6 de janeiro de 2014

Report de Torneio - Yugioh Recife 04/01/2014


E aí pessoal!

Sou Davi Bione, mais conhecido como Machine King no universo mágico das cartinhas do demo. Venho até vosmicês fazer o report do torneio semanal do meu grupo, realizado no dia 04/01/2014.


Estive jogando de Fire Kings por um bom tempo, mas não fui com eles devido a uma aposta feita com um colega três semanas atrás. Num evento aqui em Recife, comprei uma box do Lord of Tachyon Galaxy de impulso, apenas para testar meu legendário azar... Mas ela saiu bem melhor que o esperado: Entre as muitas coisas boas que vieram, a secreta foi nada mais nada menos que o todo-poderoso e banhado-a-ouro:


 Então, um amigo (Luiz Felipe, que monta tudo mas sempre acaba voltando pros Ninjas)  falou que nem com dois Dracossacks (eu já possuía um, da coleção de máquinas) eu jogaria de Mecha, que só sabia usar Fire King, que eu estava traindo o movimento das máquinas e etc... Então aceitei o desafio e disse que jogaria de Mecha Phantom Beast até vencer o nosso torneio semanal com ele. Nas duas primeiras tentativas obtive desempenhos medianos de 2x2 nas quatro rodadas... mas na terceira semana, o resultado foi diferente. ^^


Local: Praça de Alimentação do Paço Alfândega - Marco Zero - Recife PE

Início: 15:00

Inscrição: R$ 10,00

Total de Participantes: 15

Formato: Swiss com TOP 4

Premiação: Soma das inscrições revertidas em Draft com boosters Senhor da Galáxia Taquion.

Decks usados no torneio:

  • 1 Mecha Phantom Beast
  • 1 Bujin
  • 2 Firefist (um 3-Axis e  um 4-Axis)
  • 1 Blackwing
  • 1 Koaki Meiru Rock
  • 1 Blue Mythic Ruler
  • 1 Hieratic Ninja
  • 1 Ninjas Trapeiros
  • 1 Dark World
  • 1 Relinquished Djinn
  • 1 Synchron
  • 1 Chain Burn
  • 1 Blue Eyes Maiden
  • 1 Agent Fairy

Mais uma vez, quase todos os decks diferentes... muito tenso de sidear >.> Com Ruler esmigalhado pela lista, não tive um deck preferencial pra me defender e decidi fazer algo mais genérico.

Agora, vamos a build!

Jogador: Davi Bione 
Deck: Mecha Phantom Beast


Dark Mecha 2.0



Após apanhar muito com o deck nas formações iniciais, percebi algo meio óbvio: win condition dos mecha é invocar o Avião e ponto. Então, suprimi todos os suportes random e dead draws que o deck tem e foquei no summom do Dracossack. Para facilitar isso entraram Fusilier Dragon, Gorz, Gagaga Macician, Tempest, Chaos Hunter e Dark Simorgh. Isso deixou o deck muito mais flexível do que quando era cheio de aviões, os quais deixei apenas os melhores: Megaraptor, Tetherwolf, Falcon e Hamstrat. Veiler entra no lugar de Fiendish para não travar o Gorz e para synchros bastante esporádicos (na verdade, apenas fiz Balmung e uma única vez).


Staples. E com os monstros extras adicionados a build, Allure e Seven Swords se tornaram bastante usáveis. Apesar de parecer ideal, Duality é tenso de entrar aqui: Todo turno preciso invocar tokens (principalmente se Aerial Recharge estiver em campo). Então 2 draws sem frescuras com Summom são uma boa pedida.


O detalhe aqui é a Proof of Powerlessness (como o deck põe monstros de level alto facilmente, é uma trap muito interessante - praticamente um Raigeki no turno do oponente). E dei preferência a Mirror em vez de Prison porque ela não faz alvo, o que já derruba Yamato e companhia.


Side Deck (15)


FairyWindANPR-EN-C-UE
O side não mudou muito, mesmo trocando de deck. Crow entra pra combater grave-based decks (ou seja, quase todos); Maxx "C" dispensa apresentações. Fairy Wind é uma trap muito importante para contra-atacar sides, sendo superior à Royal Decree por destruir spells face-up irritantes como Dimensional Fissurefield em geral, Madolche TicketDeck Lockdown etc e é melhor que Malevolent Catastrophe porque é chainable (Adeus Tenki/Tensu/Tenocaraiaquatro). Pude me livrar de muitas situações difíceis com ela, além do seu pequeno burn damage que pode ser decisivo. Rivalry of Warlords foi para segurar decks mistos (principalmente Constellar e seu irritante Pleiades) e Prohibition pra negar qualquer coisa (side mais genérico, impossível).
E o Ancient Fairy Dragon random ali é caso apareça algum deck nojento como GK, Dark World e assemelhados que se escondem atrás de cartas campo.


Extra Deck (15)


Roach + Dweller entram para dar counter em decks que abusem de Grave e de Invocações Especiais inerentes, como sempre; Gustavo Máximo e Gangaridai como finishers e Crazy Box pra trollar as Skill Drains da vida (que são abundantes por aqui, tanto em main quando em side).

____________________________________________

Finalmente, vamos ao torneio! Minhas quatro rodadas foram: Hieratic Ninja, Blue Mythic Ruler, Bujin e Firefist 3 Axis.


1° Rodada - Roberto Almeida's Hieratic Ninja


Duelo 1: Foi bem tenso, o meu deck não rodou (fiquei apenas me defendendo) enquanto os Hieratics faziam duzentas putarias. Evitei um OTK usando Gorz e segurei alguns turnos com o token, mas a open hand horrivel (Gorz + Limiter Removal + 3 Typhoons) seguida de draws medonhas não me permitiu fazer muita coisa.

0x1

Duelo 2: De side, retiro apenas Typhoons e acrescento 2x Maxx C. Começo com poucas defesas, mas o deck age e o Dracossack vem rápido. Ele ainda tenta desenvolver um swarm gastando todos os recursos da mão, mas quando o Sack estava sozinho e prestes a morrer em batalha virei Scapegoat... e com mais quatro escudos, ele entendeu que a batalha estava perdida.

1x1

Duelo 3: O tempo acabou logo no primeiro turno dele, então ambos agimos de forma cautelosa. Ele saiu com Hanzo + 1 backrow, mas como tinha 1 Typhoon na mão não me dei ao trabalho de gastar veiler nele. Setei 4 e passei; Dei Mirror Force no Hanzo e no quarto turno, invoquei Megaraptor para um ataque direto. Fim.

2x1


2° Rodada - Arthur Gusmão's Blue Mithyc Ruler


EffectVeiler-ORCS-EN-SR-LE
Duelo 1: Ele começou ativando Dragon Shrine e encerrou a jogada com 2 traps e 1 monstro set. Saí com com Wolf + 3 sets e passei. Ele flipou o monstro e era um maldito Magical Merchant... dei veiler sem medo, ele ativou Dragon Shrine mais uma vez e invocou Card Trooper millando 2 Spell e 1 Redox. Consigo segurar com minhas defesas, no outro turno invoco o Avião e passo. Ele tenta um Big Eye maroto, mas o veiler mais uma vez salva o dia, selando a partida.

1x0

Duelo 2: Ele começa com Trade-InDragon Shrine e o carai a quatro. Consigo invocar o Dracossack rapidamente, e novamente o Olho Grande aparece com más intenções (compulsory no puto). Os Mithyc Rulers mostram o seu valor e no turno seguinte me vejo sem tokens em campo e com um Heliopolis olhando pra minha cara! Ele ativa o efeito do Dragão, mas flipo Aerial Recharge em chain e ele apenas destrói a própria Aerial e o token. O avião morre em batalha, mas um Bottomless remove o Blaster e impede que ele limpasse o meu campo. No turno seguinte consigo invocar o segundo avião, além de reviver o primeiro do grave. G.G.

2x0


3° Rodada - Bertoldo Kruise's Bujin


Duelo 1: O jogo foi tranquilo...Por ser lento, consegui fazer meu jogo antes dele. Fusilier Dragon me deu Dracossack rapidamente, enquanto um Bottomless certeiro no Yamato lascou o jogo dele. Mais pra frente ele invocou Susanowo, mas um Book of Moon deitou o desgraçado e travou o deck dele de vez.

1x0

Duelo 2: Ele começa com Yamato, seta duas, adiciona Crane e descarta Quilin. Me vejo sem opções...Mas de repente descubro o potencial do Falcão Negro! Invoco ele, ataco, crio 1 token, eff, deito o Yamato, mato em batalha. No outro turno, ele invoca uma Turtle pra destruir o Falcon...mas ativo Scapegoat e deito o Turtle também. E durante umas 4 rodadas, uso o Falcon para matar todo monstro que ele põe em campo...Um Kaiser Colosseum maroto aparece nesse meio tempo, mas como ele não consegue manter monstros em campo a spell pouco me afeta. Levei Fiendish uma vez, mas um Lightning Chidori contornou a situação. Finish him.

2x0


4° Rodada - Richard's Firefist 3 Axis


MysticalSpaceTyphoon-YSYR-EN-C-1EDuelo 1: Foi bem tenso, mas devido as defesas consegui embaçar os combos dele. O duelo se prolongou bastante, mas com o tempo consegui deixá-lo sem opções (ou seja, guardar as typhoon pros tenkis haha) e ganhei batendo com 1 Mecha só.

1x0

Duelo 2: Coloco o side com vontade, mas simplesmente não vem enquanto ele faz rapidamente o set-up Leopard + TenkiSpirit + Rooster e eu fico só chupando dedo, com uma mão bisonha rindo da minha cara. Rápido e fácil.

1x1

Duelo 3: O side vem e é muito eficiente! Prohibition no Tenki paralisa o deck  dele completamente... Mais pra frente ele consegue destruir a Proibição, mas apenas para levar 2 typhoon seguidos na maldita Tenki. Nesse meio tempo, os aviões entram em campo e Dracossack não tarda a vir. Quando tudo parece perdido ele saca um System Down FDP e limpa meu campo e grave, mas o Call dado no único Megaraptor que restou (tava embaixo do Dracossack) decide a partida.

2x1


TOP 4


Davi Bione (MPB) x Adryel Alberto (Firefist 4-Axis)
Richard Aaron Basso (Firefist 3-Axis) x Bertoldo Kruise (Bujin)

Subo para o TOP 4 e, confirmando as predições de muita gente, 2 Fire Fists e 1 Bujin estão juntos comigo. Estou cercado de Tenkis...tenso :/

Duelo 1: O baralho de Adryel é cheio de traps e isso enche o saco. Levo alguns fiendish seguidos, mas as duas Mirror Force mostram a que vieram (depois de ficarem sumidas durante o champ todo) e me defendem da chuva de Bears que se sucede. Sem Bear, sem Tenki, o deck não roda. Dark Simorgh dá o ar de sua graça e encerra a partida.

1x0

Duelo 2: Mesmo side, mesmo problema. Ver o oponente saindo com Tenki já desanima, e não foi diferente. Levei Cardinal numa fase prematura do jogo onde achava que já estava seguro e me arrombei. Pica-pau desgraçado.

1x1

Duelo 3: Esse foi muito tenso, fico apenas me defendendo enquanto ele cria campo (Scapegoat salvando vidas aqui). Mas consigo segurar as Tenki com Fairy Wind, então o jogo fica empacado para os dois. Mais pra frente consigo um campo decente de Falcon + set + token...que é varrido pelo Cardinal. Saco Dark Simorgh, viro o jogo e ele invoca OUTRO CARDINAL para desfazer o meu campo de novo... Totalmente sem esperanças (só um Hamstrat na mão) me preparo para fazer a ultima draw antes de perder...e saco o Dark Simorgh outra vez! Desço ele, mato o maldito Cardinal, seto Hamstrat e passo. Ele tenta setar algumas defesas, mas quando percebe que o Dark Simorgh não permite isso ele desiste. Ufa!

2x1


Final:


Davi Bione (MPB) x Richard Aaron Basso (Firefist 3-Axis)

Peguei o bendito 3 Axis mais uma vez...Mas, já ciente do deck dele, pude jogar com muito mais solidez.

Duelo 1: O jogo começou lento (novidade) e ambos se segurando com muitas defesas e poucos monstros. Mas ele consegue fazer o combo do Rooster justamente quando tenho apenas 1 Scapegoat para me defender...Vejo ele ganhar várias cartas sem poder fazer nada, exceto evitar o OTK. Faço algumas Dead Draws e me lasco rapidamente.

0x1


Prohibition-LCYW-EN-ScR-1EDuelo 2: Hora de usar o side! E também a experiência que tive com os outros duelos. Saio com Prohibition (Tenkiobviamente) e seto 4. Ele fica puto com 2 Tenki mortos na openning hand [hahahahahah] Sem ele poder acelerar o deck, vou batendo com os Mecha até que acabem as defesas. Fim.

1x1

Duelo 3: O oponente começa e nada do meu side vem na mão. Ele invoca Leopard e está para ativar o efeito.. e leva veiler. Seto 4 defesas, nada de monstro. Ele invoca outro Leopard e leva outro veiler ^^ ficando muito puto com isso! Mais pra frente no duelo, consigo virar Prohibition mas ele destrói a pobre descartando Blaster + Garunix com vontade, mas leva typhoon no Tenki que tenta ativar em seguida. Jogo com relativa segurança enquanto consigo manter outro typhoon reservado para a próxima Tenki que aparecer...O -1 que ele se deu ao usar o Blaster me deixa bastante seguro, enquanto mato os poucos monstros que ele compra com o Tetherwolf. A partir de um certo momento ele não consegue mais puxar monstros e começa a invocar o Blaster do grave... Só que a estratégia não dura e rapidamente ele fica sem monstros para banir. GG.

2x1


Vencedor: Davi Bione's Dark Mecha Phantom


Vamos agora aos pontos de interesse do campeonato;



MechaPhantomBeastBlackfalcon-LTGY-EN-C-1E
  • Jogada mais foda do torneio: Re-sacar o Dark Simorgh depois de ter levado Cardinal duas vezes...foi épico.
  • Oponente mais Overpower: Dos decks que peguei, o que mais incomodou foi o tal 3 Axis. É um anti-meta lento que faz muita vantagem de mão com apenas 1 carta (ou seja, exige que você jogue com bastante calma) além de poder explodir a qualquer momento e gerar vantagem massiva com a porra do combo do Rooster. Muito tenso de jogar contra ele.
  • Meu pior missplay: Foram várias as vezes que eu fiz o Dracossack no M2 e simplesmente não ativei o efeito de destruição dele... Isso quase me custou o duelo uma vez. haha
  • Pior carta do torneio: Chaos Hunter. Apesar de ter funcionado bem nos testes, foi totalmente inútil durante o torneio...Sempre que saquei ela, perdi o duelo pouco tempo depois.Até o Gorz foi mais útil, e olha que o deck raramente deixa o campo vazio.
  • Melhor carta do torneio: Sem sombra de dúvida, Mecha Phantom Beast Blackfalcon. É um dos MPB mais sólidos, uma vez que seu efeito o ajuda a retardar o jogo do oponente - e ele pode gerar 1 token por turno sem maiores dificuldades. Foi crucial na minha vitória contra os Bujins e Fire-Fists, sempre  aquele Bear/Yamato safado e deitando esses monstros chatos para depois matá-los em batalha, criando outro token e reiniciando o ciclo! Matei mais de 5 monstros Bujins seguidos com apenas 1 Black Falcon...Fodástico.
  • O que trocar no próximo torneio: Ajustar os monstros DARK para melhor aproveitamento, pois na hora do side sempre saíam Chaos Hunter e 1 Gagaga Magician. Talvez 3 Fusilier Dragons + Gorz + Dark Simorgh sejam suficientes para o deck rodar melhor.

Abraços e até a próxima pessoal!



Comentários
7 Comentários

7 Comentários:

Sir Porthos Fitz-Questitor disse:
6 de janeiro de 2014 15:48

Parabéns Machine, pena que o primeiro lugar não ganha nada especial... =/

E quem foi que fez a formatação desse texto? Ficou boladão! e.e

Cyberblu disse:
6 de janeiro de 2014 15:56

Ótimo report, e bem-vindo ao Nexus, Machine King.

"E quem foi que fez a formatação desse text? Ficou boladão" [2].

Emerson Martins de Deus disse:
6 de janeiro de 2014 16:22

Bem vindo cara, gostei do seu report, ainda mais por ter jogado de MPB no torneio *-*

E esse seu misplaye com o dracossack não foi nada, pior é você não ativar o efeito que invoca tokens e deixar ele sozinho no campo, isso sim é foda '-'

Foda também foi a variedade de decks nesse torneio, torneios legais são assim, você não repete o oponente xD

Anônimo disse:
6 de janeiro de 2014 17:14

Caraca, teve ninjas nisso? Parece que só BR usam esses decks. Dragossack faz uma tremenda diferença.

Labyrinth Wall disse:
6 de janeiro de 2014 18:12

o que dizer desse Machine King que mal conheço e já considero pakas?!

cara, muito bom, conseguir um top 1 com MPB e ainda numa build misturada com os darks (lembro que essa foi a minha primeira tentativa de jogar com os MPB e falhei)

Blackfalcon + scapegoat fizeram Bujin sofrer, já fiz a mesma coisa só que com Mermail!! xD

parabéns cara e bem vindo ao Nexus!!

Machine King disse:
6 de janeiro de 2014 20:17

Porthos rapariga: Esqueci de citar no post, mas na premiação peguei uma Harpie Chaneller Ultimate...pelo menos, pagou a inscrição :)

Blu: E sim, foi o viado do Porthos que deu dicas pra formatação do texto...pela última vez. Creio ter aprendido os truques secretos pra fazer uma postagem decente ^^

Emerson: De fato, aqui os torneios parecem episódio de anime: cada um vai com um deck diferente...O que torna as coisas meio imprevisíveis!

Anônimo: O manolo aqui manja demais de Ninjas...Aquela Ninjitsu que corta pela metade o atk dos monstros do oponente é chata bagarai ^^

Labyrinthwall: Confesso que tb não gostava muito dos MPB (detesto cartas com muitos efeitos) mas agora eu até gosto do deck...E sei que ele ainda pode melhorar muito mais! Então o trabalho tá só começando.

Gabriel Souza disse:
6 de janeiro de 2014 22:59

Belo post e belo torneio, ein.
Parabéns pela vitória ! :3