18 de outubro de 2013

Random Tips #2: Enfrentando o Metagame: Dragons e etc!

galaxy

Eae galerinha, como vão? Estou aqui com o segundo post da nossa mais nova categoria, Random Tips, onde eu trago ou outro redator trazemos dicas úteis e aleatórias para vocês. Dessa vez, temos um post exclusivo sobre como enfrentar o metagame atual, mais especificamente Dragunities, Dragon Rulers e quem sabe os Hieratics. Confiram!



Esse não é um post sobre uma carta específica, aí você ja tem uma ideia sobre essa categoria aleatória.

Dragunity, Dragon Ruler e Hieratic são decks bastante poderosos neste formato, e inclusive não é difícil encontrar uma mistura de dois dos três juntos. Mesmo sem os Baby Dragon Rulers que foram banidos na última banlist, os DR continuam fortes, mas agora uma build pura e consistente é mais difícil de ser encontrada. Rumando em busca de aliados, surgem umas combinações bem estranhas mesmo (Como com os Dragunity, Hieratic, e Plants, que nesse formato também tiveram destaque).

Tirando todo o brilho desses metadecks e mostrando que eles são cheio de falhas, lá vai algumas dicas para enfrentá-los:

OBS: Algumas dicas desse post podem ser levadas para a sua vida toda, e não apenas para quando for enfrentar os decks citados.

  • Contra o Tipo Dragon:

galaxydragun victoria electricvirus dragoncapture

Já vi muitos Side Decks com cartas contra os dragões para o caso de enfrentar decks desse tipo.

Galaxy Dragun é o anti-suporte mais recente, e veio direto do mangá do Zexal onde foi usado pelo Kaito. Ele é um Dragão, caçador de dragões. Seus 2000 pontos de ATK tornam um tributo para o Galaxy-Eyes do Kaito e por ser LIGHT recebe muitos suportes também (como servir de material para monstros Xyz específicos). Entretanto, ele só pode atacar monstros Dragões, mas quando faz isso seu ATK aumenta em 1000 pontos e os efeitos do outro monstro são negados. Ele pode destruir qualquer Dragon Ruler, exceto o Redox quando em Posição de Defesa, e também os aliados dos Dragunity (Gaia Knight, Stardust e Stardust Spark Dragon, Scrap Dragon etc).

Já vi muita gente usando Victoria também. Essa fada de 1800 pontos de ATK pode reviver um monstro do tipo Dragão do cemitério do oponente uma vez por turno. Você pode usar ela para reviver um Blaster de 2800 de ATK, mas não é aconselhado com os Dragon Rulers já que eles voltam para a mão do oponente na End Phase do seu turno. Mesmo assim, ela pode ser usada contra os Dragunity para pegar os Tuners do cemitério (Phalanx, Aklys, Corsesca) e usar para chamar seus próprios Synchros (ou simplesmete tê-los no campo para o oponente não ter no cemitério).

Quando eu jogava de Full Monster meu Side tinha 2 cópias de Electric Virus, e algumas precisei colocar 3 contra certos oponentes. Esse monstrinho é simplesmente fantástico, pois é uma espécie de Change of Heart para monstros Dragon e Machine. E como esses dois tipos estão sempre presentes no meta, aconselho ter ele de Side.



O clássico Dragon Capture Jar. Já ouvi gente dizendo ser uma boa opção para Side contra decks Dragons, mas eu particularmente não gosto dela. Passar os monstros do oponente para a posição de defesa é legal sim, mas por ser uma armadilha acaba sendo alvo de muitas MST por aí.

  • Contra os variados Tipos e Atributos:

rivalry gozen

Dragunity não consegue jogar com a pressão de uma Rivalry of Warlords. Para quem não sabe, essa armadilha contínua obriga os dois jogadores a controlarem apenas um tipo de monstro, enviando monstros de diferentes tipos ao cemitério. Dragunities possuem 2 tipos, Winged Beast e Dragon, portanto…

Já os Dragon Rulers possuem diferentes atributos, o que os tornam vulneráveis ao poder de Gozen Match, a carta que obriga os dois jogadores a controlarem apenas um atributo de monstro e enviar monstros de diferentes atributos ao cemitério. Se for uma build pura, o oponente precisará ter dois diferentes no campo para fazer um monstro xyz (já que não dá para invocar dois iguais no mesmo turno), então sem monstros xyz ou synchro.

  • Contra Level Alto:

crimsonblader steelswarm

Aprendam uma coisa: Crimson Blader é REGRA. Se você perceber que o oponente usa Dragon Ruler, Hieratic, Dragunity ou outro deck que invoque especialmente muitos monstros de Level alto, consiga uma maneira de trazer Crimson Blader o mais rápido possível ao campo. Para quem não conhece, quando ele destrói um monstro do oponente, ele impede que o oponente chame monstros de nível alto (5 ou maior) durante o próximo turno dele. Sem monstros de Level 5 ou maior, é sem monstros materiais Xyz de RANK alto e sem Synchros.

Geralmente aquele que chama esse camarada primeiro e usa esse efeito obtém vantagem pelo resto do duelo, pois o oponente vai preferir encerrar o próximo turno de campo vazio para não ser mais alvo dessa desgraça e então essa desgraça pode atacar diretamente com 2800 de ATK.

Caso o seu deck não possua condições de invocar o Crimson Blader, opte por Steelswarm Roach, que é um RANK 4 genérico que só precisa de dois materiais. Ele, por remover 1 material xyz, pode negar a invocação especial de um monstro de Level 5 ou maior, diferente do Crimson Blader que simplesmente proibe o oponente de fazer isso. A barata possui menos pontos de ATK e DEF, mas compensa em vários casos.

(Não quero falar do Evilswarm Ophion porque ele não é genérico e porque eu tenho trauma dele, mas acabei citando, que droga).

  • Contra a Mão e o Cemitério:

abyssdweller ddcrow goblinofgreed prophecy debunk mindrain souldrain

Caso o seu deck não consiga trazer um Crimson Blader, você pode usar Abyss Dweller no Extra Deck. Esse monstro impede que efeitos de cartas sejam ativados no cemitério durante um turno inteiro por remover um material xyz dele, ótimo para deter os Dragon Rulers de serem invocados do cemitério.

D.D. Crow pode ser usado para banir os Dagunity Dragon do cemitério do oponente, ou os próprios Dragon Rulers depois de serem descartados da mão do oponente pelos seus próprios efeitos – assim eles não podem ativar o efeito de search. Goblin of Greed, por sua vez, impede que o oponente ative o efeito dos DR por descarta-los da mão. Ótimas dicas para side.

Quando Pot of Avarice se foi, comecei a colocar essa tal The Transmigration Prophecy em alguns decks meus: E não é que funcionou? Ela pode ser útil para reciclar seus monstros ao mesmo tempo que consegue tirar monstros do cemitério do oponente como os Dragunity Tuner, os DR ou até mesmo um Eclipse Wyvern em deck Chaos Dragon.

A última dica é Debunk, essa armadilha que funciona como uma Solemn Judgment para os Dragon Rulers: Ela nega o efeito deles que ativam na mão ou o efeito que ativa no cemitério e os remove do jogo. A boa notícia é que depois disso eles não podem ativar seus efeitos de search já que ativaram os outros (mesmo eles sendo negados, conta como se fossem ativados).

Mind Dragon e Soul Drain podem ser usadas também, para impedir que os efeitos de monstros na mão, no cemitério e na zona de banidas sejam ativados. O problema é que precisam pagar 1000 pontos de vida para serem ativadas, mas compensa, já que uma delas, a Soul Drain, foi limitada nessa última lista por ser tão útil contra diversos decks.

  • Contra o Search e a Banish Zone:

chaoshunter imperial rai-oh mistake

As cartas contra o meta em geral não precisam necessariamente ser armadilhas contínuas, podem estar em carne e osso como uma cópia de Chaos Hunter, por exemplo. Para quem não sabe, essa linda caçadora surpreende com o seu efeito e seus 2500 de ATK. Ela pode ser invocada da sua mão quando o oponente invoca especialmente um monstro (um Dragon Ruler, por exemplo), e enquanto ela permanecer no jogo, impede que o oponente – somente o oponente – bana cartas. Na primeira vez que voltei a jogar de Dragon Ruler nesse formato, levei uma dessa na fuça e quase perdi já que não foi fácil tirá-la do campo do oponente (só o Blaster e o Tidal superam o ATK dela).

Caso não queira arriscar, use a Imperial Iron Wall mesmo, mas aí você também não poderá banir cartas. A vantagem é que ela pode permancer mais no campo também.

O coringa dos anti-meta decks, Thunder King Rai-Oh é um monstro que impede ambos os jogadores de buscar cartas do deck, seja quando os DRs são banidos ou por uma Dragon Ravine em Dragunity, ele pode ser mais do que útil. A vantagem é que você pode nagar o Special Summon de um monstro do oponente e destruí-lo por abrir mão dele.



Rai-Oh esta limitado nessa lista, então você pode usar a versão Trap Card de um efeito dele, a mais nova Mistake, que também impede que os dois jogadores busquem cartas do deck. Se você ainda não colocou essa carta de side, aconselho fazer isso agora mesmo, porque ela é a nova tendência que vale a pena aproveitar!

  • Contra múltiplas Special Summons:

summonlimit summonbreaker 

Essa é mais para Hieratics que conseguem ter a capacidade de realizar mais de 10 Special Summons em um mesmo turno (Ta duvidando? Comece a contar enquanto você leva um OTK). Summon Limit já quebra as pernas, ou melhor, cortam as asinhas deles. Essa armadilha impede que ambos os jogadores invoquem especialmente mais de 2 vezes (3 ou mais) por turno. Se o oponente invocar 2 Dragon Rulers ou 2 Hieratics especialmente, ele não vai poder usa-los como material Xyz. Se ele invocar Dragunity Dux normalmente e depois um Dragunity Phalanx, ele só vai poder invocar um Dragunity Knight – Vajrayana e equipar o Phalanx nele (nada de Stardust/Stardust Spark ou Scrap Dragon).

A outra carta funciona de forma semelhante, é a Summon Breaker, que praticamente encerra o turno do jogador que invoca especialmente 3 monstros no mesmo turno, mas esse efeito só pode ser usado na MP1 do oponente (ele ainda vai poder invocar na MP2, mas aí terá que pular a BP). Pegando o exemplo anterior, o oponente poder invocar um Synchro de Levle 8 usando o Dragunity Knight – Vajrayana e um Phalanx, mas o turno dele acabará sem chances de atacar ou ativar/setar outras cartas (exceto Quick-Play Spell Cards na EP).


Então é isso galerinha, espero que tenham gostado do post. Semana que vem tem mais dicas (eu espero). Enquanto isso comentem sobre o que estão achando da categoria e do post em si. Até mais!

Comentários
10 Comentários

10 Comentários:

Anônimo disse:
18 de outubro de 2013 11:53

lendo esse post eu lembrei de uma vez que o carinha no dn ativou dragon capture jar e depois invocou dragon piper e pensou que podia pegar o meu redmd kkkkkk foi muito engraçado

Paradox disse:
18 de outubro de 2013 11:56

achei ótimo postarem um artigo sobre anti-meta a dois dias do regional aqui do RS, sempre é bom saber como deter o meta.

dragonlord disse:
18 de outubro de 2013 12:02

muito bom, quando vai ser postado a parte 2?

CyberBlu disse:
18 de outubro de 2013 13:56

@Anônimo, o carinha tava achando que era o Pegasus pqp

E @dragonlord, quem sabe tenha continuação, quem sabe não.

Enzzo Sato disse:
18 de outubro de 2013 14:33

Cara, eu simplesmente adorei essa nova categoria. Quando eu tiver menos ocupado (to com duas provas de quimica pra estudar) eu contribuo nessa categoria tambem ;)

Potter disse:
18 de outubro de 2013 17:31

muito boa a postagem, devo tirar boas ideias de side dessa postagem, senão eu não voltarei a ganhar!!

@Blu
vc colocou Mind Dragon ao invés de Mind Drain

CyberBlu disse:
18 de outubro de 2013 19:13

Não Potter, essa foi de propósito mesmo, queria ver se alguém reparava xD

Potter disse:
18 de outubro de 2013 19:37

pois é, eu reparei...mas fazer isso é bom para saber se os caras leem as suas postagens!!

Anônimo disse:
19 de outubro de 2013 00:20

gostei do banner, parabens para quem o fez

CyberBlu disse:
19 de outubro de 2013 11:35

^-^