxima do que tínhamos no começo, antes da Judgment. A diferença mais marcante, tirando a Fate limitada, é a Magician of Faith que também não deu caldo que era esperado. Não me espantaria se a semi-limitassem. 

O que eu acho que vai mudar?

Nada.
__________________________________________

Geargia

Para mim, sua variação com Karakuri é muito poderosa e que de certa forma, foi o deck que mais impressionou no formato, também tendo muita relevância na montagem de sides de todos os jogadores. Outro fator é que ela pode se adaptar muito bem ao formato e o deck tomou um ar de Overpower com a armadilha mais poderosa atualmente no jogo: Geargiagear. Não acho que vão parar o deck, mas com certeza, nesse novo metagame que teremos com Pendulums, cartas pontuais sendo importadas a qualquer momento do OCG, é um deck que deve ser podado a partir de agora.

O que eu acho que vai mudar?

Geargiaccelerator sendo limitado: É a carta que dá o Swarm intenso que o deck tem e é o laço para chegar aos Synchros dos Karakuris, nada mais justo que ele seja parado, já que o deck ainda tem um swarm muito bom graças a Geargiagear. É o counter mais apropriado no momento para depois levar a pancada de vez, quando pegarem a Geargiagear. 
__________________________________________

Dragon Ruler e Variantes

Ruler apareceu no começo do formato e enquanto Mermail teve uma crescente no uso, Ruler teve uma decaída. Isso se comprova no momento que você começa a tratar Ruler como apoio a Hieratic, não o contrário. E levando em consideração o mesmo caso do Geargia, não vão parar essa variante de vez, até porque ela não assusta tanto, mas devem podar para evitar crescimento, matar os resquícios dessa penúltima leva de decks Xyz's. (Ainda existem outros decks a serem usados que não foram tocado como Hieratic, Bujin, Ghostrick, Galaxy/Photon, Gimmick Puppet, Chronomaly e etc)

O que acho que vai mudar?

Hieratic Seal of Convocation sendo semi-limitado: É a alternativa mais justa e menos rígida, tirar uma cópia representa não só limitar o poder do deck, como representa segurar os searchers do jogo, fazendo essa mudança constante de status na Banlist.

__________________________________________

Mudança(s) em quem já tem presença na lista:


Tragoedia Liberado: Com Maxx "C" em baixa e os decks Control em alta, não seria nada mal sua liberação, visto que os counters de efeitos de monstros estão cada vez em alta e uma vez ele sendo contido nesses decks, ele é totalmente inútil. 

Morphing Jar Banido: Seguindo essa linha da Konami de banir tudo que pode ser prejudicial ao jogo antes mesmo de prejudicar o mesmo (Como caso da Final Countdown, Self-Buttom Destruction e etc), vemos o Morphing Jar com status de bola da vez. Jackpot 7 Decks, Empty Jar Decks (Graças a volta da Faith) voltaram a ser citados no jogo e há bastante builds usando os jarros (Principalmente esse) novamente com o proveito de tirar vantagem de seus efeitos extravagantes. 

Gold Sarcophagus Semi-limitada: Poderia ser bem interessante já que o +1 dos Rulers acabou com sua limitação, restando apenas pegar Mythic Dragons ou Debris Dragon de relevantes. Acho uma tentativa válida, até porque o formato control está engolindo decks como Ruler e Karakuri, decks aggro e explosivos que volta e meia aparecem, mas não dominam, pelo contrário, estão longe disso. 

__________________________________________

Novo(s) integrante(s) da lista: 


Reckless Greed Semi-Limitada: Usada quase o formato todo como draw power de muitos decks, depois que Hoban fez um sucesso unindo-a com uma trinca de Upstarts, elas viraram unanimidade. Não tem uma variação. Pode ser tocado pelos mesmo motivos que várias outras armadilhas foram tocadas: São unanimidades em qualquer deck, não há o raciocínio se são boas ou não naquele momento.


Bem, essas são MEUS palpites, espero o de vocês. E que o debate sobre a Banlist comece! \o/

Comentários
25 Comentários

25 Comentários:

Anônimo disse:
17 de março de 2014 10:53

não acha que alguma coisa vai ser banida igual no ocg?

Guilherme Lerry dos Santos disse:
17 de março de 2014 11:13

Será que voltar Dark Strike no TCG também?

Gabriel Fideli disse:
17 de março de 2014 11:22

http://4.bp.blogspot.com/-BfGLE7CrDig/Tim8vZ97XMI/AAAAAAAAABw/LUT_K0UJABg/s1600/mae+dinah.JPG

HUE HUE HUE HUE HUE HUE HUE HUE

agora falando serio gostei da trago a 3 meu deck spirit agradec \o/

Anônimo disse:
17 de março de 2014 11:45

Podia liberar o Goyo Guardian, até pq tem mta coisa q para ele hj em dia.
E como ainda existe atlantean duvido q brionac volte.

Lucas disse:
17 de março de 2014 12:11

O que eu acho possível rolar:

Forbidden:

Wind-up Hunter (seguindo a lista OCG, não que ele seja problema com a zenmaity a 1 mas...)

Limited:

Hieratic seal of convocation (Essa já se explica sozinha)

Brotherhood of the fire fist - Bear (mais lógico do que o wolfbark, dá consistencia a muitos decks e vai obrigar FF a mudar um pouco sem destruir o deck. E antes que digam que estou sendo tendencioso... eu estava de FF no YCS Brasil)

Wind-up carrier Zenmaity (Seguindo OCG, espero)

Coisas que EU queria mas acho difícil:

Forbidden:

Rescue Rabbit (sei lá... não gosto desse cara... já passou da hora de ir pro limbo)

Limited:

Bujingi Crane (por mais que bujin ainda vá receber suporte, um deck com 4 honest é muita coisa... e se fosse só isso tudo bem. o problema é que tem ainda o que não deixa destruir, o que não deixar dar alvo)

Judgment Dragon (por mim podia banir e queimar mas... é dificil cair a um... imagina banir)

Acho que o jogo está muito bom desse jeito, nem precisava mexer agora... A única coisa que eu espero ansioso é a zenmaity... O pessoal que cria a lista TCG tem muito medo de testar como o OCG faz...

algum comentário construtivo? ou destrutivo?

Anônimo disse:
17 de março de 2014 12:41

"Tenki ser Semi-Limitada novamente" k

Carlos Alberto Alberto disse:
17 de março de 2014 14:17

Se limitar ou semi-limitar o hieratic seal of convocation vou pegar mal kkkkk já basta os fire fists com 3 search universal de beast warriors ta muito foda isso ae com bear e wolfbark

renan disse:
17 de março de 2014 14:24

Eu acho que evilswarm ophion vai ser limitado pelo fato de alguns Pendulums que tão saindo recente. Eles serem de level 5 ou mais isso ophion travaria eles.

comentario acima eu acho Judgment Dragon ñ volta para banlist pelo fato de os lightsworn ñ estarem no top.

Também acho q a tenki volte a ser semi-limitada

Uma coisa queria q o rescue rabbit voltasse a ser semi-limitada pra dar suporte aos normal monster, porem com isso tinha q limitar dolkka eo laggia ou somente laggia.

O q tenho pena é do debris de chaos sorcecer toda vez q muda a banlist essas ficam e/ou limitada pra semi-limitada ou de semi limitada pra limitada q cartas mais Nômades. '-'

Emerson Martins de Deus disse:
17 de março de 2014 15:30

"O pessoal que cria a lista TCG tem muito medo de testar como o OCG faz..."

Não querendo ser grosseiro, mas acho que esta confundido as coisas, foi o TCG que testou um mundo sem Heavy e atacar um pouco aquelas traps Staple que não eram tocadas nunca(tipo Compulsory).

***

Gostei das suas especulações LG, mas admito que cheguei a concordar mais com as do final do post do que com as primeiras kkkkk.

Reckless Greed assim como você disse, vai ser tocada, essa aí eu tenho quase certeza absoluta, usaram e abusaram muito da mesma, acho que alguma proibição ela deve pegar.

Eu não tenho algo muito concreto a especular já que achei o jogo bem certinho esse formato, claro que tem aquela hora que a gente se irrita com uma derrota para um deck que a gente considere chato, mas essas coisas são meio pessoais mesmo. Enfim, como disse antes não possuo uma opinião concreta, talvez a Spell de proteção dos Evilswarm seja tocada, já que ela foi um dos principais fatores para o deck conseguir se manter forte, já que ela é a carta de proteção contra backrows que só eles tem, e ele ficou muito valorizada após o banimento da Heavy.

O Lucas já falou acima, eu acharia interessante se o Hunter, que sempre foi o Wind-Up mais nojento ir para o limbo e o Zenmaity voltar, nunca quis usar o loop do Hunter apesar de jogar de Wind-Up nos tempos que eles tinham parte do jogo em seu poder, achava muito nojento aquilo.

Outra coisa que eu sinto sdds são os decks que usavam os Rescue Rabbit, com o passar do tempo eu acho até o Dino Rabbit charmoso.

Belo post LG.

Codydet disse:
17 de março de 2014 15:54

Gostei da lista,acho que seria uma boa para manter o meta nivelado mantendo o maravilhoso cenario de decks diferentes vencendo os torneios ao invés de sempre os mesmo 1,2,3.
Mas acho que faltou na lista,Hysteric Sign,ela merecia um semi

Anônimo disse:
17 de março de 2014 15:56

Heavy Storm tinha que ser limitada :/

Álvaro Goudinho disse:
17 de março de 2014 16:07

Concerteza o famoso "motor Hoban" vai entrar na banlist devido estar no deck campeão do YCS BR, mas não acho que a greed vai ser limitada e sim outras cartas do motor.
Também acho que Bear vai ser afetado cara, porra, tudo bem que Tenki é chata, mas uma das coisas que mais deixa a tenki chata no FF é quando ela busca o Bear.....
Tenki : Semi
Bear: Limited
Bom achei uma coisa muito engraçada nesse post, cadê as pessoas especulando sobre Excition Knight e Number 101??
Acho que 1 deles vai cair na banlist também é batata.
Pode ser que as Harpies sejam afetas pelo top 1 também....
talvez isso influenciem na Divine Mist Valley...
Bom, também acho que a Ravine vai voltar limitada.
Foi um exagero banir uma carta ilimitada do nada, e acho que o D-Ruler não fizeram tanto estrago, mesmo depois do barulho que o Hieratic Ruler fez "foi só barulho"
Acho que a Konami está procurando balancear e equilibrar os arquetipos e tipos do jogo, a prova disso é a grande variedade de decks deste formato.
Aposto em uma banlist que vai nivelar e equilibrar o jogo ainda mais; fora isso, não tem como prever a banlist com 100% de sucesso, é verdadeira caixinha de surpresas....

Emerson Martins de Deus disse:
17 de março de 2014 16:51

@Álvaro, acho que ele não falou sobre esses monstros, pois foram lançados praticamente ontem e como de costume, a Konami deve lucrar um pouco com eles antes de colocar um tipo de proibição ao uso deles.

Lucas disse:
17 de março de 2014 17:32

@Emerson: Quando falo do medo de testar é exatamente o contrário... As coisas no TCG ficam caindo no limbo e nunca mais voltam (claro que tem cartas que são absurdas e não merecem voltar mesmo)... um belo exemplo é a magician of faith... ele morriam de medo de liberar, quando liberaram ninguem usou... com formatos tão curtos, não tem tanto problema se der merda.

@Álvaro: Vi um pessoal em sites gringos querendo banir o Exciton e limitar o Ark hahahahaha (até parece). Falando no exciton, na minha opinião é uma das cartas mais equilibradas do jogo atualmente. Mantém o jogo no mesmo nivel para os dois jogadores sem deixar um abrir grande vantagem sem ser parado e é um tanto situacional (mas salva sua bunda qdo preciso)

Álvaro Goudinho disse:
17 de março de 2014 23:11

@Emerson: Cara me corriga se eu estiver errado, porém na banlist anterior, a carta Sixth Sense foi pega em cheio e tinha acabo de ser importada pro tcg certo?? (posso tar errado, não tenho certeza =/)
mas na moral, suphamos que o excition seja limitado.....
alguém iria sentir falta de ter mais de uma cópia no deck???
alguém ja viu 2 cópias de excition??
101 eu ja vi até 3 cópias mas excition eu só 1 por deck até hoje....

@Lucas
Cara nos forúm/youtube gringos tem de tudo, gente fazendo pacto com o capiroto pro Brionac voltar, apostando em Stratos... Movimento volta Ravine XD.....
Sobre o "equilibrio do excition" é como vc disse é situacional, se vc usa-lo no momento certo e da maneira certa, vc desequilibra o jogo e vira ele a seu favor, afinal o danado é um black rose 2.0 plus assim por dizer.
Ja o 101, se não for banido, esse garoto vai ser popular, tanto como rank 4 universal, como em decks rankup-centrics....
e.... vem cá....
por falar em stratos....
na moral, eu ainda não consigo enchergar por quê exatamente ele foi banido...
será que ele tem chance de voltar??? ia dar uma ajuda pros Heros no proximo formato....
Mais uma coisa:
Não acham que o LG ta muito
bonzinho nesse prediction dele?? =D
Cara nas ultimas banlist, qdo a Konami quis afetar um deck, ele não teve dó não.....

Anônimo disse:
18 de março de 2014 00:43

Assim, não é ser bonzinho. Fui pelo que acho mais provável, mais certo de rolar. Se fosse partir do princípio da banlist passada, eu colocaria faith a 2, wolfberk a 1, abyssphere a 1, gorz a 2, secrets a 1, geargiagear a 1, rulers banidos e ravine, sarcophagus e espadinha liberadas, monk a 3 e mt mais...

já falando dos R4, eu acho que os dois não serão tocados. Ambos chegaram agora, tem uma relevância tremenda no cenário atual, de dominância de decisão do rank 4 e duelos de decks control, seja 101 p eliminar monstros complicados ou o exciton, que ao meu ver, no meta sem heavy, e uma das cartas mais úteis e essenciais no jogo, faz o jogador controlar o stun que seus decks podem fzr. Qnd eu voltar, farei um post sobre metagame falando sobre o exciton, a lista nova de modo geral, sobre uns fatores determinantes que fizeram builds como harpie, HB e dw pegarem topsmexpressivos.

LG AQUI SEM PODER LOGAR

Emerson Martins de Deus disse:
18 de março de 2014 07:40

@Álvaro, acho que Sixth Sense é um exceção, pois o Trading Card Game já planejava bani-lá desde o lançamento, só queriam lucrar um pouco com ela, tanto é que eles resolveram trocar a banlist e colocar ela que estava banida no OCG dentre tantas outras cartas que nunca vieram, foi mais uma jogada de markenting, e o lançamento da Sixth não foi um lançamento normal igual do Exciton e 101.

Mas quem sabe né, tudo é possível.

Anônimo disse:
18 de março de 2014 11:46

será que a konami não bani o "modinha" não?

Anônimo disse:
18 de março de 2014 14:22

Nossa LG, achei bem viajada a lista dos decks que mais apareceram no formato. Como que Harpies ficam de fora e Rulers dentro?

Porthos disse:
18 de março de 2014 20:11

Anon acima, me dê 5 tops expressivos de Harpie.

LG disse:
18 de março de 2014 23:33

Obg por responder, porthos.

Porthos disse:
19 de março de 2014 12:49

Nada. <3

Depois, me manda seu celular por e-mail... Precisamos agendas aquele sexo sel..., ops, chamada no Skype.

Anônimo disse:
19 de março de 2014 13:07

Lg. Foi como effy falou em um post. O problema é que mt gente prefere a jogabilidade de fire fist, mermail, geargia do que outros decks e isso aumenta as chances destes pegarem mais tops. Ridículo que queiram linitar alguma carta de evilswarm sendo que harpia é bem mais forte e consistente, pois além de ter mais busca, é um dos poucos archtypes que conseguem limpar o campo inteiro sem mts problemas. E rulers nem jogam mais. São suportes apenas até pq 4 cartas não dão nome a um deck, e só "pegam" top pelos bons suportes que tem blue eyes e hieratic. Isso sem contar que eles apoiam mt decks baseados em um atributo. Mas entrando ou não as cartas que citei eu não ficaria surpreso

LG disse:
19 de março de 2014 18:41

Anônimo, agora sim entendi seu ponto de vista. Sim. Concordo com os pontos que citou sobre preferência dos jogadores e a superioridade de harpie saibre evilswarm, porém, eu to puxando desde o começo de janeiro, onde blue eyes ruler foi a primeira adaptação e teve bastante gente usando nos primeiros torneios, depois vem a versão de hieratic ruler que também no começo apareceu bem no jogo, sofrendo várias adaptações p oq vemos hj, mas que em fev começou a cair, porém, se puxar pelos tops de todos os formatos, ruler ainda faz sentido ser colocado nessa lista. Evils é um caso interessante, pq ele manteve bons números no formato e até chegou a ganhar um campeonato, só n me recordo de qual local agora. Harpie apareceu agora, de uns 20 dias p cá a ser BADALADO, no mais ela teve alguns tops bem insignificantes.


Um dos motivos que eu acho que rulers podem ir pro limbo é exatamente por esse motivo de apoiar outros decks. Temos uma nova invocação chegando e ruler foi o deck mais agressivo que tivemos na era xyz, e não sabemos o que tem vindo aí quanto a novos arquétipos e jogabilidade, então banindo os rulers agora, a konami vai poder ter o controle do que eles podem mexer ou não no futuro, uma carta na manga, sabe? Exemplo: Tem um deck Wind que teria uma ótima jogabilidade c o tempest, libera o tempest como reforço. Até pq cada ruler individualmente é mt poderoso, até mais que eles juntos quando limitados.

outra coisa que queria falar é sobre a variedade de e decks no formato que ta sendo mt boa, e que eu to adorando, n sei vcs.

Buuh disse:
19 de março de 2014 19:54

Porra, eu só tenho uma coisa a dizer. Depois de um ano olhando decklist de tops, e no TOP 32 ver 32 Inzektors exatamente iguais, esse formato eu estou amando. Ninguém se SOBRESSAI, NINGUÉM! Verz da trampo aqui, Harpia lá, FF pega um top ali e acolá nem no TOP 4 aparece. Tudo bem que são quatro, cinco top decks, mas isso é por pura preguiça dos players que não pensam. Enfim, o que banir, não liberando inzektors à 3, ja ta ótimo!