27 de novembro de 2013

Primeiras Impressões! Archetype: Shinra

Apresento-lhes o meu novo archetype favorito: Shinra!



O Archetype:

  • OBS: O nome das cartas nesse post podem mudar quando chegar ao TCG uma vez que é uma tradução superficial dos nomes em Japonês;

Shinra (1)É o archetype-capa do novo booster Legacy of the Valiant no OCG (Assim como Bujin foi do Judgment of Light e Ghostrick foi do Shadow Specters). Também é o primeiro archetype formado totalmente por monstros Plantas.

A origem do nome vem da palavra japonesa Shinrabanshō, que significa “Todas as coisas na Natureza”, daí o motivo de ser focado em Plantas.

Atualmente é formado por apenas 9 cartas, mas já é mais que suficiente para construir baralhos bem interessantes e que rodam perfeitamente.

Para quem não sabe, a jogabilidade dos Shinras consiste em Revelar cartas do topo do seu deck, e se houver monstros do tipo Planta dentre as cartas reveladas, elas são enviadas ao cemitério, caso contrário as cartas retornam ao fundo do seu deck em qualquer ordem de sua escolha. Além disso, quando um monstro Shinra é revelado em seu deck e enviado ao cemitério, seu efeito secundário pode ser ativado. Cada membro até agora possui versões desses dois efeitos, e por serem de Level e Atributos diferentes um dos outros, podemos fazer várias jogadas com eles.

Membros:

Shinra Peaskeeper
Level 1 / WIND / ATK: 400 / DEF: 100
Plant / Effect
Quando esta carta é Normal ou Special Summoned: Você pode revelar a carta do topo do seu deck; Se for um monstro do tipo Plant, envie-o ao cemitério, caso contrário coloque-o no fundo do deck. Se esta carta é revelada em seu deck e enviada ao cemitério: Você pode selecionar e Special Summon 1 monstro Plant de Level 4 ou menor do seu cemitério. Este efeito de “Shinra no Mibari Peas” só pode ser usado uma vez por turno.

O monstro mais fraco em termos de ATK e DEF do archetype. Quando ele é invocado normal ou especialmente você pode revelar 1 carta do topo do deck e aplicar o efeito padrão dos outros membros. O segundo efeito dele é que chama a atenção, já que quando ele é revelado no deck e enviado ao cemitério você pode selecionar e invocar especialmente qualquer monstro do tipo Plant do seu cemitério cujo Level seja 4 ou menor, inclusive ele mesmo para poder ativar seu efeito primário e revelar outra carta no topo do deck. Esse pé-de-feijão é a chave para muitos combos com o deck, uma vez que pode reviver cartas como Lonefire Blossom e Copy Plant.

Shinra Stoolhouette
Level 2 / FIRE / ATK: 100 / DEF: 2000
Plant / Effect

Quando esta carta é virada para cima: Você pode revelar 5 cartas do topo do seu deck, e se houver qualquer monstro do tipo Plant entre elas, envie tais monstros ao cemitério, então retorne as outras cartas (se houver) ao fundo do deck em qualquer ordem. Se esta carta é revelada em seu deck e enviada ao cemitério: Você pode selecionar e destruir 1 Spell/Trap Card no campo.

Um monstro de Level 2 que possui incríveis 2000 pontos de defesa (Ual!), e ainda tem um ultra efeito que é ativado quando ele é virado para cima no campo, permitindo que você revele até 5 cartas do topo do seu deck e aplique o efeito padrão do archetype. Esse cogumelo pode desencadear uma série de efeitos de seus monstros caso você tenha sorte nessa hora. O efeito secundário dele também é bem útil: Quando ele é revelado no deck e enviado ao cemitério você pode destruir qualquer carta Spell ou Trap no campo. Ótimo para colocar no deck caso você não use muitas mágicas e não sobre espaço para MSTs.

Shinra Leaflow
Level 3 / WATER / ATK: 1500 / DEF: 1200
Plant / Effect

Quando esta carta é Normal Summoned: Você pode revelar 2 cartas do topo do seu deck, e se houver qualquer monstro do tipo Plant entre elas, envie aqueles monstros ao cemitério, então retorne as outras cartas (se houver) ao fundo do deck em qualquer ordem. Se esta carta é revelada em seu deck e enviada ao cemitério: Você pode selecionar e destruir 1 monstro no campo.

Mais uma plantinha super-dotada. Um Level 3 com 1500 pontos de ATK e 1200 de DEF, que quando invocado normalmente você pode revelar até 2 cartas do topo do deck e aplicar o efeito padrão do archetype. Diferente do Peaskeeper, só pode usar esse efeito quando ele é invocado normalmente. O outro efeito compensa pelo menos colocar duas cópias dele no deck, pois quando revelado no deck e enviado ao cemitério, você pode destruir qualquer monstro no campo, o que torna dele o segundo melhor monstro do archetype em minha opinião.

Shinra Knightcissus
Level 4 / EARTH / ATK: 1800 / DEF: 1000
Plant / Effect

Quando esta carta é Normal Summoned: Você pode revelar a carta do topo do seu deck; Se for um monstro do tipo Plant, envie-o ao cemitério, caso contrário coloque-o no fundo do deck. Se esta carta é revelada em seu deck e enviada ao cemitério: Você pode escolher 1 carta “Shinra” do seu deck e coloca-la no topo do deck.

Esse é uma espécie de beater para o deck. Quando invocado normalmente revela apenas 1 carta do topo do deck para o efeito padrão do archetype, mas o segundo efeito é o que salva: Quando revelado do deck e enviado ao cemitério você pode colocar qualquer carta Shinra do deck no topo do deck, já garantindo que você puxe tal carta na sua próxima Draw Phase ou prepare um monstro para quando ser revelado e enviado ao cemitério pelo efeito de outra carta, ative seu efeito. Ótimo para colocar os três monstros anteriores, Peaskeeper para reviver o próprio Knightcissus, ou o Stoolhouette e Leaflow para destruir cartas no campo.

Shinra Treefender Oark
Level 6 / EARTH / ATK: 2400 / DEF: 1500
Plant / Effect

Uma vez por turno: Você pode revelar 3 cartas do topo do seu deck, e se houver qualquer monstro do tipo Plant entre elas, envie aqueles monstros ao cemitério, então retorne as outras cartas (se houver) ao fundo do deck em qualquer ordem. Se esta carta é revelada em seu deck e enviada ao cemitério: Você pode selecionar 1 outro monstro do tipo Plant em seu cemitério e coloca-lo no topo do deck.

O ogro dos Shinras. Pode ser invocado por tributar um monstro qualquer e tem 2400 pontos de ATK e um efeito primário excelente: Uma vez por turno você pode revelar 3 cartas do topo do seu deck para você sabe, aplicar o efeito padrão do archetype. Como se não bastasse, quando ele é revelado e enviado do deck ao cemitério, você pode selecionar qualquer monstro do tipo Planta em seu cemitério e colocar no topo do seu deck, podendo reciclar o efeito de outros Shinras ou preparar a sua próxima sacada.

Shinra Spiritree Regia
Level 8 / FIRE / ATK: 2700 / DEF: 1800
Plant / Effect
Uma vez por turno: Você pode revelar a carta do topo do seu deck; Se for um monstro do tipo Plant, envie-o ao cemitério e compre 1 carta, caso contrário coloque-o no fundo do deck. Se esta carta é revelada em seu deck e enviada ao cemitério: Você pode olhar 3 cartas do topo do seu deck e retorná-las ao topo do deck em qualquer ordem.

E finalmente, o melhor monstro do archetype em minha opinião. Aquele que você fará de tudo para semrpe tê-lo em campo e poder abusar de seu efeito. Possui o maior ATK de todos os Shinras até agora e seu efeito permite revelar a carta do topo do deck todo turno, e se esse monstro for Planta, ele é enviado ao cemitério e se fizer, pode ainda comprar 1 carta, o que faz dele diferente dos demais. Com dois desse no campo, você pode enviar até 2 monstros Planta do topo do deck ao cemitério e comprar 2 cartas. Tudo vai depender do equilíbrio dos tipos de cartas em seu deck, então se tiver um bom número de Plantas, vai obter mais sucesso. Também vai depender da sorte e de alguns efeitos que coloquem as plantas no topo do deck, como o do Knightcissus, do Treefender Oark e do próprio Spiritree Regia, que quando é revelado do deck e enviado ao cemitério você pode organizar as 3 cartas do topo do seu deck, prevendo suas próximas jogadas.

300px-SacredShinraPeak-LVAL-JP-C

Sacred Shinra Peak
Field Spell Card

Você pode enviar 1 monstro do tipo Plant que você controla em sua mão ou campo ao cemitério; escolha 1 monstro “Shinra” em seu deck e coloque-o no topo do seu deck. Você só pode usar este efeito de “Sacred Shinra Peak” uma vez por turno. Uma vez por turno, durante a End Phase do oponente: Você pode revelar a carta do topo do seu deck; Se for um monstro do tipo Plant, envie-o ao cemitério, caso contrário coloque-o no fundo do deck.

O campo-mágico do archetype não precisa de um efeito de aumentar o ATK de seus monstros, basta ter algum relacionado ao efeitos primários e secundários deles e pronto, o que realmente acontece. Por enviar qualquer monstro Planta do seu campo ou mão ao cemitério, você pode colocar qualquer monstro Shinra do deck no topo, para ser enviado ao cemitério pelo efeito de outro Shinra ou mesmo aguardar ser comprado no próximo turno. Na End Phase do oponente, você pode usar o outro efeito do Pico Sagrado dos Shinras, que nada mais é que olhar a carta do topo do seu deck e aplicar o efeito padrão do archetype. É uma ótima estratégia para destruir cartas do oponente pelo efeito do Stoolhouette ou Leaflow ou ainda prever a sua próxima compra com o efeito do Spiritree Regia, o que em 100% das vezes é muito bem-vindo. A vantagem de jogo que esse campo proporciona é considerável, e você vai querer pelo menos duas cópias dele no deck. Pode enviar cartas como Dandylion e Spore da sua mão ao cemitério (Esse último exemplo apenas em uma build que não seja focada só em monstros Plant) onde poderão ser usados melhor, ou monstros de Level alto para mais tarde serem revividos por Call of the Haunted ou,

Shinra’s Blessing
Normal Trap Card
Retorne 1 carta da sua mão ao topo ou fundo do deck; Special Summon 1 monstro “Shinra” da sua mão ou cemitério. Ele não pode ser afetado por efeitos de outras cartas. Durante a End Phase, retorne-o ao topo ou fundo do deck.

Shinra (1)

A armadilha do archetype é bem interessante. Você retorna qualquer carta da mão ao topo ou fundo do deck, podendo colocar um Shinra interessante no topo ou uma mágica ou armadilha que não pretende usar tão cedo no fundo, e em seguida invoca um monstro do archetype da sua mão ou cemitério e o torna inafetado por efeito de quaisquer outras cartas. É uma ótima carta para reviver aquele seu Spiritree Regia ou Treefender Oark e poder usar seus efeitos logo em seguida. E uma parte que pode servir tanto como vantagem quanto para desvantagem é que o monstro invocado deve ser enviado ao topo ou fundo de seu deck no final do turno. Legal é que você escolhe para onde quer retornar ele, o que não prejudica o archetype.

Shinra no Morigami Arusei
RANK 8 / LIGHT / ATK: 2300 / DEF: 3200
Plant / Xyz / Effect
2 Level 8 Monsters
Uma vez por turno: Você pode declarar o nome de 1 carta; revele a carta do topo do seu deck, e se for a carta declarada, adicione-a à mão, caso contrário envie-a ao cemitério. Se uma ou mais cartas são enviadas do deck ao cemitério por um efeito de carta: Você pode remover 1 material Xyz desta carta, então selecione 1 carta no campo; coloque aquela carta no topo ou fundo do deck do dono. Você só pode usar este efeito de “Shinra no Morigami Arusei” uma vez por turno.

Na união de qualquer monstro de Level 8 com outro, pode-se invocar o boss do archetype. Um monstro xyz com 3200 pontos de DEF, mas que você vai preferir invocá-lo em ofensiva na maioria das vezes. A parte mais legal dele é que o efeito primário pode ser ativado todo turno e não precisa remover materiais Xyz. Funciona como uma espécie de tentativa de advinhação, você declara o nome da carta no topo do deck, e se ela for a carta declarada, você adiciona ela para a sua mão, caso contrário, ela é enviada ao cemitério. Você pode declarar o nome de uma mágica ou armadilha qualquer para ter certeza que se um monstro Shinra for revelado, ele será enviado ao cemitério e você poderá usar o efeito dele. Nesse caso, você pode usar o efeito secundário do boss, que por remover 1 material xyz quando uma ou mais cartas são enviadas do deck ao cemitério, você pode selecionar uma carta qualquer no campo e retorná-la ao topo ou fundo do deck do oponente. Um efeito pra lá de épico, podendo atrasar uma jogada do oponente ou garantindo que certa carta não apareça tão cedo no jogo. Funciona também com os seus próprios monstros, retornando um Shinra ao topo do deck para poder usar o efeito dele mais tarde.

Suportes:

Por ser um archetype formado completamente por monstros plantas, não é muito difícil encontrar cartas de suportes para eles, então abaixo deixo algumas das mais comuns e interessantes:

  • Lonefire Blossom: Claro, o monstro limitado que corre o risco de ser banido caso o archetype se torne irritante. Por tributar ele ou qualquer outra planta, você pode invocar qualquer Planta do deck. Ótimo para invocar monstros de Level alto como o Treefender Oark e Spiritree Regia, e pode ser revivido pelo efeito do Peaskeeper;
    .
  • Flower Princesses: Tytannial, Talaya, Marinã e a mais nova Chirubime podem ser boas protetoras de campo e por serem todas Level 8, podem ser usadas para invocar o Xyz do archetype;
    .
  • Copy Plant: Pode ser revivido pelo efeito do Peaskeeper por causa do Level baixo e pode tomar a forma de qualquer monstro Planta no campo, tornando-se do mesmo Level que tal monstro. É Tuner, e por isso também pode dar uma base Synchro para o deck, mas geralmente será usado para imitar o Spiritree Regia e invocar o Xyz do archetype;
    .
  • Mysterious Seed Mitra: Outra carta do Legacy of the Valiant e com um efeito de diminuir o Level de qualquer monstro EARTH em 1, até duas vezes por turno. Pode diminuir o próprio Level para ser usado como material Synchro ou diminuir o Level do Knightcissus para invocar Meliae of the Trees;
    .
  • Super Solar Nutrient: Ótima carta para ser usada no começo do jogo. Invoque normalmente um Peaskeeper, Stoolhouette, Copy Plant ou Mysterious Seed Mitra (diminuindo seu Level para 2), tribute-o com esta carta e chame um Lonefire Blossom do deck, tributando ele para invocar qualquer outra Planta do deck, como o Spiritree Regia, que no começo do jogo já pode ser de grande utilidade;
    .
  • Dandylion: Caso seja enviado do deck ao cemitério pelo efeito de um Shinra, vai invocar 2 Fluff Tokens que podem proteger o seu campo, serem tributados para invocar Treefender Oark, Spiritree Regia ou alguma Flower Princess, ou ainda ser usado como material Synchro. Por ser Level 3 e EARTH, também pode ser usado como material xyz para Meliae of the Trees;
    .
  • Spore: Outra planta limitada que serve como base Synchro para o deck. O level dele pode ser tornar praticamente qualquer um quando revivido pelo próprio efeito, já que o archetype é bem variado nesse sentido. Em último caso, pode ser até usado como material Xyz para o boss, caso você tenha uma Planta de Level 7 no cemitério;
    .
  • Fallen Angel of Roses: Pode ser invocada da mão por retornar um Peaskeeper que foi invocado normalmente, ou qualquer outra planta que tenha menos de 2400 de ATK. Pode ser descartada pelo efeito do campo para depois ser banido pelo efeito de Spore e deixar o Level dele 8;
    .
  • Solidarity: Um Spiritree Regia com 3500 de ATK e um Leaflow com 2300 é sempre bom. Caso você não use monstros que não seja do tipo Plant no Main Deck, essa é uma excelente carta, que com certeza agrega valor ao seu deck;
    .
  • Botanical Lion: Ganha 300 pontos de ATK para cada planta em seu campo, incluindo ele mesmo, que já pode chegar no campo com 1900 de ATK e em um deck com Solidarity pode ser um beater melhor que o Knightcissus, e que pode ser revivido pelo Peaskeeper;
    .
  • Convulsion of Nature: Não sei quanto a vocês, mas para mim parece que o deck foi feito pensando nessa carta, que tem o efeito de virar para cima o deck dos dois jogadores. Enquanto você vê a carta de seu deck, pode pensar duas vezes antes de usar o efeito de seu Spiritree Regia, e ganha vantagem ao usar o efeito primário do Morigami Arusei, que pode adicionar uma carta de graça à mão caso não queira enviá-la ao cemitério. Usar essa carta é uma questão de stats, e caso você encontre espaço, recomendo usar ela. Se não encontrar espaço no Main, pelo menos deixe de Side que em um duelo onde ver as cartas que o oponente compra é vantagem ela pode ser usada;
    .
  • Spellbook Organization: Uma carta mágica de jogo-rápido com um efeito idêntico ao secundário do Spiritree Regia. Na falta do grandão, você pode ativar essa carta virada para baixo na End Phase do oponente para olhar as cartas do topo do seu deck e organizá-las da maneira que desejar. Pode usar isso antes do efeito secundário do campo ser ativado, para garantir que uma Planta esteja no topo;
    .
  • Archfiend’s Oath: Tem praticamente o mesmo efeito do Morigami Arusei, permitindo que você declara o nome de uma carta no topo do deck e se acertar ela é adicionada à sua mão, mas se errar é enviada ao cemitério. Funciona muito bem com Convulsion of Nature, Spellbook Organization e Spiritree Regia;
    .
  • Call of the Haunted: Até porque 3 Shinra’s Blessing não dão conta da necessidade de você sempre ter em campo pelo menos um Spiritree Regia ou Treefender Oark. Pode reviver Lonefire Blossom para buscar plantas do deck, ou o Peaskeeper para usar o efeito dele e depois retorná-lo para a mão e invocar Fallen Angel of Roses;
    .
  • Miracle Fertilizer: Não gosto muito dessa carta, mas ela tem o mesmo propósito da Call of the Haunted e da Shinra’s Blessing, que é de reviver seus monstros plantas;
    .
  • Malefic Stardust Dragon: Tem o efeito de proteger o campo mágico e por ser um Level 8 de fácil invocação, pode ser usado para chamar o boss do archetype.
    .
  • Advance Draw / Trade-In: Porque não é difícil ter monstros de Level 8 na mão ou campo e eles podem ser sacrificados para você puxar 2 cartas do deck caso precise;
    .
  • Fragrance Storm: Você destrói uma planta fraca em seu campo e compra 1 carta, e se essa carta for uma planta, você compra outra carta.
    .
  • The Transmigration Prophecy ou Pot of Avarice (formato Tradicional apenas): Retornam cartas do cemitério ao deck, assim como o Treefender Oark;
    .
  • Plaguespreader Zombie / Magical Merchant / Reasoning: Plaguespreader pode ser revivido por colocar um Shinra no topo do seu deck e por ser Tuner ainda pode ser útil. Magical Merchant e Reasoning são exemplos de cartas que ativam os efeitos secundários dos Shinras quando revelados e enviados do deck ao cemitério;
    .
  • Black Rose Dragon / Stardust Dragon / Kiganjou / Leoh, Guardbeast of the Great Tree Star Eater: Exemplos de Synchros de Level 7, 8, 9, 10 e 11;

 

Fraquezas:

Todos os efeitos secundários do archetype são ativados do cemitério, logo cartas como The End of Anubis, Soul Drain e Macro Cosmos podem facilmente acabar com a alegria deles. Por isso a dica é sempre andar prevenido com uma Imperial Iron Wall no Side Deck caso esteja jogando com o archetype.

Skill Drain também é outra carta chata para eles, já que seus efeitos primáticos são ativados em campo.

Fragrance Storm pode ser tanto uma aliada quanto uma inimiga.

Por causa da necessidade de invocar monstros de Level alto, Crimson Blader e Evilswarm Ophion podem ser pé-no-saco das plantinhas (por isso que Solidarity é recomendada).

Conclusão:

Eu sempre gostei de plantas (tanto que esses dias atrás eu queria ser botânico), e quando soube que elas iam ganhar um archetype próprio, fiquei muito feliz. O que aumentou mais ainda a minha felicidade foi quando descobri que seus efeitos eram baseados em adivinhação e previsão do jogo para ter vantagem sobre o oponente, um efeito que sempre sonhei existir em Yu-Gi-Oh, e que lembram o da série Oracle Think Tank de Cardfight Vanguard!, o que também é legal.

Para o futuro do archetype, só espero que lancem membros de Level 5 e 7, além de um Level 3 que seja EARTH, mais um Xyz, de RANK 6 e que preferencialmente seja DARK, e um novo Level 8. Um membro que torne o Level de todos os Shinras algum específico também seria bem-vindo, para eles conseguirem invocar monstros xyz com mais de 3 materiais. Enfim, espero que tenha mais Shinras no próximo booster!


Então é isso galerinha, espero que tenham gostado do post. Sexta-feira vou trazer UMA ou DUAS decklists do archetype para vocês aproveitarem, enquanto isso, façam seus testes e digam o que estão achando do novo archetype. Comentem e até mais!

Comentários
18 Comentários

18 Comentários:

Anônimo disse:
27 de novembro de 2013 06:43

Com esse deck, eu adicionei o Synchro limitado de 2 estrelas que parece um carro, o TG Library, Stardust lv8 e lv10. Muito fácil invocá-los.

Henrique disse:
27 de novembro de 2013 06:44
Este comentário foi removido pelo autor.
Enzzo disse:
27 de novembro de 2013 06:54

Blu, parabéns! Postagem de arquétipo muito, muito boa!
Interessante, isso prova que a tita cunami não perdeu toda a sua criatividade =D Mas confesso que fiquei um pouco decepcionado pois ao ver as imagens do spoiler eu achei que se tratasse de novos naturia.
Excelente post!

Emerson Martins de Deus disse:
27 de novembro de 2013 08:53

Eu fiz uma build dos Shinras, nas suas fases primarias eu usei várias das cartas as quais você mencionou aí, fiz isso até descobrir quais são realmente necessárias e quais não fazem falta, ficou legal, o mais foda é quando você invoca o Shooting Star Dragon, e aquele Leoh também foi de grande ajuda, pois foco minha build principalmente no synchro e depois xyz, e tenho que dizer que ele é um pé no saco para o oponente. Acho que com mais alguns suportes Shinra fica bem encaminhado para a tier 1.

P.s:"já que seus efeitos primáticos", da onde você tirou essa comparação dos efeitos deles com algo primata? Eles são plantas, não macacos '-'

[A.C] Sir Viridius disse:
27 de novembro de 2013 08:57

bom post blu. mas faltou citar a polinosis =/

CyberBlu disse:
27 de novembro de 2013 12:19

@Emerson, LAG CEREBRAL da nisso.

@Sir Viridius, Se eu fosse citar todos os suportes para Plant-type eu ficava o dia todo fazendo o post. Claro que Pollinosis é uma boa opção de Counter Trap, mas na maioria dos decks que eu fiz não usei muitas Traps (só a Blessing e a COTH para o swarm do campo), e na maioria das vezes foquei mais em Xyz do que em Synchro.

Shinra é um archetype bem versátil, da pra fazer várias coisas com eles, desde prever as cartas que o oponente compra até algo mais Stun.

Anônimo disse:
27 de novembro de 2013 12:34

muito bom o post blu, continue assim (lo, sempre comento a mesma coisa, mas é verdade)

Wanderley Cristante disse:
27 de novembro de 2013 12:49

parece ser um deck extremamente lento e que perde a vantagem de mão muito rapido

Pietro disse:
27 de novembro de 2013 12:50

Meu, este deck é muito foda com Phoenix Amarylis, Lonefire Blossom, Magical Mercant, Spore e uma carta POUCA VALORIZADA, Chirubime, Princess of Maples que tem o poder de fazer special summon. Em um único turno, coloquei 4 fluff tokken eliminando 2x o Danylion. Este é um arquetype pra ser usado com synchros, uns que estou até pegando gosto como o Mist Bird Clausolas (que com ele eu destruo sem dó o Zenmaines e BB Yoke), como o primeiro anônimo disse, é super fácil ter o Formula Synchrom em campo e depois invocar o TG Librarian para ter + 2 em mãos, e ainda fazer um Stardust e finalizando com um Shooting Star Dragon.

dragonlord disse:
27 de novembro de 2013 17:44

Na verdade não é um deck lento, ele só perde mão rápido pela Blessing e Peak, mas o efeito do Senju quanto bem usado pode aumentar a sua mão. E outra, os monstros podem ser mais úteis no cemitério, então não vejo muita desvantagem.

Parabéns pelo post blu, continue assim

Anônimo disse:
27 de novembro de 2013 19:29

Gente já jogo com plant desde que comecei a montar meu primeiro baralho assim que lançou o 5Ds e eu falo elas são muito boas.Nunca desistir delas detalha meus Decks plant na maioria das vezes e puro. Pessoal de DF que espera o meu retorno em 2014!kkkk

Ass: Senhor das Rosas.kkk
Parabéns pela postagem muito bem explicado cada detalhe.

Anônimo disse:
28 de novembro de 2013 21:58

Muito bom o post.Será que com chegada dos Shinra a tia konami desbane glow-up Bulb na proxima banlist, esse monstro seria um otimo suporte para esse deck.

Man El disse:
29 de novembro de 2013 04:39

Post IM-PE-CÁ-VEL, não há do que reclamar. Apesar da Queen of the Knight ser uma escolha óbvia, eu não a colocaria no deck porque pra mim seus efeitos não compensam. O melhor deles foi o de aumentar 300ATK de um monstro no campo, no caso pode ser o dela mesma, deixando-a com 3500. Mas de resto...

Anônimo disse:
29 de novembro de 2013 11:48

http://en.niconico.sarashi.com/?sm22306773&2

Para quem disse que merchant é inutil no deck e o efeito dele não ativa os efeitos dos shinras..

Anônimo disse:
29 de novembro de 2013 14:03

Mas merchant sempre ativou =]

Kimer disse:
30 de novembro de 2013 00:41

Só senti falta de uma decklist, mas tudo bem, o post está muito bom, apresentando em detalhes cada membro dos Shinras.

Adriano disse:
1 de dezembro de 2013 15:41
Este comentário foi removido pelo autor.
Adriano disse:
2 de dezembro de 2013 02:00

Convulsion of Nature" não funciona
porque as cartas do topo do deck
sempre ficarão reveladas e não haverá como revela-las novamente.mesmo caso de "Koaki Meiru" e "Eye of Truth/Respect Play/Ceremonial Bell/Mind on Air". ;-)