23 de novembro de 2013

Carta da Semana #91: Gorgonic Guardian

Gorgonic Guardian
RANK 3 / DARK
ATK: 1600 / DEF: 1200
Rock / Xyz / Effect
2 Level 3 Rock-type monsters
Once per turn, during either player’s turn: You can detach 1 Xyz Material from this card, then target 1 face-up monster your opponent controls; that monster's ATK becomes 0, also its effects are negated. These changes last until the end of this turn. Once per turn: You can target 1 monster with 0 ATK on the field; destroy that target.

 



Desde o lançamento do novo booster do OCG Legacy of the Valiant, o mini-archetype Gorgonic, usado pelo Príncipe Vector e pela entidade Abyss em Yu-Gi-Oh! Zexal, está dando o que falar por aí, e nada melhor do que pegar o boss para comentar sobre…

Gorgonic Guardian tem dois excelentes efeitos que compensam a sua invocação. Um matador de gigantes, e quase inabalável. Uma vez por turno, durante o turno de qualquer jogador e por remover 1 material Xyz dele, ele seleciona e reduz o ATK de um monstro virado para cima que o oponente controla à 0, e além disso nega os efeitos daquele monstro. O outro efeito é um complemento do primeiro, mas a vantagem é que não precisa usar materiais xyz: Ele pode destruir um monstro com 0 pontos de ATK no campo uma vez por turno. É uma pena que ele não funciona muito bem em decks Reptilianne por causa do tipo dele, senão já viu.

Mas calma, se você está preocupado com a condição de invocação dele – 2 monstros Rock de Level 3 –, não se preocupe, pois não é difícil trazê-lo ao campo.

 

Abyss, entidade guardiã da última ruína onde encontrava-se os Números Lendários em Yu-Gi-Oh! Zexal, usou a estratégia Gorgonic Golem e Gorgonic Gargoyle para chamar o boss. Gorgonic Golem tem um efeito duplo. Quando ele é destruído, o ATK do monstro que o destruiu se torna 0, e enquanto ele estiver no cemitério, você pode removê-lo do jogo para impedir que uma carta mágica ou armadilha virada para baixo do oponente seja ativada por um turno. Já Gorgonic Gargoyle pode ser invocado especialmente da mão no momento após um monstro qualquer do tipo Rock seja invocado normalmente.

Já no segundo encontro de Shark contra Gorgonic Guardian, dessa vez sendo usado no deck do Príncipe Vector (Vector antes de se tornar Barian), foi usado Gorgonic Ghoul e Gorgonic Cerberus. O efeito de Gorgonic Ghoul permite que o jogador invoque ele da mão por pagar 300 pontos de vida caso já tenha uma cópia em campo, podendo usar esse efeito até duas vezes no mesmo turno. Em seguida, Gorgonic Cerberus aparece, transformando o Level de todos os Gorgonic Ghouls em 3 pelo seu efeito, e então permitindo que Príncipe Vector invoque DOIS boss ao mesmo tempo.

Pelo fato de alguns Chronomalies serem do tipo Rock, essa dupla de cristal pode ser a peça que faltava para o quebra-cabeça de um deck focado na Carta da Semana: Chronomaly Crystal Bones pode ser invocado especialmente da mão caso apenas o oponente controle monstros, e a melhor parte é que quando você faz isso, pode invocar especialmente um Chronomaly Crystal Skull do cemitério, já conseguindo as condições necessárias para invocar o Gorgonic Guardian e sem gastar o Normal Summon do turno. Pelo fato desses dois serem LIGHT e os Gorgonics serem DARK, uma tech CHAOS pode ser construída (basta colocar mais uns 2 Effect Veiler, BLS e Chaos Sorcerer e pronto).

Em um deck Chronomaly normal, você pode tentar invocar Gorgonic Guardian e Number 33: Chronomaly Machu Mech com o objetivo de fazer um OTK. Diminui o ATK de um monstro do oponente à 0 pelo efeito do Gorgonic e aplica o efeito do Machu Mech para infligir mais de 2000 de dano ao oponente e então aumentar o ATK do Machu Mech para mais de 4000. Funciona de forma semelhante ao Gagaga Machu Mech OTK.

Outra forma rápida de invocar a Carta da Semana é usando Rescue Rabbit para invocar duas cópias de Giant Soldier of Stone do deck, o monstro normal de Level 3 mais forte do jogo em termos de ATK e DEF. E já que estamos falando dele, porque não do seu counterpart Xyz, Giant Soldier of Steel, que possui a mesma condição de invocação do Gorgonic Guardian e pode ser uma alternativa para usar junto com o mini-archetype, já que seu efeito garante máximo proteção de campo e contra deck burn pode ser útil ao dobro.

Outros dois monstros Rock de Level 3. O odiado por muitos, Neo-Spacian Grand Mole e seu efeito de retornar gigantes para a mão do dono, e Legendary Jujitsu Master que retorna qualquer monstro que batalha com ele para o topo do deck do dono. Duas cartas excelentes para combater o metagame, e que completam os Gorgonics como arroz e feijão.

E caso o deck precise de força bruta em seus Gorgonics, pode colocar bosses como Gaia Plate the Earth Giant, que possui 2800 pontos de ATK e pode ser invocado da mão por remover 2 monstros Rock no cemitério. Depois temos Dark Armed Dragon, que com a ajuda do Gaia Plate para manipular o número de monstros no cemitério, pode ser invocado se você ter exatamente 3 monstros DARK no cemitério, e também tem 2800 de ATK, além de um efeito que permite destruir cartas no campo por banir monstros DARK no cemitério. Em último caso, em um deck puramente Rock, pode-se colocar Solidarity, para permitir que Gorgonic Guardian chegue no campo com 2400 de ATK.

Algumas cartas podem ajudar a tornar o ATK dos monstros do oponente 0 para eles serem destruídos pelo Gorgonic Guardian. Mini-Guts precisa que você tribute um monstro para o serviço, mas a vantagem é que se o monstro afetado for destruído em batalha (pelo efeito não), dano igual ao ATK original daquele monstro é infligido ao oponente, o que pode ser legal. Os Reptilianne como sempre também possuem o mesmo papel, apesar de serem répteis ao invés de rochas: Reptilianne Naga é imortal e torna o ataque dos monstros que batalha com ela 0, e Reptilianne Gorgon é Level 3 para ajudar nas Xyz Summons e também torna o ATK dos monstros que ela ataca (apenas) 0 após o cálculo de dano, apesar dela poder não sair ilesa da batalha caso tenha ataca um monstro em Posição de Ataque.

 

Eu poderia ter trazido um deck com o Gorgonic Guardian, mas não tive tempo de montar e testar por causa da internet, e também improvisei o post de madrugada, pois não gosto de furar com a categoria e então tenho que me virar nos trinta para conseguir mante-la sempre atualizada.


Então é isso galerinha, espero que tenham gostado do post. Enquanto fico sem internet em casa, gosto de escrever mais que o comum, e por isso já tenho um post programado para quarta-feira sobre o novo archetype da Series 8: Shinras! Não percam, enquanto isso comentem e até mais!

Comentários
8 Comentários

8 Comentários:

Kymer disse:
23 de novembro de 2013 12:18

FIRST PELA PRIMEIRA VEZ NAM INHA VIDA \O\

dragon_hibrid disse:
23 de novembro de 2013 14:03

http://i.imgur.com/A1vyFMB.png

Blu vc citou varias cartas que eu estou testando na minha build gorgonic, nagga é realmente incrivel (poupar os materiais do guardian não tem preço XD), grand mole deixa o deck mais chato ainda. Outra carta boa pro tema é o megarock dragon que roda junto com o gorgonic cerberus, infelizmente gorgonic ghoul é descartavel.

Guilherme Lerry dos Santos disse:
23 de novembro de 2013 14:10

Com cerberus dá pra fazer até Build Nivel quatro pra ter mais variedade de Xyz, daora.

CyberBlu disse:
23 de novembro de 2013 14:52

Testei Revival Golem + Catapult Zone para usar com o Cerberus ou pelo menos segurar o campo, sem contar que ele pode ser tributado pelo efeito de Mini-Guts ou dois serem usados para chamar um xyz de rank 4.

Anônimo disse:
23 de novembro de 2013 15:23

muito bom o postinho, cotinue assim bluzinho

Anônimo disse:
23 de novembro de 2013 21:54

to amando jogar de gorgonic, esse boss é muito massa

Enzzo Sato disse:
24 de novembro de 2013 00:50

Legal, é um archetype muito bom que ainda tem que ser descoberto (Mas se Bily Brake/Jeff Jones jogarem, todo mundo vai pagar pau)

Marcio Rodrigues disse:
24 de novembro de 2013 01:41

Não fica lgl uns Block Golem ai n? xD