14 de dezembro de 2013

Cobertura do Campeonato de João Pessoa

deck1 
Galerinha, com o auxílio do grupo de Recife e colaboração do porpurinado Porthos, conhecido da maioria no chat do site, podemos levar esse tipo de postagem até vocês, saindo um pouco do já vasto, porém, mesmo estilo de conteúdo que o site tem. É algo mais voltado a vida real mesmo, onde cada um compra o deck que pode, não é tão simples como no DN ou PRO para montar aquele deck e com a preparação sendo  intensa, assim como as viagens de um município a outro, de um estado a outro.

Com o intuito de espalhar o nome do jogo não só nas grandes regiões do Brasil (Eixo Rio-São Paulo), estamos sim apoiando o pessoal de Pernambuco cedendo nosso espaço do site para eles realizarem suas postagens sobre grandes torneios e teremos alguns reviews dos torneios semanais deles na nossa página do facebook.

Então, se você é de João Pessoa, Rio Branco, Manaus, Tocantins, ou é do Paraná, Rio Grande do Sul, seja o lugar que você esteja no Brasil, você tem seu grupo de duelos, a galera que sempre busca a competitividade para ganhar os mais variados torneios, desde semanais a regionais, venha conversar conosco. Meu Nick no DN é conhecido pela maioria, do Blu também e o Nexus vai sim abrir as portas para que todos saibam que vocês estão presentes no jogo assim como estamos fazendo agora com o pessoal de Recife, para assim, chamar a atenção daqueles que ainda não sabem que na região que moram tem um grupo de duelos e por isso tem medo de começar a jogar e não arrumar uma "Tribo" de amigos com quem possa jogar, trocar uma ideia, trocar cartas, vender/comprar cartas e etc.


*Todos os direitos da postagem são reservados a Davi Bione Bezerra e Henrique Guerra, provedor primário e secundário, respectivamente, e ao Porthos pela estrutura do post. Nós, do Site Yu-Gi-Oh Nexus, só formatamos e demos uma estética ao post, para que o mesmo ficasse ao estilo dos que vemos no site.
________________________________________

E aí pessoal!

Eu sou Davi Bione Bezerra, tenho 26 anos e estou no cardgame desde 2004. Participei de um torneio promovido pela galera de João Pessoa/PB no dia 08-12-2013, que devido a minha rotina escrava de casa/trabalho/faculdade foi o primeiro campeonato de fora da minha cidade que pude participar.

Como jogador e também como fã do anime, aprecio muito decks machine (dos melhores aos piores) de forma que consegui jogar de forma "competitiva" apenas após o lançamento do Machina Mayhem. Mas como ficar num tema só enjoa, procuro variar os decks que monto, para pegar prática com eles também e conhecer melhor o meta. A via mais fácil ($$$) são os structures, então para o desgosto de muitos jogadores daqui joguei por um bom tempo com Herald Agents e de Dark World. Já usei Chaos Dragon também, mas agora me dedico exclusivamente aos Fire Kings.

Para chegar no local, fizemos uma pequena excursão numa doblô alugada e dirigida pelo colega Kleison; não fosse o GPS de outro amigo, estaríamos na Bolívia uma hora dessas. O evento foi realizado no salão de eventos do condomínio onde o organizador mora; espaço amplo, limpo, arejado e bastante confortável. Houve a tentativa de que uma loja da região visitasse o campeonato para futuras negociações, mas ela declinou da proposta. O torneio foi bem legal, apesar de relativamente poucos participantes (26). Foram 30 reais a inscrição e 4 rodadas usando o Mantis (faltou o notebook com o programa mais novo haha) que terminavam em um Top 8 (escolha nossa também) e usava o formato comum.

A premiação foi bem legal:
  • Primeiro Lugar: 1 Nintendo 3DS... Rosa.
  • Segundo Lugar: 14 Boosters Shadow Specters
  • Terceiro Lugar: 7 Boosters Shadow Specters
  • Do quarto em diante, 1 booster Shadow Specters. Houve também sorteio de 6 boosters Cosmo Blazer entre os participantes, que, obviamente não ganhei.

 Decks usados no torneio:

1 Fire King
2 Dragon Ruler
2 Madolche
2 Dragunity
1 Inzektor
1 Worm
2 Blackwing
1 Evilswarm
1 Six Samurai
1 Karakuri OTK
1 Gravekeeper
1 Inferno Tempest TROLL OTK [WTF?]
1 Mist Valley Ninja [Apex Lockdown]
1 Armed Dragon
2 Junk Doppel
1 Battlin Boxer
1 Infernity
1 Turbo Krystia da Assembléia de Deus [?]
1 Constellar
1 Zombie
1 Mermail

Como se vê, apesar de ser 26 jogadores houve 21 decks diferentes...Ou seja, sidear contra tudo seria quase impossível. O pessoal de JP tem boa fama e são excelentes jogadores, mas não tinha muita ideia do que ia encontrar por lá, exceto que haveria Ruler (novidade) e Madolches. Então decide me preparar apenas para os decks mais problemáticos para mim (Ruler, Ruler, Ruler) e deixar o resto por conta da cara e da coragem. O problema é que tinha desfeito o baralho na noite anterior e testado uma nova formação, o qual até funcionou, mas descaracterizou totalmente o deck. Assim, refiz a build anterior da melhor forma que a memória permitiu e fui à luta!

Agora, vamos a build!

Jogador: Davi Bione Bezerra - Vencedor
Deck: Fire King with Ccarayhua


Monsters (17):

Fire King High Avatar Garunix x2
Fire King Avatar Barong x3
Fire King Avatar Yaksha x2
Avatar do Rei de Fogo Garunix x2
Fire King Avatar Kirin x1
Coach Soldier Wolfbark x1
Brotherhood of the Firefist - Bear x1
Dinamite, Dragão Soberano dos Infernos x1
Earthbound Immortal Ccarayhua x2
Effect Veiler x2

Spells (12):

Circle of the Fire Kings x3
Onslaught of the Fire Kings x3
Tufão Místico do Espaço x3
Buraco Negro x1
Formação de Fogo - Tenki x2
Traps (03):

Phoenix Wing Wind Blast x2
Bottomless Trap Hole x1
Solemn Warning x1
Torrential Tribute x1
Safe Zone x2
Call of the Haunted x1
Compulsory Evacuation Device x1
Needle Ceiling x1
Seven Tools of the Bandit x1
Horn of the Phantom Beast x2

Side Deck (15):

D.D.Crow x2
Maxx "C" x2
Fairy Wind x3
Gozen Match x2
Imperial Iron Wall x2
Drenar Mente x3
Seven Tools of the Bandit x1



Extra Deck (15):

Stardust Dragon x1
Scrap Dragon x1
Crimson Blader x1
Colossal Fighter x1
Brotherhood of the Fire Fist - Tiger King x1
Abyss Dweller x1
Steelswarm Roach x1
Daigusto Emeral x1
Gagaga Cowboy x1
Rei dos Diabretes Selvagens x1
Corrente Lavalval x1
Leviair the Sea Dragon x1
Wind-Up Zenmaines x1
Number 50: Blackship of Corn x1
Maestroke, the Symphonic Djinn x1

 Agora, vamos a uma pequena explicação da decklist.


 Monstros: 17

Fire King High Avatar Garunix x2
Fire King Avatar Barong x3
Fire King Avatar Yaksha x2
Avatar do Rei de Fogo Garunix x2
Fire King Avatar Kirin x1
Coach Soldier Wolfbark x1
Brotherhood of the Firefist - Bear x1
Dinamite, Dragão Soberano dos Infernos x1
Earthbound Immortal Ccarayhua x2
Effect Veiler x2

Aqui, dignos de nota são a 1 unidade do Kirin: Buscável via Avatar Garunix, serve pra millar Dinamite (apenas 1 é suficiente por causa disso) e dar alvos para Call of Haunted / Circle of Fire Kings; 1 Wolfbark: O deck é focado no Ganurix Loop, não em Xyz, por isso 1 lobo é mais do que suficiente para qualquer Xyz Rank 4 que a situação peça; 2 Earthbound Immortal Ccarayhua: O Honest dos Fire Kings, esse cara tem extrema serventia nesses tempos de Heavy banido e o povo setando carta sem dó. Por destruí-lo com o eff do Yaksha, ele destruirá todas as cartas em campo dando grande vantagem para mim, além de ser buscável pelo Rei dos Diabretes Selvagens. Mesmo quando não tenho ele na mão, ele ajuda: Só de ver um Yaksha o povo fica nervoso de eu ter o Earthbound na mão.

Optei por Effect Veiler em detrimento de Fiendish Chain por causa do Dinamite: Eles são minha opção para invocar Synchros lv8. Crimson Blader/Scrap Dragon são cartas que podem decidir jogos, então é sempre bom tê-los à disposição.


 Spells: 12

Circle of the Fire Kings x3
Onslaught of the Fire Kings x3
Tufão Místico do Espaço x3
Buraco Negro x1
Formação de Fogo - Tenki x2

Staples do deck, nada demais aqui.


Traps: 13

Phoenix Wing Wind Blast x2
Bottomless Trap Hole x1
Solemn Warning x1
Torrential Tribute x1
Safe Zone x2
Call of the Haunted x1
Compulsory Evacuation Device x1
Needle Ceiling x1
Seven Tools of the Bandit x1
Horn of the Phantom Beast x2

Aqui tenho muitas techs: PWWB atrasa o jogo do oponente e ajuda a descartas dead draws como Onslaught (quando já tenho monstros em campo), além de fazer set-up rápido do Grave e facilitar o uso precoce de Circle/Call of Haunted.

Safe Zone é duplamente útil aqui: Se permanecer em campo, meus Fire Kings ficam indestrutíveis, e se sair, ativam os efeitos deles; além de servir como Troll card quando o oponente dá tufão nela: miro num monstro dele e faço um -1 fácil. Needle Ciling é um segundo Torrential Tribute, com a vantagem de ser chainable e só destruir face-up (poupando meu Avatar Garunix set, que não ativa efeito quando é destruído por efeito de carta minha). Seven Tools é pra dar counter principalmente em Trap Stun, Sixth Sense e Return: 3 cartas que podem e ganham jogos com frequência. Muitos acham que Trap Stun é melhor, mas Canivete é mais versátil por ser Counter (apesar do custo). Nega Magatama, nega Huge Revolution is Over, nega Solemn Warning, nega outro Canivete. Show.


Extra Deck: 15

Stardust Dragon x1
Scrap Dragon x1
Crimson Blader x1
Colossal Fighter x1
Brotherhood of the Firefist - Tiger King x1
Abyss Dweller x1
 Steelswarm Roach x1
Daigusto Emeral x1
Gagaga Cowboy x1
Rei dos Diabretes Selvagens x1
Corrente Lavalval x1
 Leviair the Sea Dragon x1
Wind-Up Zenmaines x1
Number 50: Blackship of Corn x1
Maestroke, the Symphonic Djinn x1

Além de staples, uso o Rei para buscar o Earthbound Immortal e Roach + Dweller para dar counter em decks que abuser de Grave, como Dark World e Mermail, e de Invocações Especiais inerentes, como Synchros e Lightsworn. 


Side Deck:  15

D.D.Crow x2 
Maxx C x2 
Fairy Wind x3 
Gozen Match x2 
Imperial Rion Wall x2 
Drenar Mente x3 
Seven Tools of the Bandit x1

 Crow entra pra combater grave-based decks(ou seja, quase todos). Maxx "C" também dispensa apresentações, apeser de ser muito requisitado ainda não é necessário no Main Deck. Fairy Wind é uma trap muito importante para contra-atacar sides, sendo superior à Royal Decree por destruir spells face-up irritantes como Dimensional Fissure, field em geral, Madolche Ticket, Deck Lockdown, etc; 

E é melhor que Malevolent Catastrophe porque é chainable (posso destruir Grand Spellbook Tower/Gates of DW/Dragon Ravine/Dark Smog/Rivalry of Warlords/Vanity's Emptiness em resposta aos seus efeitos e lascar o oponente). Pude me livrar de muitas situações difíceis com ela, além do seu pequeno burn damage que pode ser decisivo. Ela não remove as sets do oponente (o que realmente não me interessa, tenho Circle e Canivete para tal) mas também não remove as minhas (ou seja, posso usar e manter minhas defesas).

Gozen Match, Imperial Iron Wall e Mind Drain são contra Ruler mas também são muito usáveis contra demais decks. E a Seven Tools Extra é outra carta anti Trap-Stun: Mais de uma vez, levei Trap Stun + Black Rose. É de doer o coração.

____________________________________________

Minhas quatro rodadas foram: Mermail, Inzector, Tempest Dragunity Assault e Junk Doppel.


1° Rodada - Douglas Alves' Mermail

Duelo 1: O oponente começou e setou 1 monstro + 3 backrows. Não tinha a menor ideia do deck dele, então para me certificar usei Blaster + Yaksha para destruir o monstro setado...que se revelou uma Abysslinde. Com a boca azeda por esse desnecessário -2 que impus a mim mesmo, observei ele trazer Abyssleed. Usei Onslaught para invocar Garunix do baralho, setei 1 Typhoon (pois ele não usaria mais Abyss-Sphere esse turno) e 1 Torrential e passei. Na vez dele ele fez o combo de Teus + Buscar Pike, que descarta Marksman (que faz alvo no tufão set, que ativo no Sphere, que traz Linde, que traz megalo) e traz Gunde, que traz Linde mais uma vez. Quando ele coloca 4 monstros ativo Torrential Tribute limpando tudo, no que ele invoca mais 3 para atacar e encerrar o turno, felizmente sem conseguir fazer nenhum Xyz devido aos levels incompatíveis. Na Standby, Garunix volta, limpa o campo e assumo o controle da partida. Ele ainda força o Tidal e consegue invocar Dracossack alguns turnos depois, mas um providencial topdeck de Wolfbark me dá acesso ao Tiger King, que junto ao Blaster me permitem destruir o Avião dumal. A partir daí, ele não não consegue mais recuperar a vantagem que perdeu e o resultado fica claro.
1x0

Duelo 2: De side, retiro apenas 2x Horn of Phantom Beast e acrescento 2x Maxx C. Ele começa setando 1 monstro, 2 backrows e passa. Minha mão vem legal, uso Onslaught, ataco e percebo um Pike setado...E as demais sets eram apenas blefes, ele não consegue desenvolver o jogo. Ainda consegui usar o Ccarayhua para limpar o campo, daí o jogo definiu-se rápido.
2x0

2° Rodada - Antony Henrique's Inzektor

Duelo 1: Outro oponente desconhecido, deck desconhecido. Sinto até algum alívio em vê-lo começar invocando Armageddon Knight e enviado Inzector Ladybug para o grave. A matchup de Fire King contra Inzector é muito boa, então fui tranquilo pro jogo. Fico catucando com Barong + Avatar Garunix por algumas rodadas até que usando Centi + Ladybug ele finalmente consegue juntar Dragonfly + Hornet... e levar Solemn Warning. O oponente ainda ativa T.Roar algumas vezes para segurar o jogo, ganhado alguns turnos para invocar um inesperado Iron Chain Dragon usando Debris - que ataca e destrói Yaksha, que destrói Earthbound Immortal Ccarayhua na minha mão, que limpa tudo. Quando ele finalmente consegue um Call para recuperar o Dragonfly, leva um MST certeiro. Finish.
1x0

Duelo 2: Novamente adiciono os 2 Maxx C do side, junto com 2 D.D.Crows (saem 2 Horn, 1 Barong e 1 Onslaught of Fire Kings). Mais uma vez o duelo foi tranquilo, sem sobressaltos. Levei Mirror e Torrential, nada sério.
2x0

3° Rodada - Vaneberg Gonçalve's Dragunity Tempest Assault

Duelo 1: Dessa vez conhecia muito bem o cara, era um amigo que veio na nossa caravana, Vaneberg. Seu Dragunity Tempest Assault era focado em fazer Swarm no fist turn, com Stardust Assault pra afunilar as chances de contra-ataque do oponente. No primeiro duelo ele comeca, faz o combo inteiro comigo olhando e chupando dedo (nada de veiler pra chatear). Ele não fez o SD/AM, então consigo contra-atacar de forma regular - mas um Trap Stun bem dado acaba com minhas chances de vitória. 0x1

Duelo 2: Mais uma vez, sideei Maxx C e Crow, alem de 3 das minhas amadas Fairy Wind (uso como carta "anti-side" mas contra decks que usam contínuas/field/equips ela é muito útil).Seto 1 galinha, 3 backrows e passo. A mão dele sai horrível, invoca uma Assault Beast (haha) e ativa um campo. Ativa seu efeito e leva MST. Usa Terraforming, busca outra Ravine, ativa mais uma vez, leva outro MST. A partir daí não pode fazer mais nada, dominei o jogo e ganhei sem dificuldade.
1x1

Duelo 3: Foi bastante acirrado, ele começou, fez o combo inteiro deixando REDMD + Stardust + a porra toda no 1 turno (e mais uma vez, nada de veiler/maxx c/ crow pra eu fazer uma gracinha). Minha mão veio boa também e pude limpar o campo dele em duas rodadas - mas à custa de uns atks diretos bem dolorosos e de todas as cartas na minha mão. Chegamos à fase de topdeck rapidamente, onde nenhum dos dois fazia boas draws... Então o duelo se resumiu a cada um invocar seus respectivos Ruler do Grave para criar alguma presença de campo, turno após turno. O problema é que o cemitério dele enche muito mais rapidamente que o meu, então logo fique sem monstros para invocar o Blaster enquanto o Tempest continuava retornando. Mais para frente no duelo consegui fazer uma shining draw de Onslaught e trazer outro Garunix para retomar o controle da partida, mas ele também fez um topdeck salvador de Veiler: fez Scrap Dragon, destruiu o Garunix e me atacou diretamente, zerando meus pontos de vida antes que o Grande Avatar pudesse retornar e me salvar. GG.
1x2

4° Rodada - Mateus Neri's Junk Doppel

Duelo 1: Mais um duelista desconhecido, que começou apenas setando 1 monstro. O duelo foi rápido, ele esgotou a mão rapidamente para encher o campo e levar Needle Ceiling.
1x0

Duelo 2: Mais uma vez, Crow e Maxx C entram, acrescentei também Gozen Match pra atrapalhar. Ele comeca com 1 set e passa. Eu saio com uma boa base de traps, ataco um ryko e passo. Normal Junk Syncron + efeito, ativo Maxx C. O oponente invoca Hiper Livreiro, leva Bottomless e passa. Continuo sem poder usar meus monstros fortes, só atacando com Yaksha/Bear/Barong consigo segurar o jogo. Turnos à frente, meus monstros morrem e ele tenta fazer syncros pra finalizar o duelo, levando Gozen Match e ativando um tufão da mão para destruí-la. MAS quando ele tenta usar Quickdraw + Level Eater para fazer Junk Warrior, se dá conta que já o usou e não pode fazer mais nada. Esse pequeno missplay me ajudou a retomar o controle da partida e vencer.
2x0

TOP 8

Davi Bione (Fire King) x Antony Henrique (Inzector)
Franklin Dore (Madolche) x Kleison Costa Merlo (Evilswarm)
Arthur Gusmão (Dragon Ruler) x Júnior Ferreira (Worm Chaos)
Vaneberg Gonçalves (Dragunity) x Rodrigo Deathmask (Blackwing)

Para minha alegria, peguei novamente o Inzector nas quartas de final. Hahaha.

Duelo 1: O uso precoce do Earthbound Immortal me deu boa vantagem no início do jogo, que se prolongou com o oponente mais se defendendo do que atacando. Mas os T.Roar não vieram como do outro duelo, e consegui vencer mesmo com algumas perdas e um Meklord Emperor Wisel entrando em campo quando eu tinha 4 spells na mao. :/
1x0

Duelo 2: Como a outra match, foi razoavelmente tranquila, exceto que os Maxx C sideados finalmente vieram na open hand (os dois de uma vez). O oponente saiu com uma mão boa mas na hora de fazer o swarm mas recuou quando recebeu o primeiro Maxx C, setou 3 e passou. Invoquei, ataquei e passei.Quando ele mais uma vez ia fazer Swarm... outro Maxx C o deixou bem puto hahah Depois disso, recebi alguns atks diretos de um Ladybug equipado com Hornet (lol) mas uma Tenki me deu o que precisava para vencer.
2x0

TOP 4

Davi Bione (Fire King) x Franklin Dore (Madolche)
Arthur Gusmão (Dragon Ruler) x Vaneberg Conçalves (Dragunity)

Para meu desespero, peguei um Madolche... Além de estar nas mãos de um jogador bastante habilidoso (uma bicha chamada Fraklin, da Paraíba, mas meu amigo), Madolche Queen Tiaramisu arrebenta com o meu deck, então fui com bastante calma.


Duelo 1: Ele comeca com Messengelato e seta 4. Eu saio com uma horrível mão de 5 monstros FIRE... Mas a sexta draw ilumina tudo: Earthbound Immortal Ccarayhua! No terceiro turno consigo ativar o Immortal e limpar 2 sets + field + 2 monstros dele, que foi pro top deck enquanto eu ainda tinha 3/4 cartas na mão, e um Horn of Phantom Beast dado num ataqu direto do Barong zerou os pontos de vida dele.

1x0

Duelo 2: Ele começa mais uma vez, seta 3 traps + 1 mosntro e passa. O Immortal mais uma vez se faz presente e limpa o campo todo. Levo um belo revés de Fossil Dyna Pachicephalo e em poucas rodadas vamos para o topdeck, onde com ambos seguimos controlando o oponente com traps.Levo Typhoon e Dust Tornado 2x seguidas nos Tenkis (#aiqueodio) e ele faz um Zenmaines para segurar ainda mais. Consigo invocar Barong, mas ele bota o Messengelato e o field e ataca, só para receber uma Fairy Wind no campo (perdendo o Carteiro e deixando o Zenmaines vulnerável em ATK). Depois saco Yaksha e finalizo o match sem ter olhado na cara da Tiaramisu. Amém.
2x0

TOP 1

Davi Bione (Fire King) x Arthur Gusmão (Dragon Ruler)

Conforme esperado, finalmente enfrentei um Ruler. Não pensei que fosse acontecer apenas na final, então investi pesado no side. Meu oponente é de Recife, bem conhecido e safado. Duas vezes já fomos para a final em nosso camp semanal, e cada um venceu duas vezes (contra oponentes diferentes) Como na última vez que no confrontamos eu perdi, essa match teve o doce gosto da vingança!

Duelo 1: Consegui fazer meu jogo rapidamente, enquanto ele apenas setava defesas e passava (Ruler cheio de traps dá nisso). Quando ele finalmente conseguiu criar presença de campo, eu já tinha Garunix + Blaster para tirar, alem de um Bottomless certeiro no Redox que acabou com a última linha de defesa dele. Um duelo inesperadamente simples.
1x0

Duelo 2: Hora de usar todas as 10 cartas de side que pus contra Ruler: Imperial Iron Wall, Gozen Match, Mind Drain, Crow. A mão veio marromeno e ABSOLUTAMENTE NADA do side. Mas ele começou com tudo que tem direito (Ravine, AFD, Kidmodo, Espadinha). Em poucos tempo meus recursos acabaram, levei D.D.Crow duas vezes no mesmo turno e eu me lasquei. Ponto. Hahahaha
1x1

Duelo 3: Mais uma vez, o side não veio. Mas minha mão veio razoavelmente boa, uma boa line-up de defesas + Onslaught garantiu pressão constante. Mais uma vez o oponente não combou os rulers da forma esperada, conseguindo apenas se segurar com traps por alguns turnos. Quando finalmente conseguiu invocar Big Eye para roubar meu Garunix e atacar, ele destruiu meu Yaksha setado, que por usa vez destruiu outro Garunix na minha mão, iniciando o looping de Destruição do qual ele nao pode sair. Algumas Circle bem dadas para evitar Prison e Bottomless fecharam o pacote.
2x1


Vencedor: Davi Bione's Fire King *CHUPA ESSA, RULER!*


Após vencer e zoar muito com a cara do meu ilustre colega Arthur Gusmão, fui pegar a premiação e tive a grata surpresa de ver que o 3DS era rosa... HAHAHAHAHAHA

Vamos agora aos pontos de interesse do campeonato:

Jogada mais foda do torneio: Sem dúvida foi a aparição do Earthbound na semi-final. Transformou um jogo totalmente perdido em vitória. Sensacional.

Oponente mais Overpower: Dos matchs que joguei, o deck de Dragunity Assault foi o pior. Não é consistente como Ruler, mas quando encaixa o combo não para mais e enche o campo de monstros poderosos. Muito tenso.

Meu pior missplay: Foi o Blaster dado de forma impensada numa Abyss-Linde setada. Me deu um -2 extremamente nervoso, a ponto de eu quase perder a concentração no duelo.Fora isso, teve as várias vezes em que eu dava typhoon ou Blaster em traps setadas e eram Mirror Forces: Não existe coisa mais inútil pra um Fire King player do que desperdiçar cartas destruindo Mirror Force :(

Pior carta do torneio: Horn of Phantom Beast. Nos testes anteriores ela funcionou legal, mas no dia elas SEMPRE saiam para dar lugar ao side. Sempre.

Melhor carta do torneio: Sem sombra de dúvida, Earthbound Immortal - Ccarayhua. Apesar de inútil contra Ruler, foi decisivo contra todos os demais decks, acostumados à falta de Heavy.

O que trocar no proximo torneio: Tive sorte de não pegar o Constellar, outro deck cujo match é extremamente problemático. Equalizar o side para mais opções, afinal eu acabei vencendo o Ruler sem nenhuma das 10 cartas do side.

Até a próxima pessoal.

Comentários
14 Comentários

14 Comentários:

Emerson Martins de Deus disse:
14 de dezembro de 2013 20:53

Quem dera por aqui houvesse um grupo assim, melhor, quem dera aqui vendesse cartinhas de ygo :/

P.s: Originais...

Labyrinth Wall disse:
14 de dezembro de 2013 21:03

eu nem pego top mais para fazer postagens assim!! =/

Resultado do torneio da Colyseum:

1 - Ruler
2 - Gadget
3 - Evilswarm
4 - Constellar

5 - Traptrix
6 - ZW
7 - Chaos Dragon
8 - Dragunity

9 - Gadget
10 - Mecha Phantom
11 - Blue-Eyes
12 - Hieratic

Labyrinth Wall disse:
14 de dezembro de 2013 21:04

bom que só perdi para caras no top 5~8

Cyberblu disse:
14 de dezembro de 2013 21:27

Nunca vi um deck Fire King assim, preciso testar isso aí qualquer hora dessas. Ótima cobertura, parabéns para quem a fez.

Man El disse:
14 de dezembro de 2013 22:35

Sou de João Pessoa e nem sabia desse torneio. De qualquer forma, não tenho Deck físico então pra mim é perdido, mas adoraria pelo menos visitar o lugar onde estão rolando os duelos. E outra, n tem mesmo como colocar Sacred Phoenix of Nephthys junto com os Fire Kings? É uma boa pra limpar backrow também.

Roberto disse:
15 de dezembro de 2013 00:09

Tem como arrumar a lista desse chaos worm?

Akira aleff disse:
15 de dezembro de 2013 00:53

Sou de João Pessoa, tem algum grupo da area pra jogar torneios ou até mesmos duelos mais 4fan. Jogo faz tempo, mas não conheço mais ninguém que joga fora dos DN da vida.

cutuquinho disse:
15 de dezembro de 2013 01:42

Akira procure no Facebook a comunidade yugioh joão pessoa!! flw

[A.C.] SirExMachina disse:
15 de dezembro de 2013 09:25

Valeu Blu, é meu primeiro report, ainda bem que ficou legal.

Sobre a Phoenix: Ela é boa sim, mas como você vê eu uso uma boa quantidade de traps...e a Fenix limpa tudo em campo. Então, pro meu deck ela não compensa.

Sir Porthos Fitz-Questitor disse:
15 de dezembro de 2013 13:14

@LG: Purpurinosa é seu rabo. u_u

@Machine: Vai se foder cara, nem colocou os fucking créditos da decklist pra mim, só vi isso agora. AHSAUSHAUSHA

Aproposito, agora pararas de me perguntar "e o artigo, porra?!"?

Sir Porthos Fitz-Questitor disse:
15 de dezembro de 2013 13:17

PS: LG, eu sou o Henrique Guerra, edita esse negócio aê. .-.

[A.C.] SirExMachina disse:
16 de dezembro de 2013 02:53

Créditos na decklist pra tu? Tais vendo algum SKILL DRAIN lá? Essa foi uma boa idéias sua, que acabei não usando. Te dana haha

Sir Porthos Fitz-Questitor disse:
16 de dezembro de 2013 03:25

Vai se foder, eu que criei o conceito do Garunix Control. Você tava querendo ir pro combo e eu disse: "Coloca a engine básica + 15 traps" e aí fez essa porra aê. Hahaha

[A.C.] SirExMachina disse:
16 de dezembro de 2013 08:05

Você quer créditos por ter me aconselhado a usar a minha build antiga? Ok, créditos dados :P