21 de março de 2013

Judgment of the Light TCG!



Vazou na internet, no site Alter Reality Games, a imagem do Booster Judgment of the Light no TCG. O que acharam do Utopia Ray Victory na capa ? Eu estou na espera pela revelação de todas as cartas do booster!

Comentários
18 Comentários

18 Comentários:

todopoderosoreiyakayakaludo disse:
21 de março de 2013 20:52

Olhando a imagem, parece q esse Utopia Ray Victory é um robozão com braços longos e robóticos(dã); zuado na minha opinião, preciso ver uma imagem d qualidade melhor prá falar se achei da hora a artwork do card

Lucas Gaspar disse:
21 de março de 2013 21:01

Infelizmente não dá para tirar muitas conclusões sobre a artwork dele, mas gostei da box do produto em si, acho que as cores foram bem escolhidas.

Anônimo disse:
21 de março de 2013 21:33

Senhor todopoderosoreiyakayakaludo, é exatamente o que ele é, sem tirar nem por, assim como muitos "warriors" hoje em dia que tão mais pra medabots ou megazords... Foi-se o tempo em que guerreiros não eram robozões toscos. A konami devia simplesmente extinguir todos os tipos de monstros existentes e deixar apenas os machine, afinal, temos robôs com tipos beast, winged beast, warrior, beast warrior, até plantas que na verdade são satélites... Robóticos... E golens do tipo rock mas adivinha só? Robôs. Triste o caso.

AnthOny "L" Wesley disse:
21 de março de 2013 22:23

Como assim Judgment of the Light TCG ?

Lord of the tachyon galaxy nem saio ainda pra tcg o.o

Crabcore V.L disse:
21 de março de 2013 23:02

talvez ele possa ate ser um guerreiro ele pode ter forma de guerreuiro ele so parece machine por causa da armadura afinal que guerreiro vai a batalha sem uma forma de se proteger

Guilherme Lerry dos Santos disse:
21 de março de 2013 23:49

Ele provavelmente é baseado em Shiva no modo Destruição, lembrando que esses múltiplos braços é tipico dessa mitologia. Achei muito foda.

Anônimo disse:
22 de março de 2013 00:48

@Crabcore V.L
Podia ser um guerreiro em uma armadura, se não fosse o fato dele se desmontar todo e ter olhos de LED, o que faz com que seja inegávelmente um robô =/

Adriano disse:
22 de março de 2013 01:06

Cadê os monstros LIGHT que supostamente iriam dar um boost imenso para Lightsworn/Lightray/Photon,etc.? -.-'

Anônimo disse:
22 de março de 2013 01:43

Boa pergunta... Pelo jeito não foi dessa vez que os Lightsworn tomaram um up ¬¬

Emerson Martins de Deus disse:
22 de março de 2013 07:24

Esses robôs que vocês vem só aparecem no anime, nos cards do verdadeiro OCG eles são normais, não sei por que no anime as cartas são assim.

E quem ta procurando suporte para lightsworn desiste, pois a atração desse booster é novo arquetipo "War God"

AnthOny "L" Wesley disse:
22 de março de 2013 10:58

lightray é exclusivo tcg, e nem saio no cosmo blaze, acho que nao sai mais.
Suportes pra LS acho só daqui ah uns 10 anos.
Photon eu to esperando que saia aquela spell que descarta 1 photon e draw 2 cartas, MAAASSS é dificil.

Lucas Gaspar disse:
22 de março de 2013 12:39

@Anthony: Também fiquei com a dúvida quando vi, mas tem uma imagem, então apenas to repassando a notícia.

Anônimo disse:
22 de março de 2013 12:46

"Esses robôs que vocês vem só aparecem no anime, nos cards do verdadeiro OCG eles são normais, não sei por que no anime as cartas são assim."

Não faz sentido, se o Utopia "animado" é um robô, é natural que é porque era pra ser isso, independente de estar no anime ou na carta real. Ou vai me dizer que o Number 56: Goldrat e o Junk Destroyer são de carne e osso só porque seus tipos são Beast e Warrior, respectivamente?

Guilherme Lerry dos Santos disse:
22 de março de 2013 16:04

Acho esse tipo de pensamento muito limitado, é igual pensar que todo extra terrestres tem que seguir a mesma lógica dos seres humanos. Um tipo Warrior não precisa ser feito de carne osso, basta na concepção e ideologia da criatura ele ser alguma espécie de guerreiro. Nada impede de existir uma raça de criaturas que transformam o próprio corpo em uma capsula ou totem ou sei lá o que é aquilo que da origem a ele no anime. Para mim o Design de todas as variações do Hope lembram muito mais um guerreiro do que uma maquina.

Lucas Gaspar disse:
22 de março de 2013 16:25

O argumento do Guilherme Lerry é totalmente apoiado por mim. Falou tudo.

Emerson Martins de Deus disse:
22 de março de 2013 17:32

@Guilherme: Aquilo que ele se transforma não é um capsola ou totem e sim um selo feito para aprisionar os numbers, quando alguém junta os requisitos para sua invocação o selo é quebrado e o número é libertado.

Anônimo disse:
22 de março de 2013 21:19

Não é questão de pensamento limitado. Tá, vamos pela sua lógica, os monstros de outros planetas/dimensões PODEM realmente serem criaturas não-orgânicas. Mas TODOS serem robôs é ridiculo. É como se só existissem guerreiros de carne e osso na terra.
Então o arquetipo Junk inteiro é de monstros de outro planeta, a lá transformers? Ou agora vai vir querer alguém teimar e me dizer que o Junk Warrior é um ser orgânico ou que o Junk Destroyer não é um megazord?
Que apareçam monstros de outras dimensões, que apareçam os warriors de sucata, mas francamente, não apenas eles né?
Você pega a maioria dos monstros de hoje, é mecanizado, com tipos variados. Então a desculpa pra isso é que todos os monstros robôs vieram de outro planeta e por isso podem ter tipos aleatórios?

Guilherme Lerry dos Santos disse:
23 de março de 2013 16:05

Não digo tipo aleatórios, mas você está vendo apenas o anime. Grande partes dos Archtypes novos não tem traços robóticos. Marmails, Fire Kings, todos são únicos em suas aparências. Apenas um Archtype trouxe consigo centenas de milhares de robôs que não são robôs, Wind-up. Eu não discordo de você que investir apenas em mecanizados é chatinho, mas tem que ver que não é só isso não, a tendencia mesmo está no anime apenas que é focado nessa ideia que eu te falei.