20 de agosto de 2013

Here Comes a New Card #12: Noble Knight Drystan


 Eae pessoal, blzinha? Hora do cavaleiro de cabelos castanhos, olhar seduzente e uma harpa pra tocar uns funks ganhar o seu todo merecido (ou não) post. Lendo os comentários do meu post de resultado da enquete eu vi que sim, alguns (muitos) não viram o link da enquete e tragicamente a vitória deveria ter ido pra Xyz Encore (ou não, quem sabe) mas próximo HCNC é dela. Que a justiça seja feita, né?
 Sem mais enrolação, comecemos a review.



Noble Knight Drystan
★★★★ 4 / LIGHT
ATK: 1800 / DEF: 800
Guerreiro / Efeito 
Enquanto você controla outro monstro "Noble Knight", seu oponente não pode selecionar monstros com menos de 1800 pontos de ATK, exceto este, para ataques ou efeitos de carta. Quando uma Magica de Equipamento "Noble Arms" é equipada nesta carta: selecione 1 carta virada pra cima no campo, destrua ela. Você só pode usar este efeito de "Noble Knight Drystan uma vez por turno.


 E quem pensava que a TCG ia mesmo construir um archtypo "sozinha". Pois é a danada começou com os Noble Knights com as tão badaladas TCG Exclusivas do pack Galactic Overlord. Foi de lá que também começou a onda de Normal Monsters como cartas promo de Sneak Peeks, tem quem não goste, eu não sou um deles, graças a Deus. Sempre é bom dar valor aos mais velhos que nos trouxeram até onde estamos hoje. Como eu estava dizendo, o Archtypo foi iniciado pela TCG, logo depois foi acoplado uma única carta que já existia somente no OCG nele mudando o nome (algo super comum quando trazem cartas é mudar o nome), essa carta é Noble Knight Joan (Sacred Knight Joan no Japão). Único problema é que ela corta a ideia dos Noble Knights que são baseados nos cavaleiros da tabula redonda (Joan não é de lá, nem baseado em alguem de lá), famosa história do Rei Arthur que é recontada em inúmeras obras.

 E Drystan, que segue a regra de ser baseado em alguem dos 12 cavaleiros da Tabula Redonda, é baseado em alguem histórico: ele é Tristan, um cavaleiro que se apaixonou pela donzela Isolda e que acabou morrendo junto com a amada após tomarem um veneno por engano, trágico. Um pouco mais da história aqui para você chegar na mamãe e falar que Yugioh não é só coisa do demônio.



 Agora vamos fugir um pouco da história do carinha do post e dar um foco maior no seu efeito, que é a parte mais atrativa de Tristan (depois do olhar seduzente, lógico). Diferente da história, aqui Tristan não morre, mas sim mata, não só monstros como magicas e armadilhas também se elas estiverem dando sopa viradas pra cima no campo. Condição pra isso, receber uma espada "Noble Arm", sim, ele ganha uma espada e tira uma carta do campo, bem justo, eu acho. Divertido ou não, é bem útil: tirar aquele monstro que vai atrapalhar seu combo, ou aquela carta que está te deixando em desvantagem, ou até mesmo pra deixar teu oponente puto da vida. 

 Mas agora, vamos dar uma de Ferreiro no horário de almoço, vamos conversar sobre espadas. Até o momento, temos 4 Noble Arms no jogo, dentre elas, a que mais chama atenção quando se é equipada ao Drystan é a Arfeudutyr, com ela o Drystan é capaz de tirar 2 cartas do campo. Melhor que isso, só outro Drystan com a mesma Noble Arm. "Não cara, isso ta errado cara, pode parar", não, não está errado. Se eu estiver fazendo a leitura correta, se você possuir 2 Drystans com menos de 1800 pontos de ATK, você cria um Lock Down, nenhum deles pode ser selecionado como alvo para nada. É complicadinho de fazer isso, pode molhar os esquemas fácil, mas é possível e sintan-se livre pra testar isso em casa.

 Mas voltando a Arfeudutyr, ela te auxilia a destruir uma carta baixada do oponente, fora a destruição pelo efeito do Drystan, você tira duas cartas gastando duas da sua mão, justo. A Arfeudutyr tem o efeito extra dela de tirar pontos de ATK a medida que você destrói cartas pelo efeito dela, o Drystan ficaria com menos de 1800 de ATK, mas infelizmente, ele mesmo não se afeta pelo efeito de proteção, mas com outro Drystan em campo é outra história, assim como comentado no lockzinho acima. Outra carta legal pra se usar junto do Drystan é a Destiny que vai proteger ele 1 vez ao turno. As outras duas só se você tiver mesmo afim de um ATK bruto pra cima do oponente, prefiro as jogadas com Arfeudutyr ou Destiny, mas com Caliburn e Gallatin também ficam legais.

 Agora um detalhe muito importante. Todas as Noble Arms possuem um efeito em comum, o efeito do archtypozinho delas: Se elas são destruidas, você pode equipa-las de novo a um monstro que você controla, uma vez esse efeito por turno. Tendo isso em mente, o Drystan pode acabar ativando seu efeito até mesmo no turno do oponente. Legal pensar nisso com a Destiny, pois matar o Drystan já não vai ser possível, matar a Destiny seria a solução, mas se virar com o efeito dele depois não seria muito legal.

 Caramba, o efeito dele deu um textão, mas daqui pra frente é bem rápido. Começar pelo Nível 4: tipico do Archtypo e que é o ideal pra Xyzs do Tipo Guerreiro, onde temos ótimos alvos pra invocação. O que mais posso falar aqui? Acho que nada. Próximo!

 Tipo Guerreiro: Mesma coisa do comentário acima, Xyzs do Tipo Guerreiro são incríveis. Mas fora isso podemos citar a carta suporte de Guerreiros que vive gerações na banlist sendo limitada: Reinforcement of The Army. Busca o Drystan rapidão pra ele fazer o que faz de melhor.

 Atributo LIGHT: futuro material de Black Luster Soldier, Lightrays (com o Gearfried fica massa) e companhia. Fora esse detalhe e Honest, acho que não tem nada demais pra ressaltar.

 1800 de ATK: para um monstro do nível dele está o ideal, gostaria que fosse mais, tirar Rai-Oh de campo é sem precisar usar efeito é chato, mas já que o Drystan tem o efeito que tem, está um ATK realmente ideal. 800 de DEF: triste, se o oponente botar ele pra dormir, seja com o que for, depois chamar Tour Guide, você vai tomar 1000 danos a toa. Ter a DEF acima de 1000 é mais respeito comigo, aqui ele não passou nessa, triste.



Essa parte do post vai ser a mais desfalcada, acho que de todos os meus posts eu nunca vi uma carta tão "fechada" assim. O archtypo dela também é pequeno, então já viu né, tudo muito manjado.
  • Um detalhe do Drystan é que ele não só protege monstros Noble Knight, ele protege os demais aliados tambem. Legal disso que você pode proteger monstros futuros de seus combos, seja lá quem ele for, contando que tenha menos de 1800 ATK e você controle outro Noble Knight.
  • Dentro dos Noble Knights nós temos um carinha que atua perfeitamente com o Drystan: Medraut. Usando o efeito do Medraut, você não só invoca o Drystan do deck, como tambem ativa o efeito de qualquer Noble Arm que ele usou como custo. Nisso podemos equipa-la no Drystan usar seu efeito de sermos felizes, yeah!
  • Não chega a ser bem uma jogada, mas pode servir: o efeito dele é obrigatório, ou seja, se seu oponente não tem nada virado pra cima, quem paga o prato é você. Mas isso pode ser aproveitado de formas criativas, Meklord por exemplo. Pode não ser a coisa mais competitiva do mundo, mas eu precisava comentar algo aqui =P



 Heróico ou não, todos heróis e bravos guerreiros dos mitos e contos morreram de formas escrotas, digo o mesmo pra esse aqui. A morte escrota pode ser considerada o pior defeito de um herói, mas fora isso temos algumas cositas más:

): - Efeito lento: esse tipo de efeito ativado por equipamento é um tremendo saco, mais lento que isso só o Rubinho em slow motion. É um tipo de efeito lento, raramente vai ser usado (único diferencial é pelo efeito das Noble Arms) e que se você pegar o coitado do Drystan sozinho ele num vai poder fazer muito.

D: - Ele sozinho faz menos que Photon Thrasher: completando o comentário anterior, o Drystan sozinho, sem seu efeito podendo ser ativado faz menos que qualquer outro monstro que pode ser útil no deck. Nesse aspecto os pontos de moral dele caem um tanto, mas ainda não deixa de ser recompensante quando o efeito dele pega em cheio.

T^T - Inconsistencia do deck cheio de equipamentos: um probleminha que todo deck que rode muita magica de equipamento tem é a consistencia. Aqui pega um pouco menos por causa do Medraut. Por que ele? Ele é o cara que te dá a maior vantagem no jogo na base dos equipamentos, ele é melhor que o Drystan sem duvida. Então se você for lotar o deck de Equipamento e depois perder por Dead Draw, culpe o Medraut.



Advinhem que deck eu vou fazer pro HCNC de hoje. Enfim, eu deixei um comentário no ar na parte acima do post e eu vou completa-lo agora, prestem atenção no jeito certo de se jogar com Magias de Equipamento.

Noble Knight Pós-JOLT

Monstros:

3x Noble Knight Medraut
3x Noble Knight Gwalchavad
2x Noble Knight Drystan
2x Noble Knight Gawayn
1x Honest
3x Blue Mountain Butterspy
2x Gorz, the Emissary of Darkness
1x Black Luster Soldier - Envoy of the Beginning

Magicas:

2x Noble Arms - Arfeudutyr
2x Noble Arms of Destiny
2x Noble Arms - Caliburn
1x Reinforcement of the Army
1x Book of Moon
1x Heavy Storm
1x Monster Reborn
1x Dark Hole
1x Allure of Darkness
1x Pot of Duality
1x Grandeur

Armadilhas:

2x Torrential Tribute
1x Mirror Force
1x Compulsory Evacuation Device
1x Solemn Judgment
1x Solemn Warning
1x Threatning Roar
1x Vanity's Emptiness

Extra Deck: 

15x A sua escolha.

 Vem comigo no replay, é o seguinte: rodar magicas de equipamento não é tão angustiante como parece. Primeiro: você precisa saber pra que essas magicas vão servir, e na minha concepção só existem 2 jeitos de classificar: 1 - Magicas para dar uma auxiliada basica no seu jogo. 2 - Magicas que vão decidir o jogo. Um bom exemplo pro numero 2 é Vylon OTK. Agora vamos chegar aonde eu quero falar, que é como distribuir as magicas: pro numero 1, o ideal não é floodar o deck com magica de equipamento até porque essas cartas só vão te encher o saco depois, mas é sempre bom ter um numero consideravel, já que se elas aparecerem vão ajudar legal. Pro numero 2 você pode colocar sem muito medo, contanto que você saiba como lidar com as deads.

 Nesse deck que eu montei aqui, 6 equipamentos ao total (caramba, eu sei contar), nada fatal, nada preocupante já que temos 7 monstros que aproveitam mais que 100% delas. Caliburn, Destiny e Arfeudutyr é o ideal, Gallatin acho mais dispensável, mas se você tiver buscando jogo bruto, só trocar elas pelas Caliburn. Detalhe pra Grandeur que combina lindamente com o Drystan ou o Noble Knight Cheguevara (o nome daquilo é horrível, vou chama-lo assim).

 Foco de jogo dos Noble é o Xyz, querendo ou não no fim tudo termina em Xyz. Mas eles tem um Xyz também, fora que qualquer Guerreiro tem acesso livre pras cartas de equipamento. No fim os Noble do Main Deck são os faxineiros ou empregadas (ou limpam o campo ou arrumam ele). O deck já está arrumado pro próximo formato e já vem armado com meta call de Vanity's Emptiness que funciona contra quase tudo. O pra que disso é que ela vai pro cemitério fácil, no seu turno você pode se sentir livre leve e solto de novo



Bom, terminando o post por aqui. Semana que vem post da Xyz Encore, Sabado post de uma das cartas afetadas pela Banlist, a vontade para chutarem palpites, se bem que deve tar meio que na cara, enfim! Isso é tudo e falous.

OBS: Sei lá, se eu chovi no molhado em alguma parte desse post, me perdoem.
OBS2: Desculpem o atraso de um dia, eu até tinha comentado num post meu ae, mas Sabado sem falta, no horario certinho tem CDS

Comentários
10 Comentários

10 Comentários:

Hades-Sama disse:
20 de agosto de 2013 20:15

Parabéns, o post ficou foda ^^

Henrique disse:
20 de agosto de 2013 22:37

Trishula.
To querendo ver no que da pra encaixar com a xyz encore

CyberBlu disse:
20 de agosto de 2013 23:22

To com esperanças que Noble Knights se torne um deck forte com a nova banlist do TCG, cujo não permitiu que Trshula saisse da gaiola.

todopoderosoreiyakayakaludo disse:
20 de agosto de 2013 23:33

Cheguevara é o Medraut?

Potter disse:
21 de agosto de 2013 00:42

aí é foda subonito, nós fazemos umas postagens legais e sai uma banlist dessas para puxar a atenção de todo mundo para a postagem!! xD

Guilherme Lerry dos Santos disse:
21 de agosto de 2013 07:14

Cheguevara é o Gwejahsfhobdgaopdf lá.

Emerson Martins de Deus disse:
21 de agosto de 2013 08:03

Não acho que Noble vai ter muita chance, pois é um deck que necessita de staples e backrows por sua inconsistÊncia.
Trishula por que não vistes para nós? ;-;

subonito disse:
21 de agosto de 2013 12:58

Então né potter...
E sim, o Cheguevara é o Gwalchavad (meu deus eu escrevi o nome dele)
Nunca joguei com eles na DN mas não sei como eles abreviam quando falam que vão usar o efeito do Cheguevara. Enfim, prefiro o apelido que eu dei :3

Anônimo disse:
22 de agosto de 2013 11:59

Nesse novo booster, eles terao reforços de 5 novas cartas. Poderia ser mais 1 monstro, 2 novas equips, 1 spell field e 1 trap.

Anônimo disse:
22 de agosto de 2013 12:03

Já pode editar o deck dos nobles. XDDD

BAN TCG
1x Heavy Storm = BAN
1x Monster Reborn = BAN
2x Torrential Tribute = LIMIT
1x Solemn Judgment = BAN