15 de abril de 2013

Censuras no Anime: Episódio 1 (DM)


Fala galera, Samuel Cézar está volta com uma categoria nova que foi a pedido de alguns, iremos falar sobre a censura no anime, mais uma categoria para sacanearmos os States e a 4kids, irei falar apenas do episódio 1 do Yu-Gi-Oh! Duel Monsters, se tiver um bom índice de aprovação, na próxima semana eu faço de mais episódios de uma vez.

Já falei aqui sobre algumas burradas dos States em relação ao anime:


Acompanhem agora as censuras:


A abertura original da primeira temporada japonesa, nada de "sua vez, Yu-Gi-Oh!, É hora do duelo, du-du-du-duel"




Episódio 1: O Coração das Cartas (esse é o nome que conhecemos, mas logo de cara já temos uma troca de título, o nome original seria: O Terrível Blue-Eyes White Dragon)

Essa é a imagem de apresentação com o título do episódio.









Não vou falar dos nomes dos personagens e suas censuras, mas você pode ver no link a seguir:

Nomes do Yu-Gi-Oh!

Logo no início, quando Joey e Yugi duelam na escola, já podemos ver a censura americana, nessa cena quando mostra o Kagemusha of the Blue Flames de Joey podemos perceber algumas coisas: A censura tradicional presente em todas as cartas de todos os animes do Yu-Gi-Oh! é a famosa carta com artwork, level, atributo, ataque e defesa apenas, como saber o nome e o efeito da carta dessa forma?
Também podemos ver nessa imagem que foram removidas as letras que diziam Field e a parte de tráz das cartas que são impressas na playmat foram alteradas, que era do jeito original e passou a ser apenas aquele oval com o fundo liso.






Nessa cena podemos ver o "irritadinho" Seto Kaiba lendo um livro, é quando ele ouve o Yugi falar da carta rara de seu avô, que o Seto logo acha que é o Blue-Eyes White Dragon.
Na cena, podemos ver que a 4kids removeu as palavras do título do livro, até o diário de Tom Riddle que não tem nada escrito, tem o seu nome na capa.







Antes de Yugi atender ao telefonema de Kaiba que dizia que o vovô Muto estava se sentindo mal e que era para Yugi ir buscá-lo, mostra essa cena:
Vocês podem ver, a palavra "Now Printing" foi removida da caixa verde, enquanto a palavra "Game" da caixa azul, continuou da mesma forma. É aquela lógica americana de sempre.







Já no duelo entre Yugi e Kaiba, mostra essa cena, onde o Kaiba ativa a carta Gerador de Energia Negativa (Negative Energy Generator), sendo que o nome original é Darkness Generator.

A carta teve duas versões na América, primeira foi com a letra "E" e uns raios amarelos com um fundo azul.








Depois veio esse olho negro com vermelho, com raios vermelhos e fundo negro.







Essa cena mostra a quando Atem saca a "Right Leg of the Forbidden One" e sua artwork original.
Além da censura que transforma a carta com a artwork, ATK, DEF, level e atributo, mostra também a censura no TCG que remove a estrela de 5 pontas (nesse caso, uma ponta) e coloca o spellbinding circle no lugar.






Já nessa cena, quando Atem já tem várias partes do Exodia na mão, mostra o mesmo tipo de censura acima, mas com um erro adicional.
Atem tinha o Left Arm, enquanto que na versão americana, mostra o Right Arm, dorgas manolo.








E no final do episódio, quando Atem joga o indestrutível Exodia, mostra essa cena que deveria ser uma estrela de 5 pontas quando o Exodia aparece.
Mas os States transforma isso em uma estrela de 10 pontas, muito desnecessário, já que vira duas estrelas de 5 pontas.








Lembrando também que quando Yugi troca de lugar com o Atem, na versão original não tem aquela parada de gritar: yugioooooooooooooooooooOHHHHHHHHHH!!

Então galera, gostaram dessa nova categoria? Não deixem de comentar e semana que vem tem as censuras do episódio 2. =D

Até a próxima =D

Comentários
11 Comentários

11 Comentários:

~Apocalipse ~ disse:
15 de abril de 2013 21:09

dudududuududududududu Oppa Duel estar '-',essas censuras ae...foi bem algum pastor que fez essas censuras '-'

Anônimo disse:
15 de abril de 2013 22:16

[qute]Lembrando também que quando Yugi troca de lugar com o Atem, na versão original não tem aquela parada de gritar: yugioooooooooooooooooooOHHHHHHHHHH!![/quote]


Estragou a minha infancia. Sempre achei que tinha isso no original e o achava super 10 mothafocka com megazords atirando lasers from hell nos Incarnate Dragons.

Kimer disse:
15 de abril de 2013 23:00

Até hoje eu nunca entendi porque as cartas das versões americanas do anime só possuem a artwork, ATK, DEF, level e atributo, enquanto as cartas das versões japonesas aparecem com todas as informações, como na vida real. Como é que os caras sabiam o nomes e o efeitos das cartas americanas? Letra invisível?

Potter disse:
16 de abril de 2013 00:54

@~Apocalipse~
concordo!! xD

@anônimo
era engraçado, mas eu não achava foda não!! xD

@Kimer
deve ser a preguiça americana de colocar a carta do TCG bonitinha, já que eles não aceitam letras japonesas no anime americano

todopoderosoreiyakayakaludo disse:
16 de abril de 2013 07:38

Sacanagem o cara não falar Yugiohhhhhh!!!!!, e eu q achava q japonês q gritava frases loucas

Genival disse:
16 de abril de 2013 10:18

Nossa os States estragaram o Anime tanto quanto as cartas.

ksfire disse:
16 de abril de 2013 14:33

Eu ainda não tive paciência pra ir atrás do Duel Monster em japonês,
mas sempre achei que aquela viadice do Yugi não existia no original. Aquilo não faz sentido. XD

@Potter

Num próximo post, que tal falar sobre o "coração das cartas"? (achei o bico quando soube da verdade)
E aproveita também e fala sobre o tal "domínio das trevas". ;D

ksfire disse:
16 de abril de 2013 14:35

"rachei"

Faltou um "r" aí. XD

Potter disse:
16 de abril de 2013 18:25

@senhortodopoderosoreiyakayakayakaludo

verdade, mas o caso que no japonês, nem mostra a cena do Yugi trocando de lugar com Atem (só na primeira vez), os States que arrumam essa cena toda vez para cobrir os cortes da censura.

@ksfire

posso tentar, vou procurar saber mais sobre o "coração das cartas"

Greed disse:
17 de abril de 2013 16:44

Malditos americanos que colocaram esse "YU-GI-OOOOOOOHHH!" no anime. Queriam fazer algo do tipo "hora de morfar", deu nisso aí. Completamente ilógico, já que nós sabemos que Yugi sequer se dava conta que trocava de lugar quando ia duelar.

@Kimer As cartas foram alteradas por causa de uma lei dos Estados Unidos, que impede que obras destinadas "a crianças" contenham imagens de produtos compráveis da vida real. Então as cartas são alteradas para não se parecerem com as originais.

Celso disse:
31 de dezembro de 2013 20:22

Vendo as cartas do Exodia e as diferenças de artworks, me fez lembrar a mancada que a 4Kids deu no episódio 144 de Yu-Gi-Oh! GX, aonde mesmo na sua versão, por alguns segundos mostra as 5 partes do Exodia do jeito que mostra na versão japonesa.